Gatos com FeLV podem conviver com outros gatos? Descubra!

Compartilhar:


Gatos com felv podem conviver com outros gatos

Os gatos são animais fofos, carinhosos e independentes, mas infelizmente não estão isentos de sofrer com problemas de saúde. A FeLV é um exemplo de doença grave e muitos tutores questionam se gatos com FeLV podem conviver com outros gatos.

Para ajudar, o Blog da Cobasi preparou um artigo para você saber tudo sobre a FeLV em gatos e descobrir se gatos com FeLV podem conviver com outros gatos. Confira abaixo!

O que é FeLV em gatos?

A FeLV, também conhecida como leucemia felina, é uma doença que acomete exclusivamente os gatinhos e gera muito sofrimento para o pet.

A enfermidade é causada por um vírus da família Retroviridae e diminui a resposta imunológica do bichinho.

Com a imunidade do felino afetada, a FeLV em gatos abre caminho para o desenvolvimento de outras infecções, como toxoplasmose, micoplasmose hemotrópica e linfomas.

A FeLV tem cura?

Infelizmente, não existe cura para a FeLV. Após o diagnóstico da doença, o animalzinho pode vir a óbito em meses ou anos. O tutor, no entanto, consegue prolongar a vida do gatinho ao proporcionar uma rotina saudável e tranquila.

É importante seguir à risca o tratamento para FeLV e realizar acompanhamento veterinário frequentemente, posto que o especialista é capaz de identificar problemas secundários, ajudando a evitar a piora do quadro do pet.

Como identificar a FeLV em gatos?

Os sintomas da FeLV são variados e causam muito sofrimento para o animalzinho. Abaixo, veja os sinais que podem indicar que seu amiguinho está contaminado:

  • anorexia;
  • febre;
  • perda de peso;
  • estomatite;
  • gengivite;
  • desidratação;
  • apatia;
  • neuropatias.

Caso o bichinho apresente os sintomas acima, não perca tempo e procure um veterinário. Apenas o especialista pode confirmar o diagnóstico e apontar qual é o caminho ideal para que o gatinho viva da melhor forma possível.

Após a avaliação do profissional, diversos exames podem ser solicitados para o diagnóstico correto, como ELISA, hemograma completo, PCR, entre outros.

Gatos com FeLV podem conviver com outros gatos?

Se você está se perguntando se gatos com FeLV podem conviver com outros gatos, saiba que a leucemia felina é altamente contagiosa.

Mas será que gatos com FeLV podem conviver com outros gatos? Infelizmente, os bichinhos diagnosticados com a doença precisam se isolar dos outros gatinhos.

Caso o tutor tenha outros felinos em casa, é essencial separar os comedouros, os bebedouros e as caixas de areia, a fim de evitar a contaminação dos demais pets.

E não se esqueça de cuidar muito bem da alimentação do gato, tá? O animalzinho com FeLV exige atenção redobrada e você deve seguir todas as orientações do veterinário corretamente.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário