Quanto tempo vive um peixe beta e como saber se ele está doente

Compartilhar:


quanto tempo vive um peixe beta colorido

Quanto tempo vive um peixe beta varia conforme a qualidade de vida que você oferece para o animal, como por exemplo o aquário para peixe, alimentação e higiene da água. Um peixinho desta espécie pode inclusive viver de 3 a 5 anos em cativeiro.

Quanto tempo vive um peixe beta

Os pets aquáticos são procurados pelos cuidados serem mais fáceis que um cachorro ou gato por exemplo. No caso do peixe beta, o bichinho pode viver até mais de 5 anos se o espaço for amplo, com filtro e aquecimento de qualidade e uma dieta balanceada, sem exageros.

Na hora de escolher o aquário para o seu beta, o tamanho mínimo é uma estrutura com 10 litros de água, Porém, tenha em mente que quanto mais espaço, melhor.

A circulação de líquido também deve ser constante. Você deve trocar a água do aquário semanalmente, substituindo 25% por água filtrada, sem necessidade de cloro.

Faça uma higienização completa ao menos uma vez no mês, retirando o animal, todos os componentes da sua casinha e limpando as pedrinhas, água e filtro com sabão neutro.

Outro ponto importante é manter a temperatura em 25ºC, um aquecedor com termostato pode ajudar a verificar a estabilidade. Quando trocar a água, preste atenção para não dar um choque térmico no animal, pois são sensíveis a mudanças de temperatura.

Uma característica importante desta espécie é que eles preferem viver sozinhos, então o ideal é não colocar mais de um peixe beta no mesmo aquário.

Quantas vezes o peixe beta deve comer por dia?

quanto tempo vive um peixe beta no aquário em casa

No mercado pet existe ração específica para peixe beta, e em diversos formatos, como flocos e bolinhas. O alimento entrega todos os nutrientes que o peixinho precisa no seu desenvolvimento e manutenção.

A recomendação é dar duas pitadas de comida 3 vezes ao dia para o animal, sem exageros. Esta quantidade é suficiente para alimentar o animal aquático.

Se quiser dar um agrado para o pet, ofereça larvas de mosquitos ou grindal, vermes pequeninos que os betas adoram.

Como saber se o peixe beta está velho?

Uma característica comum em peixes betas que estão envelhecendo é a coluna curvada. Com o passar dos anos, o bichinho deixa de ter a coluna reta e vai ficando com as costas encurvadas. Suas cores também podem se tornar menos vivas.

Como saber se o beta está doente

Alguns sinais que o seu peixe beta está doente envolvem aspectos físicos e no seu comportamento. Por isso é bom conhecer estas possíveis alterações para manter o seu amigo saudável:

  • Falta de apetite;
  • Manchinhas brancas espalhadas pelo seu corpo;
  • Perder o ânimo e ficar mais tempo que o normal no fundo do aquário;
  • Buracos ou rasgos nas barbatanas;
  • Cor desbotada;
  • Se manter na superfície do aquário, como se estivesse sempre procurando ar.

Por mais que o peixe beta seja um animal aquático resistente e fácil de cuidar, não ignore nenhuma mudança no comportamento do pet, seja comportamental ou física. Se notar algo fora do comum, leve seu peixinho a um veterinário especializado para uma examinação completa.

Gostou do nosso conteúdo? Tem vários no nosso blog! Veja outros artigos que você pode gostar:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

4 Comentários

  1. Helmut Lievore disse:

    No texto recomenda-se dar duas pitadas de ração três vezes ao dia, mas quantas bolinhas seriam uma pitada?

    • Cobasi disse:

      Olá! Como vai? Cada marca de ração possui uma indicação diferente. Por isso, sugerimos que confira a embalagem antes de alimentar seu Betta! =)

  2. Douglas disse:

    Bom Dia,

    Tenho um betta que tem passado o dia todo brigando com o reflexo dele no vidro do aquário, nem preciso mostrar um espelho. Ele faz sempre o mesmo caminho

    Isso é prejudicial, estressa, ou é um bom exercício?

    Já tentei várias maneiras de eliminar o reflexo, com papel preto, branco, mudar o aquário de lugar, mas acaba ficando ainda mais espelhado.

    Agradeço alguma dica

    Obrigado

    • Cobasi disse:

      Olá, Douglas! De fato, esse não é um comportamento positivo. Viver em constante estresse conduz a um inevitável desgaste do organismo, impactando negativamente em seus processos biológicos vitais. Considere incluir neste ambiente um objeto decorativo que possa servir como um ponto de descanso/esconderijo, além de outros itens que possam tornar o ambiente mais acolhedor, próximo ao natural (se o ambiente for restrito demais para tais alterações, avalie a mudança para um aquário maior); atente-se também ao fotoperíodo, que é o período de exposição à luz, períodos acima de 10h são prejudiciais; mantenha sempre os parâmetros água em condições adequadas e utilize sempre alimentos de qualidade.

Deixe o seu comentário