Natação para cachorro: benefícios do exercício e cuidados importantes

Compartilhar:


Husky adora natacao para cachorro

Você sabia que a natação para cachorro é um dos exercícios mais completos e divertidos para os pets? Além de fortalecer a musculatura com baixo impacto, ela ainda é uma atividade relaxante que colabora para a saúde mental do animal.

E tem mais: um cão que sabe nadar é pura fofura! Afinal, é impossível não esboçar um sorriso ao ver o bichinho com a cabeça erguida e as patinhas batendo na água.

Apesar de a natação para cães ter vários benefícios, a atividade também exige diversos cuidados. Por isso, continue a leitura e saiba tudo sobre esse esporte legal para cachorro!

5 benefícios da natação para cachorro

natacao para cachorro

A atividade física é sempre recomendada para manter os cães saudáveis e com o peso ideal, além de prolongar a expectativa de vida do animal. Quando o assunto é a natação para cachorro, os benefícios passam a ser ainda maiores, já que a água proporciona exercício com baixo impacto.

Vamos conhecer alguns dos principais benefícios dessa prática esportiva?

1.     Relaxamento e redução no estresse

A natação é conhecida por reduzir sintomas de ansiedade e estresse nos humanos, e a atividade gera os mesmos benefícios nos cachorros. Os cães se divertem muito na água, e cerca de 30 minutos se movimentando já é o suficiente para o pet estimular a produção de serotonina e trabalhar os músculos ao mesmo tempo.

2.     Melhora o condicionamento físico

A natação canina se destaca por ser um treino completo para o corpo do animal. A atividade melhora o condicionamento físico, pois trabalha o funcionamento musculoesquelético e metabólico. Além disso, atua na força muscular, na resistência cardiovascular, na flexibilidade e na resistência física.

3.     Músculos fortalecidos com baixo impacto

Para animais que apresentam problemas nas articulações, a natação é uma boa escolha para fortalecimento dos músculos sem causar um grande impacto nessas regiões.

Ideal para tratamento de traumas, doenças articulares e motoras, esse é um exercício muito utilizado para reabilitação e recuperação de movimentos dos cães. A atividade auxilia tanto filhotes que nascem com problemas motores como os adultos que precisam de fisioterapia após uma cirurgia, por exemplo.

4.     Ajuda na perda de peso

O baixo impacto e o alto gasto calórico transformam a natação para cachorro em uma ótima opção para os pets que estão com sobrepeso ou obesidade.

5.     Oportunidade de diversão do tutor e do pet

Vamos combinar: tomar um banho de piscina é tudo de bom durante o verão, certo? Então, assim como nós, humanos, gostamos, os cães também adoram. Por isso vale a pena ensinar natação para o seu pet, até porque o momento entre vocês será divertido e, além disso, vai ajudar a criar um laço ainda maior.

Faz bem o cachorro nadar?

natação para cachorro

Já sabemos que a natação para cachorro é uma atividade muito divertida, mas, além disso, ela é recomendada em algumas situações específicas. Confira as principais!

  • Filhotes e cães adultos com muita energia;
  • cães idosos que precisam de atividade de baixo impacto;
  • cães em reabilitação;
  • animais obesos e com sobrepeso;
  • animais com perda de musculatura;
  • pets com doenças cardiovasculares;
  • cachorros com doenças articulares e motoras.

Sendo assim, se o seu cachorro se enquadra em algum desses casos, procure um médico-veterinário e converse sobre a possibilidade incluir a atividade na rotina do pet.

Tipos de natação para cachorro

São duas as versões que funcionam bem para os animais, cada uma desenvolvida pensando na anatomia do cachorro e nos melhores exercícios e interações para ele.

A primeira delas é a natação recreativa para cães, ou seja, é um momento de descontração e atividades leves, como pegar uma bolinha que está na água ou alcançar outros objetos. Assim, não há um treino específico para este momento, afinal, o importante é o bichinho aprender a nadar e se divertir na água.

Por outro lado, temos a natação terapêutica, que nada mais é que aquela feita para tratar os traumas que já mencionamos. Esse tipo de exercício requer o acompanhamento ainda mais de perto de um fisioterapeuta, pois os movimentos devem ser pensados para a recuperação de um músculo.

Raças de cachorro que adoram água

O contato com a água é sinônimo de diversão para muitos cães, principalmente para raças que são nadadoras natas.

Confira a lista de cães que mais gostam de água e vão adorar a atividade:

  • Golden Retriever;
  • Labrador;
  • Airedale Terrier;
  • Cocker Spaniel;
  • Poodle;
  • Pastor Australiano;
  • Husky Siberiano;
  • Setter Irlandês;
  • Cão d’Água Americano;
  • Cão d’Água Português;
  • Terra Nova;
  • Lagotto.

Por outro lado, existem raças que precisam de um cuidado especial antes de cair na piscina.

Todo cachorro pode nadar?

pet praticando natação para cachorro

Sim! A atividade é saudável para todas as raças de cachorro, mas algumas delas exigem cuidados redobrados, em especial aqueles que são braquicefálicos.

Mas você sabe o que é braquicefalia? É uma anomalia genética comum em algumas raças de cachorro. Essa má-formação do crânio resulta no focinho mais curto, no nariz achatado e, consequentemente, em graves limitações respiratórias. Esses pets podem nadar, porém, devem ser acompanhados de perto por seus tutores. São eles os cães das raças:

  • Pug;
  • Pequinês;
  • Buldogue Francês;
  • Buldogue Inglês;
  • Shih Tzu;
  • Boxer;
  • Boston Terrier;
  • Lhasa Apso;
  • Maltês;
  • Cavalier King Charles Spaniel.

Além dessas, outras raças de cães também precisam de atenção especial na hora da piscina. Cães alongados e com patas curtas, como o Dachshund e o Basset Hound, podem ter dificuldade e se afogar. Portanto, se você é tutor de cães dessas raças, redobre a atenção!

Cuidados com um cão na piscina

natação para cachorro

Não são só os cães baixinhos ou braquicefálicos que precisam de cuidados na hora de nadar. Existem precauções para que a natação para cachorro só traga coisas boas à vida do pet.

Para começar, o cachorro nunca deve nadar sem a presença de um responsável. Mesmo sendo um exímio nadador, acidentes acontecem, por isso o tutor precisa estar pronto para ajudar. Se isso é importante na piscina, o cuidado se torna ainda mais essencial no mar, em lagos ou rios. Portanto, aposte em coletes salva-vidas para pets e reforce a segurança.

A atividade acabou, mas os cuidados continuam. Após a natação, é hora do banho, com produtos de higiene para cachorro. A atividade é importante para remover o cloro da pelagem ou então algas e areia a fim de evitar alergias e dermatites. Para completar, seque completamente o pelo do animal para evitar doenças causadas por fungos.

Por fim, lembre-se de que nem todo dia é dia de natação! Isso quer dizer que dias frios não são próprios para o animal entrar em contato com a água. Além disso, se o cão é braquicefálico, ou seja, possui focinho curto, uma condição que dificulta a respiração, é fundamental uma avaliação veterinária antes de investir em natação para cachorro.

Com certeza seu bichinho vai adorar brincar na água, mas sempre respeite os sinais de cansaço do cachorro. E caso ele não se sinta à vontade no lugar, vá com calma ou simplesmente aceite que não é a atividade preferida dele.

Contudo, além do cuidado durante a prática da atividade e após esse momento, é importante garantir que o pet vai saber nadar.

Como ensinar Golden a nadar?

Um cachorro só aprende a nadar através da prática. Assim, seja na sua casa ou em uma escolinha de natação, ele precisa treinar. Para isso, é importante não obrigar o animal e iniciar esta interação com a água aos poucos, com carinho. Cães que têm medo de água são cenários ainda mais delicados.

No caso do Golden Retriever, é possível que ele se jogue na piscina na primeira oportunidade. Sendo assim, a dica para o tutor é entrar com o pet na piscina e garantir que ele boie, ou seja, segure o animal com os braços deixando as patas livres para ele se movimentar. Quando sentir que o cachorro aprendeu os movimentos, é só soltar e aproveitar!

Natação para cachorro: preço

natação para cachorro na piscina

O valor pago em uma aula de natação para cachorro pode variar de um local para o outro. A atividade costuma ser feita em creches e hotéis para cachorro e pode estar inclusa na diária ou ser paga separadamente.

O valor também pode variar de acordo com o porte do animal, já que as hospedagens para pet costumam ter preços de acordo com o tamanho do pet.

Além desses espaços, o seu cachorro pode cair na água em uma piscina convencional e até na praia. Mas lembre-se: sempre com supervisão do tutor!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário