Peixe cascudo: a espécie conhecida como “limpador de vidro”

Compartilhar:


peixe cascudo

O peixe cascudo é um favorito entre os apaixonados por aquarismo. No total, são mais de 200 espécies por aí com tamanhos, cores e outras características diferentes. Além do seu corpo peculiar, o animal é conhecido por ajudar a manter a saúde do aquário, e é sobre este peixe que vamos falar hoje.

Conheça mais sobre sua espécie, beleza exótica e motivos para investir nesses seres na hora de escolher os habitantes do seu aquário.

Qual é o peixe cascudo?

Provavelmente você já viu um exemplar, e fica mais fácil recordar quando citamos as características físicas e comportamentais do animal. O peixe cascudo tem uma aparência sóbria, composta por cores que vão do cinza ao preto e branco, com olhos marcantes e carcaça dura.

Sua expectativa de vida varia de 10 a 15 anos, é naturalmente calmo, e seu comprimento fica em torno de 30 centímetros, alcançando até 50 centímetros.

Qual o comportamento deste peixe?

O cascudo é um animal de hábitos noturnos, personalidade tímida e gosta de se esconder em lugares mais reservados do aquário. É uma espécie de fundo que transita perto do chão, vasculhando pedrinhas e algas atrás de alimentos.

O que come o peixe cascudo?

Uma fama do peixe cascudo é de “limpar aquário”, pois na sua alimentação entram algas, possíveis resíduos nas pedras e limo. Entretanto, não pense que esta espécie se alimenta de sujeira

É importante oferecer nutrientes para o animal, as pastilhas de ração são específicas para peixes de fundo, por exemplo. Por fim, a noite é o melhor horário para complementar a dieta dessas criaturas.

Qual o melhor habitat para este animal?

O estilo de vida do peixe cascudo tem lá suas curiosidades, e aqui vamos falar um pouco sobre elas. A primeira é em relação ao alimento à disposição no aquário. As algas, musgos e limo são fundamentais para a espécie, tanto é que a falta de comida torna o cascudo um peixe hospedeiro. E se um exemplar chegar a se instalar em outro animal, é difícil retirá-lo.

A espécie não é briguenta, mas existem determinados peixes que não se dão bem com eles, como os Discos e Kinguios. Outras dica é deixar apenas um peixe cascudo dentro do aquário para evitar confusões por conta da disputa por comida, e em casos piores, pode acontecer canibalização entre eles.

Cuidados com o seu aquário

Por mais que o cascudo seja um animal que encontra no solo, algas, enfeites e paredes do aquário parte do seu alimento, auxiliando na limpeza do ambiente, a limpeza não é anulada. Sendo assim, se organize para limpar o aquário periodicamente utilizando limpador de esponja e sabonete neutro.

Em relação a água do recipiente, você deve trocar somente parte dela, e quando for acomodar os habitantes em um balde para cuidar da higiene, lembre-se de usar o líquido do aquário para evitar um choque térmico.

Gostou de aprender mais sobre esta espécie? Este é um dos peixes de fundo que os aquaristas adoram, visto que é um ajudante nato em relação a saúde do aquário como por sua aparência única e fácil manutenção.

Leia mais sobre aquários no nosso blog:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

3 Comentários

  1. Ashley disse:

    Eu só apaixonada por peixe

  2. José Carlos disse:

    Preciso doar um cascudo. Tenho kynghios e receio que os ataque.

Deixe o seu comentário