Musgo: planta decorativa e funcional para sua jardinagem

Compartilhar:


musgo dentro de vasos decorados

É provável que ao pensar no musgo você associe com lugares úmidos e de pouca sombra. E está certo! A planta, que caiu no gosto dos fãs de jardinagem, é ótima para melhorar a qualidade de vida de determinadas espécies de flores e folhagens. Porém, também é ideal para um toque a mais na decoração de vasos e terrários com cactos e suculentas.

Aprenda mais sobre o musgo e como usá-lo a seu favor nos jardins e outros espaços com plantas da sua casa.

O que é musgo?

O musgo é uma planta considerada briófita. De pequeno porte, é fácil achá-lo na natureza, até mesmo em lugares pouco tropicais. Eles crescem em inúmeros lugares, como troncos de árvores, rochas e direto no solo. Sua importância vai além da jardinagem, pois servem de alimento para bactérias e pequenos animais nos lugares que se encontram.

Por serem compostos por estruturas simples, os musgos não apresentam vasos condutores, flores ou sequer produzem as sementes. Seu corpo, o talo, é uma junção do rizoide, que não chega a ser uma raiz de verdade, o cauloide, uma espécie de haste, e os filoides, que são suas folhas.

Ah, e para terminar, não confunda o musgo com o fungo. O reino Fungi é composto por seres eucariontes, ou seja, que possuem uma estrutura complexa. É o caso dos cogumelos, bolores e leveduras. Os musgos não são nocivos, já determinados fungos podem causar problemas de saúde.

Onde encontramos a planta?

O musgo é encontrado facilmente pelas florestas, cobrindo as árvores. No entanto, eles também acham seu espaço em vasos de plantas, jardins ou mesmo em quintais e calçadas, entre os vãos do piso. 

A sua estrutura, que é simples, facilita a adequação em vários ambientes. Seus nutrientes são absorvidos através das folhagens, por isso também se dão muito bem em terrários. Aliás, por conta da sua composição e por não ter partes especializadas em levar a água para outras partes da planta, o musgo se mantém sempre baixo.

Para que serve o musgo?

Além de servir como um ornamento decorativo, a planta musgo também tem uma função nos vasos e arranjos variados: ajudar a manter a umidade, evitando regas em excesso. Ele é um ótimo substrato e facilita o cultivo de orquídeas, por exemplo, pois são flores que possuem raízes que adoram um ambiente úmido.

Quais são os seus tipos?

Acredite se quiser, mas são mais de 9 mil espécies de musgos espalhadas por aí. Contudo, essas plantas se dividem em três classes e nelas estão os diversos tipos de musgos. Sendo os grupos de base:

Musgos-de-turfeira: a principal característica são os filoides, ou seja, as folhas mortas que combinam com outras vivas, todas com perfurações amplas. Sendo assim, possuem melhor capacidade de absorver a água. O musgo esfagno é o mais procurado no cultivo de plantas carnívoras e as famosas orquídeas. Além disso, são usados para combustíveis e para fins medicinais.

Musgos-de-granito ou musgo rochoso: uma classe que ganhou esse nome por crescer em rochas graníticas ou rochas calcárias. Estes apresentam coloração verde escura, um tipo de castanho que puxa para o vermelho e um castanho escuro. São os mais resistentes e adaptáveis.

Musgos-verdadeiros: é o grupo com maior número de espécies e diversidade.

musgo em terrário de cactos e suculentas

Como cuidar de um musgo?

Apesar de serem componentes importantes para a proteção das árvores, solo e plantas, o musgo também pode ser cultivado dentro de casa. Além disso, cuidar do musgo pode ser mais simples do que imaginamos. 

Isso porque o musgo não é uma planta que precisa de muitos nutrientes, luz solar ou umidade em excesso. Além disso, o musgo não precisa de nenhum tipo de fertilizante. 

Sendo assim, para garantir que ele viva bem e saudável, basta pulverizar água sobre o musgo vivo algumas vezes na semana. Desta forma ele ficará úmido o suficiente para se manter. Eles até gostam de claridade, mas não deixe ele exposto a uma grande carga de energia solar. 

Como usar na jardinagem

Os musgos são ótimas opções de plantas para arranjos e vasos. Além de fáceis de cuidar, garantem umidade suficiente para as outras plantas e ficam lindos em decorações de jardins e ambientes internos. 

Veja algumas dicas de arranjos para fazer com o musgo e aproveitar da sua beleza e funcionalidade:

Terrário com musgo

Um terrário com musgo deve ser aberto ou fechado. Para isso, basta escolher um vaso de vidro e montar seu mini jardim. 

Para isso, coloque uma quantidade de pedras no fundo do recipiente, seguida de uma quantidade de carvão granulado e terra. 

Depois de escolher as plantas que irão compor seu jardim, coloque o musgo, espalhando gravetos, pedras e decorações, de forma que o terrário se pareça com uma mini floresta. O musgo também pode ficar sobre objetos maiores. 

Para que ele se fixe sobre as pedras e objetos, basta pressionar a planta. Caso o solo esteja fofo, apenas empurre-o para baixo. Para finalizar o terrário, borrife uma pequena quantidade de água sobre as plantas. 

É importante lembrar que o musgo vivo precisa de borrifos de água constantes. Sendo assim, verifique qual tipo é o melhor para o terrário, isto é, considere o musgo desidratado que não requer tanta água.

Arranjos com suculentas

Para quem gosta de suculentas, os musgos também podem compor belíssimos vasos decorativos junto com elas. E para fazer um arranjo desses é muito simples!

Basta escolher a suculenta de sua preferência e plantá-la em um vaso. Para isso, é necessário aplicar pedrinhas no fundo do vaso, uma vez que suculentas não necessitam de tanta água. As pedrinhas ajudam a fazer uma drenagem maior e melhor depois de uma rega.

Após as pedras, aplique o substrato adequado para a planta. Misturar um pouco de terra com areia ajuda a não reter tanto a água no solo, desta forma evita que a planta fique encharcada pelo excesso de líquido. 

Cave um buraco na terra e acrescente a planta. Com os dedos, empurre a terra ao redor da planta para garantir sua fixação ao solo. Feito isso, a recomendação é escolher a versão do musgo desidratado. Isso porque as suculentas não precisam de tantas regas. Desta forma, as espécies vivas vão acabar sentindo falta da água. 

Caso a terra esteja macia, o musgo pode ser colocado sobre a terra, basta empurrá-lo no solo. Para finalizar, é possível promover uma rega de leve, com a ajuda de um pulverizador

Musgo em vasos de orquídeas

Outra tendência na decoração com vasos de plantas são a aplicação de musgos nos vasos de orquídeas. 

As orquídeas são espécies de flores que se dão muito bem com musgos, especialmente porque eles ajudam a planta a se manter úmida sem a necessidade de receber tanta água. 

Para compor uma decoração com musgos, basta escolher a orquídea de sua preferência e acrescentar os musgos sobre o vaso. Nesses casos, os musgos mais secos podem dar uma aparência mais rústica para a decoração. Vale lembrar que o musgo esfagno é o favorito quando o assunto são orquídeas.

Agora que você já sabe como usar o musgo para decorar vasos e elaborar alguns arranjos, basta correr em uma das lojas físicas da Cobasi para garantir o seu e usar e abusar desta plantinha tão fofa.

Gostou dessas ideias de decoração com musgo? Aproveite para ver outras dicas de jardinagem no nosso blog:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

3 Comentários

  1. Walter Henrique Mascioli Junior disse:

    Gostei da aula sobre musgo e outros… Parabéns aos que elaboraram a matéria. Obrigado.

  2. Gislaine do Rocio Puquevis disse:

    Adoro terrários faço e sou fã a reportagem foi bem esclarecedora as pessoas que querem ter um robô ou uma profissão parabéns 👏👏👏👏👏👏👏👏 ameiiiiiiiiiiiiiiiii 👏🌹🥰🌹🥰🥰

  3. Jeannine disse:

    Gostei da ideia.minhas orquídeas e as “gordinhas”vão ganhar um presente.obrigada

Deixe o seu comentário