Hepatomegalia em cães: você sabe o que é?

Compartilhar:


hepatomegalia em cães

A hepatomegalia em cães é uma doença caracterizada pelo aumento do tamanho do fígado. No entanto, esse aumento pode ocorrer por diversas causas, como a intoxicação por ingestão ou por hereditariedade.

Embora as doenças no fígado do cachorro possam ser bem comuns, é necessário o tutor estar atento e levar o pet ao veterinário para buscar um tratamento. 

Para te ajudar, preparamos este texto com a ajuda de Joyce Aparecida dos Santos Lima, veterinária do núcleo de Educação Corporativa da Cobasi. Aqui falaremos um pouco mais sobre a hepatomegalia em cachorro, como prevenir e tratar essa patologia. Então, vamos lá?!

Saiba mais sobre doenças de fígado

“A hepatomegalia é o aumento do tamanho do fígado. Por si só, a hepatomegalia não é uma doença, mas sim o sinal de que algo de errado está acontecendo, ou seja, que há alguma enfermidade gerando esse aumento”, explica Joyce.  

O fígado é um órgão muito importante para o organismo, afinal, ele é responsável por eliminar as toxinas do corpo – e com os cachorros isso não é diferente. 

Além disso, o órgão atua metabolizando gorduras, proteínas e vitaminas, por isso acaba sendo um órgão que sofre muito com a ação de medicamentos de uso prolongado. 

No entanto, existem algumas infecções e anomalias que podem atingir o órgão. São as doenças hepáticas, que podem ser de origem hereditária ou pela ingestão de medicamentos e toxinas, como plantas venenosas. 

No caso da hepatomegalia, o fígado tende a aumentar de tamanho. Contudo, em alguns casos o inchaço do fígado pode ocorrer devido a alguma outra doença, como a hepatite, e levar o pet a ter uma insuficiência hepática.

Doenças que podem causar hepatomegalia canina

“As principais causas são hepatite (inflamação do fígado), alguns tipos de tumores e lesões no fígado. Por ser um órgão com alta capacidade de regeneração, é importante frisar que quanto antes o animal for atendido, melhor e mais favorável será o seu prognóstico”, afirma Lima. 

Conheça outras razões que podem causar o surgimento dessa patologia:

  • dieta desequilibrada;
  • infecção bacteriana;
  • trauma na região;
  • uso de medicamentos;
  • substâncias nocivas no meio ambiente (plantas, produtos de limpeza);
  • inflamações por doenças (cinomose, hepatite, cirrose);
  • obesidade;
  • diabetes.

Quais são os sintomas da hepatomegalia em cães?

A hepatomegalia pode ser discreta em cães, portanto é importante estar sempre atento aos sinais clínicos que o animal demonstra. As doenças de fígado costumam ser assintomáticas no primeiro momento, demonstrando sinais apenas em casos graves. 

Por isso é fundamental promover um acompanhamento veterinário frequente a fim de identificar doenças de maneira precoce. 

Conheça alguns sintomas da hepatomegalia canina:

  • desânimo, falta de interesse em brincar;
  • cansaço;
  • perda de apetite;
  • perda de peso;
  • diarreia ou vômitos;
  • sede em excesso;
  • urina alaranjada;
  • fezes cinza pálida;
  • arritmia cardíaca.

Qual o tratamento e prevenção para a hepatomegalia em cães?

hepatomegalia em caes

O tratamento para as doenças hepáticas é muito importante, afinal, o fígado é o único órgão capaz de uma regeneração completa. Portanto, ao suspeitar de doença hepática, consulte o veterinário.

O tratamento e a prevenção da doenças podem ser realizados da mesma maneira, isto é, a partir de mudanças alimentares. Sendo assim, ofereça uma dieta rica em vitaminas e pobre em gorduras, à base de uma ração seca de qualidade

Durante os sinais mais graves da doença, remédios para hepatomegalia podem ser indicados para tratar a causa, seja ela uma infecção bacteriana ou por intoxicação. 

Além disso, esteja atento à data de vacinação dos filhotes e não se esqueça de fazer o reforço em pets adultos. 

Joyce Lima

Colaboração de Joyce Lima

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Luiz Abrantes disse:

    Muito obrigada, esse texto foi muito esclarecedor pra mim.
    Muito obrigada mesmo.

Deixe o seu comentário