Calopsita pode comer milho? Saiba aqui!

Por Cobasi

Compartilhar:
calopsita pode comer milho

As calopsitas vêm se popularizando como um pet cada vez mais comum nos lares brasileiros. Muitos tutores, no entanto, ainda possuem muita dúvida quanto aos hábitos mais saudáveis dessas aves, sobretudo no que diz respeito à alimentação. Dentro desse contexto, a dúvida de se a calopsita pode comer milho é uma das mais corriqueiras.

Antes de tudo, é preciso reforçar que, assim como os cachorros e os gatos, essas aves também possuem rações específicas. Sendo assim, de acordo com os especialistas, são esses os alimentos que devem compor o centro principal da dieta diária desses animais.

De maneira geral, o hábito de oferecer comidas humanas para os pets deve ser desencorajado. Afinal, muitos dos alimentos consumidos pelos tutores possuem substâncias que são tóxicas para bichinhos como a calopsita.

Antes de compartilhar qualquer alimento, portanto, é fundamental que o tutor se informe sobre possíveis reações no organismo da espécie. De preferência consultando um veterinário que possa avaliar as condições individuais do seu amiguinho.

Dito isso, a resposta para a pergunta central deste artigo é: sim! A calopsita pode comer milho, desde que preparado da maneira correta e oferecido na quantidade ideal.

Calopsita pode comer milho. Mas como prepará-lo de maneira saudável?

As calopsitas são bastante sensíveis em relação ao contato com microrganismos parasitários. Portanto, apesar de poderem comer milho, essas aves só devem fazê-lo nas condições ideais para consumo.

Para que o milho possa ser benéfico para o pet, ele precisa passar por uma limpeza completa. Durante o processo, o tutor deve retirar as palhas e os cabelos do milho e evitar servi-lo cru. Além disso, é importante esterilizar o alimento através do cozimento em água fervente por ao menos cinco minutos.

Antes de ser oferecido na espiga ou em grãos separados em um recipiente para a calopsita, é importante que o alimento preparado esfrie.

Outro fator importante para se atentar é a quantidade de tempo em que aquela mesma espiga ficará disponível para a ave. Afinal, ao passar de cinco horas, o milho pode azedar e causar reações indesejadas no sistema digestivo do animalzinho.

Além de todos os cuidados com o preparo, ao ouvir dizer que a calopsita pode comer milho o tutor deve ter em mente que este artigo se refere ao milho verde natural. Isso porque suas versões enlatadas são carregadas de conservantes e outras substâncias danosas à ave.

calopsita pode comer milho

Propriedades do milho são benéficas para a calopsita

Quando oferecido em quantidades razoáveis, com o limite de uma espiga por dia em no máximo dois dias na semana, o milho pode trazer uma série de benefícios complementares à saúde da ave.

A calopsita pode comer milho, por exemplo, para compensar o maior gasto calórico exigido durante a criação dos filhotes, bem como no período de muda de penas.

O milho é fonte de nutrientes como fibras, cálcio, magnésio, potássio, ferro, zinco, betacaroteno, além de uma série de vitaminas. Com tudo isso, ele participa de diversos processos no organismo de pet, impactando positivamente em sua saúde e aparência física.

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário