Ganhe 10% OFF* na primeira compra. Use o cupom 10BLOG
*Limitado a um uso por CPF

Poejo: saiba para que serve e como consumir

| Atualizada em

Por Cobasi   Tempo de leitura: 3 minutos

Compartilhar:
Compartilhar:
poejo

As plantas medicinais são espécies bastante apreciadas e utilizadas em todo o mundo, por conta das suas aplicações farmacológicas para diversas doenças. Nessa categoria, as propriedades da espécie Poejo ganham destaque, principalmente por ser uma solução para o tratamento de gripes, resfriados e problemas digestivos. 

Conheça mais sobre a planta poejo: para que serve, como consumir, propriedades, efeitos colaterais, contraindicações e muito mais. Confira!

Poejo: tudo o que você precisa saber essa planta medicinal

A Mentha pulegium, popularmente conhecida como poejo, é uma planta medicinal e aromática originária da Europa, Ásia e Arábia, sendo aclimatada em quase todos os países de clima temperado. 

Pertencente a Lamiaceae – 7ª maior família de plantas com flores – a mesma do tomilho e hortelã. O poejo é uma planta herbácea e perene, com longa tradição de uso nas medicinas caseiras, especialmente por conta dos seus efeitos e propriedades digestiva, expectorante e antisséptica. 

Além disso, entre as características botânicas da folha de poejo estão: geralmente encontrada à beira de riachos, rios e ambientes úmidos, a planta pode alcançar de 30 a 50 cm de altura, com folhas muito aromáticas, de menos de 1cm de comprimento. 

Ficha Técnica

Nomes populares: Hortelãzinha, Erva-de-são-lourenço, Menta-selvagem, Poejo-das-hortas, Hortelã-dos-Açores, Hortelã-pimenta-mansa, Poêjo, Poêjos.
Nome científico: Mentha pulegium.
Sinonímia: Mentha daghestanica, Pulegium dagestanicum, Pulegium vulgare
Família: Lamiaceae.
Categoria: Ervas Condimentares, Medicinal, Plantas Aquáticas, Plantas Hortícolas, Plantas Palustres.
Ciclo de vida: Perene.
Cor da floração: Roxa.
Época de floração: Julho-setembro.
Época de sementeira/plantação: Outono ou primavera.

Planta poejo: para que serve

poejo para que serve
Poejo (Mentha pulegium) é uma planta medicinal utilizada para o tratamento de diversas doenças.

Não é em todos os casos que existem pesquisas científicas que comprovem os benefícios das plantas medicinais. Mesmo assim, elas são categorizadas, por muitos, como verdadeiras soluções para a cura para diferentes problemas de saúde.

No caso da planta, as suas propriedades incluem diversões ações, como:

  • digestiva;
  • estimulante;
  • cicatrizantes;
  • adstringente;
  • emenagoga; 
  • febrífuga;
  • anti-inflamatória;
  • vermífuga;
  • antisséptica;
  • entre outras.

Os benefícios do poejo na forma de infusão se faz indicada para tratar uma longa lista de doenças:

  • eficaz no tratamento contra gripe e resfriado;
  • auxilia a amenizar a tosse;
  • ajuda em casos de falta de apetite;
  • melhora a digestão e os sintomas de má digestão;
  • minimiza os sintomas da azia;
  • combater parasitas intestinais;
  • aliviar a febre.

Vale destacar que o óleo essencial de poejo retirado das folhas serve como pesticida, sendo bastante utilizado no combate ao crescimento de fungos, bactérias e parasitas em plantas. Mesmo com o histórico de uso, a planta só deve ser consumida sob indicação do médico ou do fitoterapeuta. 

Poejo: como consumir

Entre as versões mais conhecidas de consumo está o chá de poejo, que é feito com as folhas, talos e flores da planta. A infusão é utilizada para ajudar em quadros de cólica menstrual, menstruação atrasada, gota e há quem invista nos efeitos que o chá de poejo emagrece. 

poejo como consumir

Mas, não é apenas no chá que a planta pode ser utilizada. Na culinária, a planta é utilizada para temperar peixe, azeite aromatizado e carnes, como também pode ser aproveitado para temperar saladas de frutas e de hortaliças.

Gostou de saber mais sobre essa planta medicinal? Se tiver alguma dúvida sobre o poejo, deixe nos comentários. Aqui na Cobasi você encontra tudo o que é essencial para jardinagem: produtos, espécies de plantas e muita informação. Até a próxima!

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Maria Freitas disse:

    Foi muito tudo bem com você muito obrigado

  2. Maria Freitas disse:

    Muito obrigado

Deixe o seu comentário