Conheça o ring neck e suas particularidades!

Por Cobasi

Compartilhar:
ring neck

O ring neck é um tipo de ave bastante conhecida no Brasil. Com os nomes popularmente conhecidos como periquito-de-colar, periquito-de-colar-rosa e ainda periquito-rabo-de-junco, ele se destaca graças a sua colocação perfeita e o seu canto afinado, além da sua semelhança aos papagaios. Conheça mais características dessa espécie! 

Como reconhecer um ring neck?

O principal diferencial do ring neck em comparação as demais aves é a sua coloração característica da espécie. Ela pode variar entre branco, amarelo, cinza, entre outras – mas a sua maioria são verdes com o bico vermelho. 

A ave possui uma cauda longa e fina, tem aproximadamente 40 centímetros de comprimento e o seu peso pode chegar a 300 gramas, no máximo. Por isso, a partir dos dois anos, quando atingem a fase adulta, essa ave troca de penas e  conquista um colar ao redor da cabeça. Já os machos ganham uma faixa destacada que atravessa o queixo e um anel rosa e preto no pescoço. 

Também é no período do segundo ano de vida que fica mais evidente a diferença entre os machos e fêmeas. E já que o assunto é o tempo de vida, esse é um pássaro bastante resistente, que chega a viver até três décadas. 

Falar, cantar e outros truques da ave

Para muito além da sua beleza natural, o ring neck também é um animal bastante inteligente. Ou seja, por ser da família dos papagaios, essa ave tem uma predisposição a aprender algumas palavras. Inclusive gritos, e possuem um assobio bastante afinado, sendo admiráveis cantores. Por isso, graças a essa inteligência, esse é um animal bastante treinado pelos tutores e entre os seus truques mais aprendidos está a alimentação na mão do seu criador.

Além disso, após a domesticação, a ave pode ser solta tranquilamente no ambiente fechado e alguns adestradores ainda ensinam esse pássaro a tocar sinos, coletar objetos, rodar varetas e outros passatempos. Além disso, por terem muita energia, elas também gostam de brinquedos que possam roer e mastigar. 

Alimentação e reprodução

Quando o assunto é reprodução, esses periquitos são pais responsáveis e empenhados. Eles reproduzem por muitas vezes a partir do terceiro ano de vida. Além disso, o período de acasalamento é sempre no final do inverno, entre os meses de julho e junho. Essa ave não mantém vínculo para toda a vida, por isso, a sua reprodução é ainda maior que os demais pássaros monogâmicos. 

Após o acasalamento, as fêmeas podem botar até 6 ovos e o período de incubação é de, no mínimo, 22 dias. Após quase dois meses do nascimento, os filhotes, portanto, começam a sair dos ninhos. Esses periquitos são pais zelosos e cuidam dos seus filhotes com grande zelo e responsabilidade. 

Já em relação a sua alimentação favorita, destaca-se:

  • Alpiste;
  • Semente de girassol;
  • Flores;
  • Maçã;
  • Milho-verde;
  • Beterraba;
  • Pinhão.

Gaiolas para o ring neck

Para oferecer uma moradia confortável ao animal, é fundamental que a sua gaiola esteja em ambientes solares e com opções de sombra. Uma boa opção, por exemplo, são as gaiolas para papagaio, que são mais espaçosas. Para os ninhos, é indicado caixas de madeira. Ah, não se esqueça também dos comedouros e bebedoros.

Gostou desse post? Leia mais sobre outros pets em nosso blog:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário