Como saber se a tartaruga é fêmea: conheça 5 passos para descobrir

Compartilhar:


como saber se a tartaruga é fêmea

Tem uma tartaruga em casa e não sabe o sexo dela? Calma, essa dúvida é mais comum do que se imagina. Na prática, não é tão visível descobrir o sexo do réptil. Então, como saber se a tartaruga é fêmea ou macho? Para isso, elencamos cinco passos para te ajudar a tirar essa dúvida. Continue a leitura! 

Afinal, como saber se a tartaruga é fêmea?

A dificuldade em descobrir se a tartaruga é macho ou fêmea existe por que ela não tem órgãos genitais expostos. Como são cobertos por uma carapaça, isso serve para proteger os seus órgãos. Dessa forma, o tutor pode não conseguir diferenciar o sexo do réptil. Mas saiba que isso não chega a ser uma missão impossível. 

Para ter a certeza de como saber se a tartaruga é fêmea, é necessário o animal alcançar entre três a cinco anos de vida, período quando se atinge a maturidade sexual. Esta época, aliás, depende de alguns fatores para ocorrer, como o terrário e uma alimentação adequada. 

A tartaruga, como se sabe, tem uma boa capacidade de se esconder e sair de sua carapaça tanto para a frente quanto para trás, incluindo a cabeça e patas dianteiras e traseiras, além da cauda. São nesses detalhes que estão a definição para descobrir se a tartaruga seria macho ou fêmea. 

5 passos de como saber se a tartaruga é fêmea ou macho

Quer saber como diferenciar uma tartaruga macho de uma fêmea? Os traços são sutis e ficam mais claros se compararmos os dois sexos. Por isso, listamos cinco passos com características da tartaruga que servem para descobrir o sexo do réptil. Confira: 

Veja a carapaça da tartaruga

A carapaça, ou também chamada de casco, pode ser um atributo que ajude a perceber qual seria o sexo do animal. A carapaça das fêmeas é um pouco mais longa do que a dos machos. Porém, isso pode ser apenas levado em conta se a tartaruga for adulta e desenvolvida. Se o réptil estiver em crescimento, não é possível atestar o sexo pelo casco. 

Além disso, existe outra condição que influencia no tamanho do casco. Por exemplo, uma espécie em que o macho é muito maior que uma fêmea pequena. As diferenças de tamanho geram essa irregularidade, por isso vale ficar atento à espécie da tartaruga. 

como saber se a tartaruga é fêmea

Analise a forma do plastrão da tartaruga

A barriga da tartaruga ou parte inferior da carapaça é conhecida de plastrão. Para examinar essa área, pegue com cuidado o animal. Na verdade, ele não gosta dessa posição e deve ser segurado pela extremidade da cauda, evitando que a alcance e possa te morder. Gire-o e deixe a tartaruga com a face para cima. 

A partir disso, saiba que o plastrão do macho é um pouco mais côncavo (curvado para dentro), contribuindo para ele deslizar sobre a fêmea no momento do acasalamento. Em contrapartida, o plastrão da fêmea é plano, permitindo um espaço interior para o desenvolvimento de seus ovos. Isso é bastante útil para confirmar o sexo da tartaruga. 

Note o corte da cauda

A cauda é mais um aspecto físico que distingue um macho de uma fêmea. O macho tem um pequeno corte em “V” na parte de trás de seu casco. Essa característica serve para acolher a cauda durante o acasalamento. Se não houvesse isso, a cauda correria o risco de ser esmagada pela carapaça. 

Na maioria das espécies, o macho costuma possuir uma cauda mais comprida e grossa, enquanto as fêmeas têm uma cauda mais curta e fina. Ainda assim, há a chance de haver uma confusão do tamanho entre os sexos, uma vez que as características podem variar entre as espécies. 

Olhe as garras

Em geral, as patas dianteiras das fêmeas são mais curtas, grossas e têm o comprimento igual aos dedos dos pés. Por outro lado, as garras das patas dianteiras dos machos são mais longas se compararmos com as das fêmeas. 

Na realidade, o macho necessita de suas garras longas e afiadas para a hora do acasalamento e nos momentos de luta, conquista e defesa de seu território.  

Conheça a espécie

Como tutor, fique atento à espécie à qual a tartaruga pertence. Por que? Há determinados aspectos que vão ajudar a diferenciar macho ou fêmea. 

Para se ter uma ideia, existem tipos de tartarugas, como as que são de água ou de terra. Ambas têm particularidades, como carapaças lisas ou rugosas, assim como ter ou não membranas entre os dedos para o nado. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário