Como escolher o vaso ideal para a sua planta

11 de março de 2021

Jardinagem
vaso como escolher

Muita gente não sabe, mas o tipo de vaso pode influenciar na saúde da planta. É muito comum perceber que determinada planta não se desenvolve de jeito nenhum, mesmo oferecendo a ela adubos e vitaminas, mas muitas vezes o problema está no vaso errado. 

É comum escolher o vaso pela beleza, afinal, ele também influencia a decoração da casa, porém, é possível escolher um vaso bonito e funcional para a planta.

Como escolher o melhor vaso?

É importante entender que os vasos são como a morada das plantas. Portanto, para que ela se desenvolva, tenha uma vida saudável e fique bonita, é necessário que ela se sinta bem onde está

Por isso, na hora de escolher o ideal, é fundamental levar alguns fatores em consideração. Cada planta cresce e se desenvolve de maneira diferente, algumas crescem pouco e mais lentamente do que outras.

Por isso é importante saber sobre as principais características das plantas antes de cogitar trocar ela de vaso. Caso a muda seja pequena, é preciso observar se ela vai crescer mais e nesse caso, colocá-la em um vaso que comporte seu tamanho no futuro. 

Outra dica importante, é saber que algumas plantas possuem raízes mais longas e profundas. Isso pode acontecer inclusive com plantas menores, nesses casos é preciso procurar por um vaso que seja mais alto.

A maioria das plantas precisa de rega frequente, o que pode acarretar no encharcamento do solo caso o vaso não possua uma boa drenagem. É para isso que servem os furinhos na parte de baixo. 

Para que a drenagem seja feita de forma adequada, é importante colocar pedras ou cascalhos no fundo do vaso, depois aplicar o substrato indicado. A água inserida na terra deve escoar pelos furos. 

Além disso, os vasos de cerâmica são mais fresquinhos. Alguns vasos podem reter mais o calor e aquecer a planta, portanto, caso a planta não seja tão fã de dias mais quentes, talvez esses vasos não sejam os ideais. 

Pode plantar em vasos sem furos?

Vaso de plantas

Os vasos sem furos podem reter mais água e com isso acabar prejudicando as raízes das plantas, que podem acabar encharcadas e apodrecendo. 

No entanto, se você achou um vaso maravilhoso e não sabe como colocar a plantinha nele sem que ela acabe estragando, pode ficar despreocupado, é possível plantar em vasos sem furos

Para isso, será necessário elaborar um vaso duplo. Basta pegar o vaso que não tem furos, inserir alguns cascalhos no fundo e colocar o vaso com furos onde a muda está plantada e colocar por cima. 

Caso você realmente queira plantar no vaso decorativo, é importante preparar um esquema de drenagem. Para isso, é basta colocar argila expandida e pedriscos no fundo, cobrir esta camada com manta ou jornal velho, colocar o substrato, a planta e regar apenas no final do plantio. 

Nesse caso, as regas devem ser feitas de maneira diferente dos vasos com buraquinhos no fundo. A planta não deve ficar encharcada, o ideal, é fornecer a rega usando um borrifador, para que a planta receba apenas a quantidade de água necessária. 

Qual a diferença entre vaso e cachepot

É comum se confundir quando o assunto se trata de vaso ou cachepot, a grande diferença entre eles, é que os vasos possuem buracos no fundo que servem para a drenagem da água de rega das plantas. 

o cachepot, é uma palavra que deriva do francês, “esconder o vaso” é mais usado como decoração. Para camuflar o vaso que está por baixo. Normalmente os cachepots não possuem furos no fundo, o que deixa o sistema de drenagem limitado. Além disso, alguns cachepots podem ser feitos com materiais que estragam facilmente caso entre em contato com a água.

Gostou desta publicação? Leia mais sobre jardinagem em nosso blog: