Calopsita pode comer caqui? Descubra aqui!

Compartilhar:


Calopsita pode comer caqui? Descubra aqui!

Se você quer saber se calopsita pode comer caqui, provavelmente já fez essa mesma pesquisa em outros lugares e não conseguiu chegar a uma conclusão.

Isso acontece porque realmente há controvérsias sobre dar, ou não, caqui para calopsita, pelas próprias características da fruta. O caqui, por si só, não pode ser definido como uma fruta tóxica para essa ave, mas é preciso ficar atento a algumas questões, que vamos explicar a seguir.

Afinal, calopsita pode comer caqui?

Afinal, calopsita pode comer caqui?

O caqui é uma fruta deliciosa quando está bem madurinha. No entanto, quando ainda está verde, existe uma substância chamada tanino que se faz muito presente. 

Ela provoca aquela sensação bem adstringente na boca, a mesma que sentimos ao comer banana verde ou caju, por exemplo.

Quando as calopsitas ingerem frutas com tanino, existem dois grandes riscos: primeiro, um potencial bem alto de que haja uma irritação no sistema digestivo da ave. 

Segundo, uma diminuição considerável na absorção de ferro pelo organismo. O tanino “rouba” o ferro que seria utilizado para outras importantes funções, e acaba provocando problemas secundários, como anemia, perda de peso e problemas de crescimento.

Por isso, quando a fruta está bem madura e as quantidades de tanino já diminuíram significativamente, a calopsita pode consumi-la com segurança. Mas sem exageros, combinado?

Que frutas dar para calopsita

De maneira geral, podemos dizer que o que as calopsitas comem é uma ração completa e balanceada e o chamado mix de sementes. 

Esses alimentos garantem uma nutrição integral, e a ingestão de todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável da ave. Inclua frutas, verduras e legumes na dieta do seu pet para diversificar o cardápio, digamos assim, mas não exagere.

Na lista de frutas seguras para calopsita, podemos citar:

  • maçã;
  • pera;
  • mamão;
  • banana;
  • melão;
  • melancia.

Evite as frutas ácidas, como laranja, limão e tangerina. Até mesmo o morango, precisa ser oferecido com bastante moderação para evitar problemas com o sistema digestivo das aves.

Como oferecer alimentos frescos para a sua calopsita

Como oferecer alimentos frescos para a sua calopsita

Depois de conversar com o médico veterinário que faz o acompanhamento da sua calopsita sobre a inclusão de alimentos frescos na dieta dela, você precisa tomar alguns cuidados com a gaiola.

Primeiramente, coloque pequenas porções e fique de olho. Se o pássaro não consumir tudo em até duas horas depois de você colocar a fruta, verdura ou legume na gaiola, retire o que sobrou e jogue fora.

Assim você evita dois grandes problemas: o surgimento de insetos desagradáveis, atraídos pelos restos de comida, e a proliferação de bactérias e fungos que podem causar vários problemas de saúde para o pet.

Em segundo lugar, faça a higiene diária do comedouro e bebedouro da calopsita, e remova os excrementos da ave de dentro da gaiola. Pelo menos uma vez por semana faça uma limpeza mais completa, lavando e esfregando com uma escovinha própria para que fique tudo bem limpo.

Saiba mais sobre gaiolas para calopsitas com esse artigo selecionado especialmente para você em nosso blog.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário