Gato pode comer mel? Saiba mais!

Compartilhar:


Sejamos sinceros: não existe vida totalmente feliz e alegre sem ter um pouco de doce. Um dos aperitivos que estão há séculos nas nossas vidas é o mel. Ele pode ser consumido com frutas, sobremesas ou até ser ingerido sozinho. Não temos dúvida de que ele é uma delícia e que, se consumido na quantidade certa, pode fazer muito bem para nós. Mas a pergunta que deveríamos fazer é: o gato pode comer mel também?

Pois é, quem tem um felino em casa sabe que eles são mais que animais para companhia, são como membros de nossas famílias, não é mesmo? Por isso, é tão importante tomar cuidado com o que ele pode consumir, uma vez que, se ingerir algum alimento tóxico, pode acabar passando mal e ir parar no hospital veterinário.

O ideal é que você leve seu pet até o veterinário para que ele fale qual o melhor alimento complementar para seu felino. Agora, se você está em dúvida se o mel está na lista de alimentos proibidos para gatos, continue a leitura deste artigo! Vamos nessa?

Gato pode comer mel? 

A verdade é que muitos tutores querem ir além de só dar ração de qualidade para seus felinos. É importante que, antes de decidir colocar algo complementar na dieta, você verifique com um veterinário quais são os melhores alimentos. O mel, por exemplo, não é tóxico, mas ainda assim não é uma opção viável para gatos.

Nunca, em hipótese alguma, ache que nossa dieta vale para os animais. Eles precisam de outros cuidados e atenções que não são iguais aos nossos. Por isso, se você quer saber se o mel entra na lista de alimentos que gatos não podem comer, a resposta é sim! Eles não podem ingerir esse tipo de alimento. O indicado é procurar um petisco mais seguro para seu pet. 

Conheça os perigos do mel

É bem verdade que o mel não é um alimento tóxico para os gatos. Apesar disso, ele está longe de ser recomendado. Há diversos prejuízos que a ingestão do mel pode causar. Abaixo, separamos os principais perigos:

  • Alto valor calórico: uma colher de mel possui muitas calorias. No caso dos gatinhos, é um ganho calórico vazio, já que o mel possui poucas substâncias que os bichanos podem aproveitar. 
  • Sabor doce: conforme explica a Dra. Luiza, os gatos não sentem o sabor doce. “Eles ainda podem se sentir atraídos pela textura do alimento”, ela comenta. Mas como a doçura é justamente o que torna o mel especial, não faz sentido oferecê-lo para seu pet, não é mesmo? 
  • Textura pegajosa: a textura do mel é um pouco grossa e pegajosa, e isso pode ser prejudicial para os felinos. Os órgãos deles são muito pequenos, especialmente na região da garganta. Para eles, o mel pode ser difícil de engolir, especialmente se seu gato ainda for filhote. 

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário