Pimenta dedo de moça: aprenda tudo sobre ela

Compartilhar:


pimenta dedo de moça

Ardidas e chamativas: as pimentas nem sempre agradam a todos, mas têm seu charme. Uma das mais charmosas e conhecidas é a pimenta dedo de moça.

Seu uso como tempero é o principal mercado, mas o interesse pela pimenta como ornamentação vem fazendo diferença nas floriculturas, uma vez que elas enfeitam e fazem bonito em canteiros, vasos ou jardins verticais

Suas folhagens possuem de 8 cm a 10 cm de comprimento. É especialmente usada para fabricar molhos, na produção de temperos e, ainda, utilizada para realçar o sabor de várias receitas culinárias.

Mas é nos jardins que ela tem chamado a atenção também: a mudança de cor durante o amadurecimento, que começa no verde, passa por tonalidades de laranja e se reveste de vermelho vivo ao fim. O brilho da pele colorida em contraste com o verde das folhas também tem levado a pimenteira para dentro de casas, escritórios e outros ambientes.

Benefícios da pimenta dedo de moça

A pimenteira se adapta muito bem aos climas quentes. É sensível a baixas temperaturas e não tolera geadas. Por isso, deve ser cultivada nos meses de calor.

Mesmo em vaso, o plantio pode ser para consumo próprio e como alimento, a pimenta tem seu lado nutritivo. Contém vitamina A e é excelente fonte de vitaminas C e B, além de possuir boa quantidade de magnésio, ferro e aminoácidos.

Ela também tem efeito emagrecedor ao acelerar o metabolismo do organismo de quem a consome. O gosto forte do condimento está presente no caroteno, pigmentação que dá a cor vermelha à planta.

Solo para a pimenta dedo de moça

pimenta dedo de moça

Para o plantio, o solo deve ser fértil, leve e bem drenado. É preciso garantir o mínimo de seis horas de insolação diária, direta ou não. Para um cultivo de primeira viagem, é melhor adquirir mudas de produtores experientes ou, se preferir, fazer o uso de sementes.

Neste último caso, a germinação ocorrerá de 15 a 20 dias após o plantio e as mudinhas devem ser mudadas quando apresentarem de 4 a 6 folhas, cerca de 50 a 60 dias após a semeadura no vasinho.

Também é preciso irrigar regularmente, porém evitando encharcamentos. O transplantio pode ser feito em qualquer época do ano nas regiões mais quentes, desde que sejam irrigadas na seca. Nas regiões frias devem ser transplantadas no verão.

As pimenteiras são plantas que gostam de climas tropicais. Assim, em regiões mais frias, essa é a época ideal para o plantio.

Poda da pimenteira

A poda deve ser feita após o período de frutificação e, no caso de colheitas contínuas, a prática deve ocorrer logo que a produção tenha cessado. A poda estimula o rebrotamento e a produtividade da planta.

A pimenteira pode produzir por vários meses, mas isso depende de condições favoráveis, como temperatura, fertilidade e variedade da espécie utilizada. Em geral, a colheita leva de 50 a 55 dias após a floração. 

O ciclo de vida de uma pimenteira, se bem cuidada, pode durar até um ano. As pimenteiras precisam de mais água durante o florescimento e a frutificação, mas sem excessos.

Para plantio em vasos, é recomendado não molhar as folhas. Basta colocar água no solo do vaso sempre nos horários mais frescos do dia (ao amanhecer ou no final da tarde).

Curtiu essa publicação? Leia mais em nosso blog!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. JOSÉ CARLOS LEMOS disse:

    …SOU UM BOM APRECIADOR DA PIMENTA DEDO DE MOÇA, QUERO CONHECER MUITO MAIS.

  2. Lila Gomes Santos disse:

    Pimenta dedo de moça pra fazer geléia de maçã com ela!

Deixe o seu comentário