Será que gato preguiçoso é normal?

Compartilhar:


Gato preguiçoso

Dizer que um gato é preguiçoso parece uma contradição. Afinal de contas eles são exímios caçadores, extremamente ágeis e excelentes saltadores. Como um animal esguio e rápido como um gato poderia ser preguiçoso?

Porém, quem convive com esses peludos sabe que eles adoram ficar estirados nas caminhas tirando longos cochilos, só acordando para se lamberem ou se esticarem um pouco. E olha que tem gato por aí que nem isso gosta de fazer. 

Mas será que o gato preguiçoso é a condição normal da espécie? Ou será que os bichanos ficam assim por outro motivo? Para responder a essas perguntas, primeiro vamos entender porque os gatos gostam tanto de um descanso.

Comer, dormir e ser feliz

Os gatos amam um bom sono. O normal é que um felino doméstico gaste entre 12 e 16 horas do dia simplesmente dormindo. E isso tem dois motivos.

O primeiro deles é que os gatos são carnívoros. Animais carnívoros precisam tanto de energia para as caças, quanto de tempo para digerir o alimento. Por isso dormem sempre que possível.

O segundo motivo é que os gatos são animais de hábitos noturnos. Por isso, o mais provável é que eles passem o dia cochilando e as noites brincando de caçar insetos ou de pular nas camas dos tutores.

Contudo, não podemos esquecer que existe também um componente genético. Algumas raças como o Persa, Selkirk Rex, Scottish Fold, Ragamuffin, Maine Coon e Brimanês são naturalmente mais preguiçosas.

Gato preguiçoso ou gato triste?

Mas existe uma diferença que é sutil em casos leves e óbvia em casos graves: preguiça não é sinônimo de apatia. Porém, como saber quando estamos diante de um gato preguiçoso ou de um gato deprimido e apático?

A primeira coisa é lembrar que os gatos não são só preguiçosos, mas são também muito curiosos. Por maior que seja a preguiça, um brinquedo novo ou uma ração gostosa deveriam despertar o interesse dos bichinhos.

Porém, quando o gato não liga para petiscos, brincadeiras ou novidades, então é bom prestar atenção. Se não estiverem em ambiente adequado e levando um estilo de vida saudável, os gatos podem sofrer bastante.

É razoavelmente comum gatos estressados, angustiados e até mesmo deprimidos por viverem uma vida pobre em acontecimentos e experiências. Quando isso acontece, os bichinhos podem querer ficar sempre escondidos e perder o interesse em tudo. Não é preguiça, é apatia.

O que fazer com gato apático?

Um gato preguiçoso que não brinca nem interage é um gato com problemas. Caso o quadro se estenda muito o animal pode ganhar peso e desenvolver novas doenças. Se perceber que seu gato está mais preguiçoso que o normal é bom ligar o sinal de alerta.

Um sintoma preocupante é quando o animal chega a ficar desleixado. Gatos são animais muito asseados e vivem se lambendo para manter os pelos limpos e brilhantes. Quando a preguiça é tanta que nem os banhos mais despertam o interesse do pet então o sinal é preocupante.

Tente oferecer novidades e experiências ricas para o seu bichinho. Um gato preguiçoso pode ser somente um gato entediado. Brinque bastante com ele e dê petiscos para agradá-lo. Se nada tirá-lo da letargia, procure um veterinário para uma avaliação do estado de saúde do animal.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário