Diabetes em cachorro: quais os sintomas e tratamentos

4 de março de 2021

Saúde e Cuidados
veterinária medicando diabetes em cachorro

A diabetes em cachorro é uma doença delicada e que precisa de acompanhamento diário assim que identificada. Sendo assim, para que o pet não tenha problemas maiores, é importante que o diagnóstico seja feito o quanto antes por um veterinário. E como saber que o seu cachorro está com diabetes? Existem sinais claros do problema?

Hoje a conversa sobre saúde canina é com a médica veterinária da Cobasi, Lysandra Barbieri, especialista que explica tudo sobre a patologia e suas variações.

O que é diabetes em cachorro?

A diabetes mellitus, nome do grupo de distúrbios metabólicos que afeta tanto seres humanos como animais, é causada pela não produção ou pela baixa produção do hormônio insulina

De acordo com a médica Lysandra, são dois tipos de diabetes em cachorro, sendo a tipo I mais comum que a tipo II. No primeiro caso, a doença crônica se caracteriza pela falta de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas que auxilia na movimentação da glicose, impactando diretamente na produção de energia.

no tipo II, a taxa glicêmica do animal é um desafio, pois está sempre alta devido a resistência dos tecidos diante da insulina. Lysandra ainda cita outro tipo, a diabetes insipidus, que é de causa hormonal, porém não envolve insulina e é rara nos cães.

Quais as causas da diabetes em cachorro?

São inúmeros os fatores que podem levar a um caso de diabetes, porém os clássicos são obesidade, genética e administração inadequada de medicamentos, principalmente corticóides.

Por fim, na variação do tipo I, raças como Poodle, Dachshund, Labrador, Spitz, Golden Retriever e Schnauzer estão mais propensas a desenvolver a patologia.

Principais sinais da diabetes em cães

sintomas de diabetes em cachorro

Os sinais clínicos não são únicos da doença, por isso é importante levar o animal ao veterinário se qualquer mudança de comportamento acontecer. De qualquer forma, os sinais aparentes que podem indicar diabetes em cachorro são:

  • Perda de peso;
  • Aumento do apetite;
  • Aumento da ingestão de água e urina;

A médica veterinária Lysandra também aponta um outro cenário que, se constatado, mostra que há um cenário de diabetes: “outra característica desta doença é eliminar açúcar na urina, então o tutor pode perceber também formigas no chão”, explica a profissional.

Qual o tratamento para um cachorro com diabetes?

Independente se o cachorro tem diabetes mellitus I ou II, apenas o veterinário consegue indicar o tratamento para o pet. “O animal deve também se adaptar a uma nova rotina de exercícios físicos, além de dieta balanceada com controle de calorias e de açúcar”, deixa claro a veterinária Lysandra.

Na prescrição para diabetes em cachorro, o profissional pode recomendar desde ração para cães diabéticos a aplicação de insulina e suplementos. Entretanto, o tratamento depende do quadro do cachorro.

Em resumo, a vida de um bichinho com diabetes é outra, mas hoje a medicina é avançada e o animal pode viver bem e muito tempo. A sua preocupação faz toda a diferença, então ao notar qualquer alteração nos hábitos do seu amigo, procure um veterinário para entender o que está acontecendo.

Leia mais conteúdos sobre saúde canina para cuidar do seu melhor amigo: