Para que serve itraconazol para cachorro?

Compartilhar:


Veterinário dando itraconazol a cachorro

Você sabe o que é um antimicótico de amplo espectro? É nesta categoria que o Itraconazol para cachorro se encaixa. Em outras palavras, ele é um medicamento para tratar de diversas infecções por fungos e leveduras.

Não é nada incomum que gatos e cachorros tenham algum problema de pele ao longo da vida e, por isso, é importante conhecer os sintomas, como tratar e a hora de procurar um médico-veterinário.

Como os fungos atacam?

Antes de saber mais sobre o Itraconazol para cachorro, é importante compreender como os fungos e as leveduras agem na pele dos animais.

Seja por complicações de feridas, pela inalação de esporos no ar ou por alimentos contaminados, cães e gatos estão sujeitos a infecções por fungos ou leveduras. 

Essas doenças são sérias e podem causar desdobramento inclusive a seres humanos. É o caso, por exemplo, da esporotricose, uma infecção fúngica muito agressiva que acomete tanto os pets e até humanos.

O problema das infecções fúngicas é que elas podem se tornar recorrentes e crônicas. Dessa maneira, a dificuldade em eliminar totalmente o patógeno do organismo pode fazer com que o animal sofra repetidamente com esse tipo de infecção.

A vantagem do Itraconazol para cachorro e gato é justamente ser um antifúngico de amplo espectro, ou seja, ele age contra diversos tipos de fungos e leveduras que podem parasitar a pele e o organismo dos animais. Por isso este medicamento é indicado para uma ampla gama de doenças micóticas.

Apesar de ser uma ótima opção para tratamento, o Itraconazol para cachorro nunca deve ser administrado sem a orientação de um médico-veterinário.

Como o Itraconazol para cachorro funciona?

Itraconazol atuando em nível celular

O Itraconazol para cachorro atua diretamente na estrutura celular dos fungos patogênicos instalados no organismo dos animais. O medicamento inibe a síntese de ergosterol, um esteróide que é fundamental para o funcionamento da parede celular dos fungos.

É o ergosterol quem regula a porosidade da membrana celular. Assim, ao interromper a síntese desse composto, o Itraconazol impede a regulação da homeostase celular do patógeno em relação ao meio, o que leva à sua destruição.

Como usar Itraconazol em cachorro?

A administração do Itraconazol para cachorro é via oral e o medicamento é de rápida absorção. Contudo, se o seu pet não conseguir ou se recusar a engolir o comprimido, você pode misturar o Itraconazol com ração úmida ou um petisco. Seu bichinho pode achar essa experiência melhor e mais gostosa. 

O tempo de tratamento e a dosagem variam de caso a caso e de animal a animal. É o diagnóstico do veterinário que vai determinar a duração e a intensidade da administração de Itraconazol canino.

Porém não se esqueça: infecções fúngicas são sérias e difíceis de eliminar totalmente, por isso o tratamento com Itraconazol deve ser seguido à risca até o fim. A interrupção precoce do tratamento pode levar à seleção de fungos ainda mais resistentes aos medicamentos.

Quando não usar Itraconazol para cachorro?

Cachorro com doença de pele

Caso suspeite que seu pet está respondendo mal à administração do medicamento, procure imediatamente o veterinário. Embora apresente uma menor incidência de reações adversas, o Itraconazol para cachorro é um antifúngico potente, por isso acompanhe a evolução do bichinho durante todo o tratamento.

A administração de Itraconazol, contudo, é contraindicada durante a gestação e lactação. Caso você seja tutor de uma fêmea prenha que esteja sofrendo de infecção fúngica, procure o veterinário para entender como proceder no tratamento. É ele quem vai determinar o tratamento adequado. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário