Cachorro sozinho em casa: dicas para o pet ficar bem

22 de julho de 2020

Adestramento de Animais, Cachorros
Cachorro sozinho com cercado

É só deixar o cachorro sozinho em casa que começam os latidos? Sempre que você volta encontra alguma coisa roída? Os vizinhos já reclamaram de barulho enquanto você não estava em casa?

Se você já se deparou com algum desses problemas, seu pet é um daqueles que não sabem ficar sozinhos em casa. Mas fique tranquilo!! Separamos algumas dicas para você resolver de vez a situação.

Cachorro sozinho em casa

Para deixar seu cachorro sozinho sem ter problemas, você precisa pensar no bem-estar dele. Se ele late, uiva, chora ou rói as coisas é porque algo não está certo. Esses comportamentos indesejados podem representar o sofrimento do pet. Sendo assim, o primeiro passo é identificar o que está errado.

Separamos os problemas mais comuns e, depois, daremos algumas dicas para melhorar a rotina do pet e fazer com que ele fique sozinho sem sofrimento.

  • Poucos passeios por dia
  • Passeios muito curtos e rápidos
  • Falta de brincadeiras dentro de casa
  • Muitas horas sozinho
  • Falta de tempo do tutor
  • Poucos brinquedos ou brinquedos desinteressantes
  • Pouca atividade física

Você identificou alguma das situações? Ajudaremos você a resolver!

Pouca atividade física

Não gastar energia é um dos principais motivos para que cachorros sozinhos em casa façam bagunça. Cães que passam o dia sozinho precisam passear mais vezes na rua. Procure colocar pelo menos dois passeios diários na sua rotina. Antes de sair para o trabalho faça um passeio longo em que o animal gaste energia caminhando e relaxe sentindo cheios, vendo gente e se distraindo com a sua companhia.

Além do passeio, você pode brincar com seu pet dentro de casa. Escolha o brinquedo favorito, separe um tempo antes de sair para trabalhar e se empenhe em cansar o cãozinho.

Se você não tem tempo para passear duas vezes ao dia ou brincar diariamente, contrate um passeador, o famoso dogwalker. Outra opção é deixar o cãozinho na creche ou em day care, locais que cuidam do pet e desenvolvem diversas atividades.

Gastar a energia do animal antes de um período longo sozinho é importante para deixa-lo relaxado, sem estresse e cansado para dormir algumas horas. Isso será muito valioso para ajudar a resolver os latidos e a bagunça do cachorro sozinho em casa.

Tédio e solidão

cachorro deitado na caminha

Além de muita energia, seu cãozinho pode se sentir sozinho e entediado. Avalie a sua rotina e veja se realmente ele não fica muito tempo sozinho.

Algumas atividades não conseguimos mudar, como o trabalho, por exemplo. Mas é possível substituir atividades como academia ou a prática de esportes por momentos com seu pet. Saia para correr com o cãozinho, por exemplo. Você também pode recorrer às creches e day care, que entretêm e cuidam dos cães enquanto os tutores estão no trabalho.

Para complementar a rotina do seu pet, adicione diversão! Faça o enriquecimento ambiental com brinquedos para ele se divertir enquanto você não chega. Aposte em brinquedos com dispenser, também chamados de brinquedos interativos. Eles usam ração ou petiscos para atrair a atenção do animal e estimular a brincadeira.

Dica! Antes de sair, esconda ração do seu pet pela casa. Essa “caça ao tesouro” vai entretê-lo, diverti-lo e gastar a energia enquanto você não está.

Treinamento para cachorro sozinho

Além de melhorar a rotina e o ambiente do pet, você também pode realizar treinamentos que ajudam seu cachorro sozinho em casa. Este treinamento pode ser feito com cães filhotes e adultos.

Acostume o pet a ficar sozinho aos poucos. Ofereça um brinquedo e deixe que ele se divirta. Aproveite o momento para ir até outro cômodo. Volte após alguns minutos, evite o contato visual e não faça festa ao reencontra-lo. Quando ele se acalmar, faça carinho e até recompense com um petisco.

Procure fazer esse treinamento durante vários dias. Quando perceber que o cachorro sozinho no cômodo fica mais calmo com seu retorno, saia de casa e fique 10 minutos fora. Repita a atividade por vários dias até o animal se acostumar. Sempre retornando sem fazer festa e recompensando o bom comportamento com petiscos. Aumente o período de ausência gradativamente.

Não se despeça e nem faça festa ao voltar

Muitas vezes o comportamento indesejado dos cães é ocasionado por nossas atitudes. Isso mesmo! No caso do cachorro sozinho que fica ansioso, um motivo muito comum é a festa que fazemos ao voltar para casa. Esse estímulo reforça nossa ausência.

Por isso, devemos tratar o momento de sair de casa e o nosso retorno com naturalidade. Não se despeça do pet ao sair. Simplesmente pegue seu casaco, as chaves e feche a porta.

O mesmo vale para o retorno. Não faça festa ao voltar. Mesmo que você esteja com saudades do pet, aguarde que ele se acalme para fazer carinho e dar atenção. No início, isso pode levar muitos minutos e ser um pouco estressante para você, mas não desista. Você perceberá melhoras em poucos dias.

Quer mais dicas para aumentar o bem-estar do seu cachorro sozinho em casa? Separamos alguns posts especiais para você!