Peixe Molly: você sabe qual é?

Compartilhar:


Peixe molly: você sabe qual é?

O peixe molly é chamado assim como um apelido carinhoso para Molinésia, seu nome oficial. Originalmente encontrado no sul dos Estados Unidos, no México e na América Central como um todo, atualmente já se espalhou por vários lugares do mundo, inclusive pelo Brasil.

Existem várias espécies de peixe molly, e todos acabaram sendo chamados da mesma maneira, no Brasil e no mundo. Apesar de responderem pelo mesmo nome, esses animais são muito diversos em suas cores e tamanhos, então é preciso pesquisar bastante antes de escolher qual tipo você quer no seu aquário.

E, por falar em aquário, o peixe molly é um dos favoritos pelos aquaristas, sejam eles profissionais ou amadores, principalmente por ser bem resistente e fácil de cuidar. É, inclusive, uma das melhores opções para os principiantes, pois costuma se adaptar bem a todo tipo de aquário sem dar muito trabalho.

Características gerais do peixe molly

Ele é natural de água doce e relativamente pacífico com outras espécies, mas pode ser agressivo com outro indivíduo do sexo masculino. Por isso, se você está pensando em criar esse peixinho em casa, dê preferência a um macho e algumas fêmeas, em vez de colocar dois machos no mesmo espaço. 

A temperatura da água do aquário onde vai viver o peixe molly pode variar entre 21 ºC e 28 ºC, e o pH deve ficar entre 7 e 8. É necessário colocar um filtro no aquário para garantir a qualidade da água, tanto pela remoção de impurezas quanto pelo equilíbrio químico, que é invisível aos olhos.

Como fazer a alimentação desse peixe

Como fazer a alimentação do peixe molly

A alimentação do peixe molly deve ter como base uma ração própria para esse peixe. Essa ração é chamada de ração de superfície ou de meio de aquário, ou seja, fica flutuando até que seja ingerida pelo animal. Para não cometer exageros, uma boa ideia é colocar a ração em quantidade adequada ao número de peixes no aquário e aguardar por cerca de dois a três minutos.

Se o alimento colocado não tiver sido totalmente ingerido, deve-se retirar o que sobrou para evitar sujeira desnecessária no aquário, e reduzir proporcionalmente a quantidade de ração oferecida na próxima refeição.

O peixe molly também precisa ingerir algas regularmente, e pode receber alguns alimentos vivos, como artêmia salina, larva de mosquito e microvermes.

Cuidados básicos com o peixe molly

Além da temperatura, do pH da água e da alimentação adequada, o peixe molly requer apenas os cuidados básicos que todo aquário deve ter. Um bom filtro, como já dissemos, e testes periódicos para avaliar a qualidade e o equilíbrio da água são bem importantes.

O peixe molly é um peixe ornamental e pode ser criado em aquários de médio e grande porte. O principal cuidado é com as outras espécies com que ele irá compartilhar seu espaço. Como o peixe molly criado em aquários domésticos é, em sua maioria, de tamanho pequeno, outras espécies mais agressivas podem persegui-lo dentro do aquário, deixando o peixe molly estressado.

Invista em tocas e em plantas de água doce que possam ser cultivadas no aquário para dar ao peixe molly cantinhos seguros onde se esconder. Se estiver recebendo um peixe dessa espécie no seu aquário doméstico pela primeira vez, não deixe de alimentar os outros peixes antes de introduzi-lo para que ele não seja confundido com comida.

Continue sua leitura com esses artigos selecionados especialmente para você:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário