Gato estressado: sintomas e dicas para relaxar o pet

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Os felinos são animais tranquilos, mas um gato estressado deixa claro que não está se sentindo bem em determinado espaço ou diante de uma situação atípica. E o que o bichinho faz para demonstrar sua insatisfação e descontentamento? É o que você vai descobrir neste artigo!

Vamos falar sobre os sintomas de gato estressado e como acalmar o animal em um cenário como esse.

O que deixa um gato estressado?

Existem duas coisas que um felino não abre mão: rotina e bem-estar físico. Ou seja, se o gatinho se depara com uma nova realidade ou está com problemas de saúde, ele pode sim apresentar um quadro de estresse.

Sendo assim, é bom entender melhor quais são as situações que deixam um gato estressado e que é bom evitar ou pensar em alternativas para minimizar as alterações psicológicas no seu amigo.

A primeira delas são as mudanças, pois os felinos não gostam de nada fora do lugar ou novos ambientes. Desta forma, pode considerar situações de estresse para o bichano: mudança de casa ou móveis no ambiente, troca da ração, novos membros na família, mudar a caminha ou comedouro dele em um novo lugar.

Por outro lado, temos os desconfortos físicos que podem gerar estresse no pet, entre eles, o aparecimento de pulgas e carrapatos, que incomodam com as suas picada e a coceira.

Como saber se seu gato está estressado?

Um gato, por mais que não seja tão expressivo como o cachorro, demonstra de algumas formas que está irritado. Então conheça os sintomas de gato estressado, assim, ao observar mais de um comportamento alterado, vale levá-lo ao veterinário:

  • Marcação de território, o famoso spraying;
  • Urinar fora do banheiro sanitário;
  • Diarreia ou vômito;
  • Falhas e queda de pelo;
  • Comportamento agressivo;
  • Miados prolongados;
  • Se lamber constantemente;
  • Se coçar com maior frequência.

4 dicas para um gato estressado acalmar

E claro, vamos de dicas! Se o seu pet está passando por um momento delicado, não se esqueça de consultar um especialista para reverter o quadro, pois um gato estressado pode ficar até doente por conta da queda na imunidade.

1 – Gatificação

A primeira dica para deixar o bichinho se sentindo à vontade em casa e diminuir as chances de um estresse desnecessário é apostar na gatificação. Para aprender mais sobre a técnica, é só ler este post sobre como gatificar a sua casa apostando em arranhadores e prateleiras.

2 – Catnip

Outra sugestão é oferecer a erva do gato, conhecida como catnip, para o animal desestressar. A substância, que é segura para os felinos, é ótima para aliviar o estresse deles.

3 – Limpeza

A limpeza é um ponto importante para os bichanos, então é fundamental que o bebedouro e comedouro estejam sempre limpos, aliás, aposte em uma fonte de água para gato, eles adoram!

4 – Calmantes

Por fim, se estiver planejando mudar de casa, arrumar um outro animal de estimação ou viajar com o pet, leia mais sobre produtos calmantes. Eles são usados para acalmar um gato estressado por conta de mudanças na rotina.

Então é isso! O lado psicológico do seu amigo é tão importante quanto o lado físico, por isso esteja sempre de olho nas alterações de comportamento.

E se precisar da ajuda de um veterinário, lembre-se que temos um centro especializado na Cobasi, o Spet, que conta com profissionais qualificados e prontos para te auxiliar.

Vem ler mais sobre felinos! Temos outros conteúdos do blog para você:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário