Molinésia Negra: tudo sobre o peixe

Por Cobasi

Compartilhar:
Saiba mais sobre a Molinésia Negra

Você já ouviu falar da Molinésia Negra? Esse peixe garante uma fácil criação e adaptação, além de ser um dos preferidos e mais recomendados para quem quer ter o seu primeiro peixinho e não sabe por onde começar. 

A Molinésia Negra é capaz de viver até três anos, é bastante resistente e convive muito bem com outros peixes, sendo uma excelente opção para aquários comunitários.

Embora a Molinésia Negra seja facilmente criada em aquário, em um bom espaço, alimentação e cuidados, é importante saber algumas dicas.

Qual é a alimentação adequada da Molinésia Negra?

Esse peixe é onívoro, e para mantê-lo saudável é recomendado oferecer alimentos vivos e fontes de proteína vegetal para o complemento da dieta.

Ele gosta de comer algas marinhas picadas, artemia salina, microvermes, e pode até saborear o limo presente nas paredes e, no fundo do aquário. 

Além disso, saiba que a base da dieta do peixe deve ser ração específica. Ao comprar o seu peixinho, é legal pedir a ajuda de um especialista a respeito da ração correta e sobre as quantidades de cada porção. 

Como deve ser o aquário da Molinésia Negra?

Saiba que para garantir um espaço para a Molinésia Negra, a água deve estar entre 24°C e 28°C, mas de preferência manter em 27°C., além disso, o pH da água deve ficar entre 7.2 a 7.8.

É interessante que o substrato do aquário tenha um material alcalinizante, como dolomita ou conchas, para manter o pH nos níveis mais adequados.

Para garantir a qualidade de vida que o seu peixe tanto precisa, é importante manter o aquário limpo. Para saber quando é hora de fazer uma higienização, apenas observe as características e coloração da água. 

Quais equipamentos devo comprar?

Bombas e compressores são fundamentais para fazer com que a água circule pelo ambiente, ajudando a promover a oxigenação e, ainda, mantendo os microrganismos em equilíbrio.

Filtros também são de extrema importância para livrar a água de resíduos tóxicos e componentes químicos. E, para manter a temperatura da água, o termômetro será um grande aliado!

Já o termostato, estará encarregado de aquecer ou resfriar a água, conforme a temperatura do seu aquário. 

Lembre-se de que itens como enfeites, cavernas ou plantas bastante volumosas também serão muito bem-vindas!

É importante oferecer um local de proteção e segurança para os filhotes que, normalmente, são devorados pelos pais após nascerem. Por este motivo, nos primeiros dias de vida, os bebês gostam de ficar escondidos.

Como a Molinésia Negra se reproduz?

A Molinésia Negra se reproduz com rapidez e isso acontece, pois, o macho causa um estresse na fêmea durante as tentativas de fecundação.

Por este motivo é muito importante manter sempre um número maior de fêmeas do que machos.

Depois do acasalamento, a gestação completa dura de 28 a 40 dias, e todos os filhos já nascem prontos e desenvolvidos para viver no aquário.

Mas, atenção! É importante que você separe os filhotes dos outros peixes, pois eles são alvo fácil para os peixes maiores.

Gostou do conteúdo? Veja outros posts sobre peixes de aquário:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário