Orquídea vanda: dicas para cuidar bem da sua

Compartilhar:


Orquídea vanda: dicas para cuidar bem da sua

A orquídea vanda é uma das mais lindas plantas encontradas na natureza. Existem muitas espécies, cores, formatos e tamanhos de orquídeas, mas essa certamente se destaca pela maneira inusitada com que se dá o seu cultivo.

Nesse artigo vamos falar um pouco sobre a orquídea vanda, suas características e como você pode cuidar melhor da sua para que ela fique sempre linda e viçosa. Vem com a gente!

As raízes aéreas da orquídea vanda

As raízes aéreas da orquídea vanda

Antes mesmo de chegar na variedade, beleza e inúmeras cores das flores, a orquídea vanda já nos impressiona pela maneira com que é cultivada: suas raízes não são plantadas, nem tampouco ficam inseridas em jarros com terra: elas são aéreas, ou seja, a orquídea vanda é cultivada em suspensão, e suas raízes ficam pairando no ar. Incrível, não é?

Como não precisam de substrato para se desenvolver, o mais importante para a planta é que suas raízes estejam sempre livres, em espaços bem arejados. Para isso, você pode suspendê-las por barbantes, fios de nylon e outros suportes, desde que eles não impeçam o crescimento e a liberdade das raízes.

Como cuidar bem de uma orquídea vanda

Como cuidar bem de uma orquídea vanda

A essa altura você pode estar imaginando como é que se cuida de uma planta que não tem terra a ser regada, não é? Nós vamos te ajudar: a orquídea vanda é uma espécie natural da Tailândia, um lugar onde faz muito calor e que tem muita umidade no ar. Por isso, a melhor maneira de cuidar bem da sua plantinha é reproduzir, da melhor maneira possível, esse ambiente.

Para isso, regue as raízes da orquídea vanda com um bom regador. Coloque água o bastante a ponto de escorrer para o chão. Em seguida, borrife as folhas e flores, de maneira a mantê-la bem úmida, como seria encontrada na floresta.

O melhor lugar para posicionar a sua plantinha dentro de casa é aquele que recebe bastante iluminação indireta, ou seja, nada de sol forte batendo sobre ela. Não coloque a planta em locais onde há corrente de vento frio também, pois ela provavelmente irá perder suas folhas e há grandes chances de não florescer novamente.

Cultivo suspenso, jardim vertical e vasos decorativos

A beleza das flores é indiscutível, mas o charme da orquídea vanda está nas suas raízes abundantes e em suspensão. Por isso, a melhor maneira de ter essas verdadeiras obras de arte na sua casa é utilizando os suportes aéreos, que permitem que as raízes cresçam livremente.

Se preferir, você também pode colocar a sua em jardins verticais. Essas estruturas vêm ganhando cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo, especialmente nos casos em que as pessoas não possuem espaço para acomodar grandes vasos de planta ao redor da casa.

Uma última opção, que talvez torne a manutenção da orquídea vanda mais fácil em termos de rega, é a colocação do espécime escolhido em um vaso de vidro, que será puramente decorativo. Nesse caso, não é necessário colocar nada no vaso além de água e um adubo específico para a orquídea.

Seja como for, se você cuidar com carinho da sua orquídea vanda, temos certeza de que ela irá retribuir com todo seu esplendor, deixando sua casa ainda mais bonita e aconchegante. Boa sorte!

Saiba mais sobre orquídeas no nosso canal no YouTube:

Selecionamos outros artigos especialmente para você! Confira:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário