Picada de lacraia em cachorro: o que fazer?

Compartilhar:


picada de lacraia em cachorro

Criar cachorros ou levá-los para passear em áreas verdes e com terrenos mais abertos é algo muito vantajoso, porque traz muita qualidade de vida para esses pets. Dessa forma, eles conseguem correr e brincar mais durante o dia. Entretanto, um ponto de atenção são os pequenos bichos que vivem nesses locais e podem acabar ferindo o seu cão, causando machucados ou até mesmo intoxicação pelo veneno expelido na hora da picada. Um exemplo disso é a picada de lacraia em cachorro.

Também conhecidas como centopeias, as lacraias são animais rastejantes que ultrapassam mais de 3 mil espécies. Elas são muito comuns na natureza e possuem inúmeros predadores. Por isso, a forma que elas têm de se proteger é através da picada e da pequena dose de veneno que liberam nesse processo. Outra função desse veneno também é de paralisar suas presas, para que a lacraia possa caçar com mais facilidade. 

A picada de lacraia em cachorro pode matar?

As lacraias são animais muito menores do que o cão, então a quantidade de veneno expelida não é suficiente para matar um cachorro, mesmo os de porte pequeno. Entretanto, é preciso ficar atento ao seguinte fato: as lacraias se reproduzem com muita facilidade e isso significa que, normalmente, onde existe uma lacraia provavelmente existem outras. Em caso de o cachorro receber picadas de mais de uma lacraia, o cenário muda, e aí, sim, o veneno pode ser nocivo. 

Outro ponto importante é que mesmo a picada de uma só lacraia pode causar dores no seu cão, além de inchaços e vermelhidão na pele. Nesse caso, é preciso ficar atento às reações da pele do seu pet, e se ele estiver chorando muito, é sinal de que a dor está bem forte. 

Vale ressaltar que o veneno da lacraia não é transmitido somente através da picada. Para se proteger, o cachorro, instintivamente, também pode acabar comendo o animalzinho e ingerindo a toxina. Nesse caso, também é preciso ficar atento à quantidade de lacraias que o pet pode ter engolido. 

Meu cachorro foi picado por uma lacraia, e agora?

picada de lacraia em cachorro

Caso o seu cachorro apresente sintomas de que foi picado por lacraias ou qualquer outro bicho – através do inchaço na pele ou de vômitos, febre e indisposição, por exemplo –, a primeira coisa a se fazer é levá-lo ao veterinário. Em hipótese alguma tente desintoxicar o seu cão com algum corte, leite ou outro método caseiro, pois isso pode piorar a situação. 

O recomendado é sempre ficar de olho no seu cachorro para se certificar de que ele está bem. E caso você perceba algo de anormal, leve-o a um profissional, pois assim o pet receberá os cuidados e medicamentos apropriados. 

Como evitar a presença de lacraias em casa?

A presença de lacraias em áreas residenciais é muito comum, principalmente se você mora perto de uma área verde. Normalmente, os locais em que elas se escondem e criam ninhadas são buracos ou fendas que têm algum acesso a esgotos e encanamentos.

Uma boa solução para acabar com a infestação de lacraias é fazendo uma dedetização de tempos em tempos, ou uma boa limpeza com cloro e sprays específicos para esse tipo de limpeza. Ao aplicar uma dose alta de veneno no local onde elas criam suas ninhadas, elas não irão se proliferar mais. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário