Raça de cães de origem mexicana: saiba mais

Compartilhar:


Uma pesquisa realizada pelo Euromonitor Internacional demonstra fielmente o amor da população do México por seus melhores companheiros: a raça de cães de origem mexicana.

De acordo com o mapeamento realizado pela empresa especializada em análises de mercado, o país da América Central lidera o ranking de amantes de cachorros de pequeno porte, aqueles com até 9 quilos.

Além disso, o estudo aponta que, nessa categoria, o México é o país com mais animais em todo o mundo, com 137 cães a cada 1.000 habitantes. Ainda, a ligação da população com os cães mexicanos é milenar.

Quem conta isto é o Instituto de Pesquisas Antropológicas da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), com um estudo sobre a raça xoloitzcuintles, uma das principais raças de cães de origem mexicana. Uma das primeiras originárias do México, tem registro há mais de 3.500 anos, com um cachorro da raça encontrado em uma tumba local.

Pode parecer estranho, mas a explicação da ligação especial que os mexicanos têm com cachorros é bem simples: há uma origem espiritual e passou pelas civilizações astecas, toltecas e maias.

Os xoloitzcuintles (cão pelado mexicano)

A crença mais popular é que os xoloitzcuintles afastavam maus espíritos. Por isso, eram enterrados juntos com seus tutores para conduzi-los ao Mictlan, “submundo”. Além disso, outra tradição era o consumo da carne do cachorro pelado mexicano durante cerimônias, devido à crença de que ela teria qualidades curativas.

Outra prova da importância dessa raça de cão mexicano é o Museu Dolores Olmedo (Cidade do México). O espaço, um dos mais relevantes do país, conta com nada menos do que 13 pinturas de cães da raça xoloitzcuintles, que figuram ao lado de famosas obras de pintores como Frida Kahlo e Diego Rivera.

Mas, recentemente, a raça cão pelado ficou famosa em outra modalidade de exibição: a sétima arte. Isso porque o cão pelado mexicano virou uma das estrelas da animação “Viva, a vida é uma festa”, uma das mais populares produções da Pixar.

Fiel companheiro do menino Miguel, protagonista da produção, o cão Dante rouba a cena com sua divertida personalidade, marcada pela inteligência, excesso de energia e um apurado instinto caçador, assim como na vida real. Já a sua aparência física é fielmente caracterizada pela ausência total ou quase total de pelos e dentição incompleta. Embora seja encontrado em uma versão com pelos bem curtos e dentição normal – apresentando pele suave e lisa.

Chihuahua: pequeno no tamanho, mas gigante na personalidade

Raça de cachorro muito popular aqui no Brasil, o chihuahua é um dos cães mexicanos. Essa é a menor raça de cão do mundo, mas, curiosamente, tem o nome do maior estado do país da América Central.

Em registros históricos, acredita-se que essa raça mexicana de cão foi domesticada pela civilização Tolteca, entre os anos de 800 e 1000 d.C.

Alvo de muitos memes, devido ao seu marcante temperamento, o chihuahua é inquieto e se mostra sempre alerta. Assim, dando a impressão de ser um cachorro sempre irritado, quando provocado. Além disso, é uma raça de cachorro extremamente rápida e demonstra imensa coragem, à revelia de seu tamanho.


| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário