Cinto de segurança para cães: fundamental para seu pet

Compartilhar:


cinto de segurança cachorro

O cinto de segurança para animais de estimação é uma acessório que deve fazer parte da rotina de viagens e passeios com o pet, isso porque garante a segurança dele dentro do carro. Porém, como o tema ainda é pouco comentado entre os tutores, é normal surgir dúvidas sobre a importância desse item e como utilizá-lo.

Agora é o momento de entender por que você deve usar o cinto de segurança em cachorro e como ele pode salvar a vida do seu amigo em situações de imprevisto.

Como usar o cinto de segurança de cachorro?

Existem alguns modelos do acessório, mas o cinto de segurança veicular para cachorro mais utilizado é aquele acoplado na própria trava do carro. Assim, o tutor encaixa o gancho na coleira peitoral do animal.

De qualquer forma, existem dicas importantes para oferecer conforto para o bichinho, além de não acabar machucando seu pescoço. Sendo assim, nunca use o cinto direto na coleira tradicional, pois pode ferir o pet durante uma freada ou acidente.

Outra recomendação é ajustar o tamanho para que ele possa se locomover, mas preste atenção para não dar acesso a parte do banco da frente, o que pode distrair ou incomodar o motorista.

Qual a maneira certa de levar o cachorro no carro?

O cinto de segurança para cães ainda não é obrigatório, porém os donos podem ser multados ao levar o animal solto no veículo, assim como na parte da frente do carro.

De acordo com a legislação, com foco nos Art. 235 e 252 do Código Brasileiro de trânsito, o motorista pode sim sofrer multas e ter pontos descontados da CNH se o pet estiver com a cabeça para fora ou solto.

Mas então, como acostumar o cachorro com o cinto de segurança?

Um tutor de pet sabe bem a euforia que os bichinhos ficam quando a palavra “passeio” é mencionada e o coração deles bate ainda mais forte quando entram no carro, isso em relação àqueles que adoram passear no veículo.

Mas para ter um controle da situação, ou seja, acalmar o animal, é necessário acostumá-lo com o acessório, pois o cinto tira a liberdade deles momentaneamente. Sendo assim, é hora de apostar nos petiscos para ganhar seu amigo.

Sempre que for passear com o cãozinho, acostume-o com o item oferecendo recompensas quando estão quietinhos no banco de trás. Você pode focar em dois momentos específicos: a hora de prender e o momento de tirar.

Tem mais de um cachorro na família?

Os diversos modelos de cinto de segurança para cachorro foram pensados também para famílias maiores! Isto quer dizer que você pode investir em um cinto duplo para prender dois pets

Uma outra dica é ajustar o acessório de acordo com o porte de cada um, afinal, eles precisam de espaço suficiente para ficarem sentados, e no máximo, em pé, sem chegar na parte da frente.

Gostou das informações? A segurança do seu amigo deve vir em primeiro lugar, e mais, um passeio só será divertido se correr tudo bem do começo ao fim. Desta forma, vale a pena investir em um item que trará tranquilidade para as viagens com o cão.

Veja mais dicas para cuidar do seu melhor amigo no blog da Cobasi:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Rudnei disse:

    Gostei da matéria, são orientações que muitos não conhecem

  2. Rudnei disse:

    Gostei da matéria, é uma orientação que muitos não conhece e salva a vida dos nossos amigos de 4patas

Deixe o seu comentário