Flores de corte: 15 espécies incríveis para conhecer

Compartilhar:


Lavanda

As flores de corte são chamadas assim porque duram bastante tempo mesmo depois de terem sido removidas da terra. Existem diversas espécies lindas, com cores e formatos diversos, que fazem muito sucesso em arranjos e buquês especiais.

Por isso, neste artigo vamos falar sobre algumas das principais flores de corte para arranjos para que você escolha as mais bonitas em uma floricultura ou mercado de flores, e dar dicas para você que deseja cultivá-las na sua própria casa.

Quais são as flores de corte?

Uma flor para recortar é aquela que não murcha rapidamente quando retirada do substrato. Ou seja, com a poda correta, ela dura por diversos dias. Assim, você pode colocá-la em um jarro com água para fazer um arranjo, ou mesmo como parte de um buquê, por exemplo.

Existem diferentes tipos de flores de corte. Vamos ver a seguir alguns dos mais conhecidos e que cuidados você precisa ter com cada um.

1. Helicônia-papagaio

Helicônia-papagaio

Essa planta arbustiva é excelente para jardins de plantas tropicais. Isso porque ela pode ser cultivada junto a muros e cercas, desde que receba bastante luz do sol e tenha acesso a um solo bem fértil – mas não esqueça de mantê-lo úmido!

2. Crisântemo

Crisântemo

Provavelmente essa é a flor de corte mais popular no Brasil. Com várias cores e formatos, as flores podem ser simples ou dobradas. Contudo, para cultivá-la em casa, é preciso investir em um ambiente com iluminação e temperatura adequadas às variações do ambiente ao longo do ano. Além disso, é importante garantir terra de qualidade e irrigação na medida certa.

3. Calêndula

Calêndula

Além do uso em arranjos, serve também para fins medicinais e até culinários. Para cultivá-las em casa, garanta espaço a pleno sol, terra de jardim e vegetal misturadas e regas constantes.

4. Astromélia

Astromélia

Bastante presente nos buquês e arranjos de casamentos, essa flor de corte pode ser de diversas cores. Seu cultivo depende de sol pleno ou meia sombra, solo fértil e ligeiramente ácido, matéria orgânica e irrigação regular.

5. Antúrio

Antúrio

Costuma estar presente em arranjos internos onde há pouca iluminação, mas não deixa nada a desejar em espaços ao ar livre. Precisa ser regado com frequência, gosta de meia-sombra, substratos ricos e de matéria orgânica.

6. Copo-de-leite

Copo de leite

De um modo geral, é mais fácil encontrá-lo na cor branca, tradicional. Contudo, graças a cruzamentos controlados, atualmente é possível encontrar essa espécie em outros tons. Ademais, suas folhas são muito vibrantes e dão excelentes resultados em arranjos ornamentais. Precisam de solos úmidos e ricos e gostam de pleno sol ou meia-sombra para crescer.

7. Cravo

Cravo

As bordinhas recortadas e únicas do cravo dão a essa flor um excelente lugar na lista das mais procuradas para arranjos e buquês. Existem várias cores, como branco, amarelo, vermelho e rosa. Para cultivar, prefira pleno sol ou meia-sombra, solo fértil e regas regulares.

8. Crista plumosa

Crista plumosa

Essa flor, que parece ser peluda, é formada por diversas florzinhas miúdas que garantem esse aspecto. Para que cresça plenamente, precisa de sol, terra bem fértil, sem excesso de água e enriquecimento de matéria orgânica.

9. Dália

Dália

Disponível em diversas cores e tamanhos, é uma flor lindíssima que torna qualquer arranjo único. Seu cultivo depende de sol pleno e regas constantes, e os resultados em jardins externos, especialmente durante a floração no verão, são maravilhosos.

10. Estrelítzia

Estrelítzia

Essa espécie floresce o ano todo, especialmente no verão. Com visual que para alguns se parece com um pássaro beijando uma flor, seu cultivo é fácil e ela precisa de pouca manutenção. Além disso, tolera bem o vento e ela pode ser plantada de forma isolada ou em grupos.

11. Alpínia

Além de ser uma das principais flores para corte, também é considerada uma planta rústica. Seu cultivo precisa ser feito em sol pleno ou meia-sombra, com solos ricos em matéria orgânica e regas regulares. No entanto, ela não tolera as temperaturas mais baixas.

12. Gloriosa

Gloriosa

Essa planta do tipo trepadeira oferece flores lindas e muito diferentes, que brotam de maneira solitária. Ela se desenvolve muito bem no calor e o cultivo pode ocorrer também em vasos. Contudo, o solo deve ser sempre drenado, com regas regulares, mantido em sol pleno ou meia-sombra.

13. Protea

Protea

Após a poda correta, elas duram bastante, mesmo em comparação com outras flores de corte. O solo para cultivar essa planta em casa deve ser arenoso e bem drenado, com pH ácido.

14. Mosquitinho

Mosquitinho

A gipsofila, mais conhecida como mosquitinho, véu de noiva, cravo do amor ou branquinha, é uma flor de corte geralmente utilizada para preencher e complementar arranjos feitos com outras espécies. Muito delicada e bonita, floresce durante o verão, especialmente nos lugares onde a temperatura é mais alta.

15. Anastasia

Anastasia

Essa flor de corte foi criada em laboratório por uma empresa holandesa. Apesar de se parecer bastante com o crisântemo, ela não possui perfume. Seu cultivo necessita de solo bem drenado e rico em húmus, além de muita luz todos os dias. Contudo, as regas podem ser mais espaçadas.

Quais flores duram o ano todo?

Gerânio

Algumas espécies florescem durante o ano inteiro, se tornando ótimas escolhas para quem quer manter a casa bem colorida todos os dias. Conheça algumas espécies lindas, que certamente vão dar ao seu lar um charme único:

  • Begônia;
  • Lavanda;
  • Maria-sem-vergonha;
  • Bela manhã;
  • Gerânio;
  • Verbena;
  • Primavera;
  • Manacá;
  • Helicônia;
  • Cambará.

Como cultivar flores de corte?

Como você pode ver, cada tipo de flor de corte tem necessidades diferentes com relação às características do solo, à frequência das regas, à intensidade de iluminação e à temperatura do ambiente.

Caso você queira iniciar o cultivo de flores de corte em casa, seja para montar seus próprios arranjos, para presentear alguém ou até mesmo vendê-las, escolha espécies que combinam bastante com o ambiente que você tem. Considere os fatores que já mencionamos e também o espaço, visto que algumas podem ser cultivadas em vasos, mas outras não.

Em seguida, pesquise mais profundamente sobre as espécies escolhidas. Na Cobasi você encontra todo o material necessário para cuidar do jardim, desde vasos e cachepôs até substrato e ferramentas. Confira nosso site e app ou faça uma visita a uma de nossas lojas físicas!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário