Pequeno Cão Russo, o pequeno pet que pode ser um grande companheiro

Compartilhar:


pequeno cão russo

Ativo, alegre, leal, parceiro e bem pequeno. O Russian Toy Terrier ou Pequeno Cão Russo tem tudo para ganhar popularidade também nos lares brasileiros.

Por enquanto, eles ainda são bem raros por aqui. Até 1990, enquanto já eram um clássico entre os russos, ainda estavam desconhecidos no resto do mundo. Até hoje, ainda existem bem poucos fora do seu país original.

Origem dos pequenos russos

Essa raça surgiu no início do século XX e ficou conhecida como uma das mais populares na Rússia. O Pequeno Cão Russo foi criado para ser um caçador de ratos e era muito eficiente nessa função. Porém, pelo seu carisma, em pouco tempo já era considerado como um querido cachorro de companhia.

A procura por esses pequenos caiu muito entre 1920 e 1950, e a raça quase foi extinta. Só depois desse período foi que alguns criadores trouxeram esses pequenos de volta aos lares russos. Na nova geração, seu padrão ficou bem diferente do Toy Terrier e, atualmente, a raça possui pelagens longa e curta.

Características do Pequeno Cão Russo

Se você prefere os pets mais pequeninos, saiba que essa é uma das menores raças conhecidas no mundo. Eles medem até 26 cm e têm o peso máximo de 3 kg. E ainda há alguns que quase não chegam aos 20 cm de altura. Além disso, eles podem viver entre 10 e 12 anos.

Personalidade

pequeno cão russo

Esse pequeno cão é cheio de qualidades: amável, inteligente e uma ótima companhia para a família toda. Ele também é cheio de energia, gosta de se exercitar e é dono de uma personalidade forte.

Esse cãozinho é bem territorialista e corajoso, características de um típico Terrier. Ele é capaz de tudo para defender a si mesmo e a sua família. Mas devemos ter alguns cuidados: pelo seu pequeno tamanho e grande coragem, muitas vezes podem ocorrer acidentes quando eles, por exemplo, resolvem pular de lugares altos, com o risco de causar até fraturas. E para quem tem até 26 cm, qualquer local pode ser considerado alto.

Tem mais: onde houver agito na casa, pode ter certeza de que lá estará o seu pet. Isso porque, além de ser um excelente parceiro, ele pode ser tão agitado e barulhento quanto um Pinscher ou um Chihuahua.

Brinquedos

Os brinquedos são ótimas companhias para o Pequeno Cão Russo. Quanto mais interativos forem, mais o seu pet vai curtir e ativar o seu instinto caçador. Hoje em dia, o que não faltam são opções, desde os mais barulhentos aos melhores para morder. Na hora de escolher o ideal, lembre-se que os brinquedos devem ser adequados para cães de pequeno porte.

Alimentação

Assim como qualquer outro cão, esses pequenos precisam de água disponível e de uma alimentação balanceada. É muito importante escolher uma ração de qualidade e verificar na embalagem a quantidade adequada para esse tipo de raça.

Com carinho, cuidado, paciência e dedicação, você e seu pet farão dessa relação só alegria!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário