Hamster transmite doença? Tire suas dúvidas

Compartilhar:


descubra como saber o sexo do hamster

Uma das principais dúvidas sobre roedores é se o hamster transmite doença, afinal, existe uma ligação entre os ratos que vivem na rua com o bichinho, porém essa comparação é bem injusta, ainda mais em relação à sujeira. O hamster é um animal limpo de natureza e ainda está sempre se higienizando através de lambidas, por exemplo.

Saiba mais sobre este pet e alguns mitos em relação aos cuidados com esse animal de estimação.

Afinal, o hamster transmite doença?

Por mais que os roedores sejam seres limpos, um hamster transmite doença em alguns casos, sendo eles, bem raros. Uma das patologias é a leptospirose, que é causada pela bactéris Leptospira e que pode ser transmitida por diversos animais, inclusive os roedores. Porém, a doença só se espalha caso o bichinho esteja portando a bactéria.

Outra preocupação é a salmonelose, uma espécie de parasita que age no trato intestinal. Por fim, a coriomeningite linfocitária também é uma zoonose, ou seja, que os animais conseguem transmitir para humanos, e os roedores são um dos agentes.

Os principais cuidados para não correr riscos

A transmissão de qualquer doença ocorre através do contato com as bactérias ou vírus, então a higienização é fundamental. E não pense que apenas um hamster transmite doença, pois outros animais, como cachorros e gatos, também estão suscetíveis a este cenário.

Entretanto, veja algumas dicas específicas para cuidar do seu roedor e da saúde dele.

Sempre lave as mãos depois do contato

No final de toda brincadeira, manuseio do bichinho ou contato com ele, considere lavar suas mãos com um sabão neutro, de forma que qualquer bactéria presente vá embora. Pode ser que uma vez ou outra você esqueça, mas a recomendação é fazer desse cuidado um hábito, assim se esquecer dele será muito difícil.

Evite certas atitudes quando estiver com ele

Na lista de atenção também entram outros momentos do dia, como a hora de comer, pois não é recomendado consumir comidas ou bebidas perto do bichinho. No geral, não é higiênico, pois com certeza você vai colocar a mão na boca.

Mantenha a higiene da gaiola em dia

Outra questão importante é em relação a casinha do seu amigo. Além de limpar o comedouro com frequência, trocar a água diariamente, e também o espaço das necessidades do pet, é fundamental higienizar a gaiola do hamster duas vezes por mês.

Faça visitas ao veterinário

O primeiro passo depois que estiver com o seu pet é levá-lo ao veterinário para um check-up completo, assim você tem um histórico da saúde dele para acompanhar. No mais, a recomendação é sempre dar preferência para lojas de confiança na hora de adquirir seu amigo, assim você sabe a procedência da criação e tem garantia que ele está saudável.

Um hamster transmite doença só se não for bem cuidado

hamster transmite doença

A companhia de um animal de estimação requer atenção, e no caso de um hamster, você deve se preocupar com o local que ele vive, mas também em oferecer uma alimentação para roedores de qualidade, água fresca, brinquedos para o bichinho se distrair e reservar um momento diário para interagir com ele.

É se certificando de todos esses pontos que você tira suas preocupações se o hamster transmite doença ou não. De qualquer forma, se perceber que o pet não está bem ou se ele apresentar mudanças de comportamento, procure um médico veterinário para ver se está tudo bem.

Gostou de aprender mais sobre o hamster? Continue lendo sobre roedores:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Cristiane disse:

    Eu tenho dois cachorros e uma gata, as vezes minha hamster as vezes faz xixi pra fora da gaiola, meus outros pets correm algum risco, se por ventura lamber essa urina?
    Desde já agradeço, fique com Deus.

    • Cobasi disse:

      Olá, Cristiane. Como vai? Não é remendável que os outros animais façam isso, mas se a sua hamster foi adquirida em um criador autorizado, ela é saudável.

Deixe o seu comentário