Gato pode comer sardinha? Saiba como alimentar o felino

Compartilhar:


Você já deve ter visto em filmes ou séries que gatos e peixes costumam ser grandes parceiros, principalmente quando o felino precisa se alimentar disso. Eles são fãs de peixes e isso não é novidade para ninguém. Mas o que poucos questionam é se, de fato, o gato pode comer sardinha

É muito importante que o tutor fique atento ao que o animal está comendo e analise todos os ingredientes que o pet irá ingerir. Isso porque existem aqueles que podem oferecer algo ruim para gato e ter que levá-lo direto ao hospital veterinário.

Aposto que agora sua cabeça deve estar cheia de questionamentos do tipo: “mas gato pode comer sardinha em lata?”. Bom, fique tranquilo que o blog da Cobasi vai sanar suas dúvidas. Continue a leitura para saber mais!

Gato pode comer sardinha? 

Já é quase certo que, ao perguntarmos se gato pode comer esse tipo de alimento, a resposta será um sonoro sim! Isso porque, de fato, os gatos gostam de sardinha e peixes no geral. A questão é que nem tudo que gostamos faz bem para nosso organismo, não é mesmo? Com eles, é a mesma coisa. Portanto, esse tipo de alimento não é indicado.

De modo geral, os peixes não fazem parte da dieta natural dos bichanos. Dessa forma, mesmo que o gato queira comer uma sardinha, o mais indicado é evitar esse tipo de alimento. Então, que fique claro quando alguém perguntar se pode dar sardinha para gatos: a resposta é não!

Conheça os perigos da sardinha

Agora que você já sabe que esse tipo de alimento não é recomendado para gatos, é importante saber os perigos que ele causa. Dar sardinha enlatada para gatos não é uma boa ideia, pois ela possui alto teor de sódio. E sabemos bem que o consumo excessivo deste tipo de alimento é bastante prejudicial para os animais.

Além disso, não existe sardinha para gatos. Normalmente, elas são feitas para humanos, por isso, vêm temperadas. Lembre-se de que temperos são altamente tóxicos para os gatos.

Por fim, respondendo se gato pode comer sardinha: não é recomendado por nenhum veterinário. Mas fique tranquilo, há maneiras de variar no cardápio do animal sem precisar acrescentar peixe em sua rotina. Confira a seguir.

Alimentos indicados para os felinos

Não tem para onde correr: as rações são as principais fontes de alimentação para esse tipo de pet. Portanto, ela precisa ser a base da dieta. Apesar disso, há como colocar petiscos durante a alimentação como alimento complementar.

Os melhores tipos são aqueles desenvolvidos especificamente para os gatos. Isso porque eles são fabricados por especialistas, então contam com a máxima qualidade e segurança. Além disso, contêm todos os nutrientes que os bichanos precisam.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário