Como fazer jardim com pedras?

Compartilhar:


Tem dúvidas em como fazer um jardim com pedras? Nesta postagem explicamos para você!

Os projetos de paisagismos podem contar com inúmeros elementos, seja na decoração de vasos ou na delimitação de ambientes. Entre os itens não-vegetais da composição, estão as pedras. Elas podem ser uma boa opção para as pessoas que exigem um visual marcante em seu jardim, mas não têm tanto tempo para cuidar do espaço.

Assim, as pedras podem ser uma vantagem para qualquer tipo de jardim, já que exigem menos manutenção do que coberturas vegetais, como a grama. Além disso, não necessitam de materiais como substratos e mangueiras de irrigação. Portanto, mesclar plantas com pedras em espaços externos da casa pode sair mais econômico também.

Uma outra utilidade para as pedras é esconder um objeto indesejado no jardim. Sabe aquela bomba de água aparente? Pode ser camuflada, por exemplo.

Por fim, quando for decidir quais pedras usar na decoração do seu jardim, fique atento aos lugares onde há circulação de pessoas. Tipos muito pequenos podem causar incomodo ou até machucar pés descalços. Por isso, evite estes tipos em caminhos.

Quais os tipos de pedras de jardim?

Existem diversos tipos pedras para jardim para os mais diferentes gostos! Explicamos aqui os principais tipos. Descubra qual o seu estilo.

Brita e Brita branca

A brita é uma pedra utilizada pela construção civil e uma das mais baratas do mercado.  Com ar mais rústico, é irregular e de coloração cinza. A brita pode ser usada entre as pedras decorativas para jardim.

Como o nome já diz, há também a versão branca da brita. As pedras brancas são bons contrastes com os diversos tipos de plantas, principalmente as flores coloridas. A brita branca é comumente utilizada em jardim de inverno e jardim zen, dando destaque para algum ponto do espaço.

Dolomita branca

Com uma textura mais regular, é mais uma alternativa de pedra branca para jardim. A dolomita branca é muito utilizada na decoração de superfícies e na construção de caminhos do jardim. Há diversas opções de tamanho no mercado. Uma das funções da pedra é manter a umidade do solo e proteger a terra de ervas daninhas.

Pedra de rio

É uma pedra com bom preço no mercado. Assim como pode ser a escolha perfeita para quem deseja dar um toque natural ao jardim com pedras. De tons beges ou marrons, são encontradas à beira de rios e lagos. Frequentemente usadas em fontes e lagos artificiais.

Pedra de São Tomé

A pedra São Tomé pode ser a protagonista da decoração do seu jardim. Elegante, dá um toque natural ao espaço. É versátil, pois pode ser utilizada em diversos formatos, como em filietes, mosaicos e no tamanho quadrado.

Com origem na cidade de São Tomé das Letras, em Minas Gerais, esta pedra é antitérmica e antiderrapante. A resistência deste revestimento é outro ponto forte, sendo bem utilizado em locais que recebem chuva e sol, como áreas externas e caminhos para jardim. Outra boa opção é utilizar esta pedra ao redor da piscina, já que é capaz de uma boa absorção de líquidos.

Placas de mármore

O mármore é uma pedra com um custo mas alto, mas que traz um toque de elegância e status para qualquer ambiente. É uma boa opção para caminhos de jardins, já que pode ser encontrada tanto em formato irregular quando em placas quadradas. Aqui, prefira o mármore em seus acabamentos mais rústicos, como o jateado, pois o mármore liso fica escorregadio quando molhado.

Separamos mais alguns posts para você:


Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário