Rosa-de-saron: aprenda tudo sobre essa planta

Compartilhar:


rosa-de-saron

A jardinagem pode parecer difícil em um primeiro momento, mas a verdade é que ela requer muita dedicação. Uma das flores mais bonitas é a rosa-de-saron, uma planta presente em textos bíblicos que era vista em regiões férteis embelezando o horizonte. 

A rosa-de-saron é uma planta que produz flores rosas, roxas ou brancas exuberantes. É conhecida principalmente por seu doce perfume. Vamos aprender mais sobre ela?

Solo para a rosa-de-saron

Essa planta deve ser cultivada em sol pleno, em um solo fértil, drenável e enriquecido com matéria orgânica. Ela deve ser irrigada periodicamente.

Ela serve como excelente cerca-viva, sendo rústica e florífera ao mesmo tempo. Seu porte é médio, atingindo cerca de 3 metros de altura.

É muito comum ver essa folhagem em calçadas estreitas, onde árvores maiores seriam desproporcionais. 

Um outro ponto interessante é que a planta também é conhecida como hibisco-da-síria ou mimo e pode ser usada com muito sucesso na arborização urbana. Tanto que a Coreia do Sul a adotou como flor nacional.

A rosa-de-saron e o frio

Geralmente, a rosa-de-saron é uma planta excepcionalmente autossuficiente e não exige muitos cuidados. A planta tolera o frio e geadas leves, mas, para estimular uma floração bem linda, é necessário adubar mensalmente na primavera, no verão e no outono.

É melhor aguardar os meses mais frios, do inverno ou no início da primavera, enquanto ela estiver em seu período dormente para podá-la.

Podando

Podar a rosa-de-saron muito cedo ou muito tarde pode causar um choque na planta, deixando-a vulnerável e dificultando o crescimento saudável dos novos ramos.

Além de melhorar a aparência da planta, livrar-se dos ramos cruzados também abrirá o seu interior, melhorando o fluxo de ar. Isso é essencial para proteger a planta de pragas e doenças.

Se a sua rosa-de-saron não estiver se saindo bem, ou se tiver crescido demais, não há problema em remover uma quantidade maior de ramos. No entanto, é necessário que os caules mais resistentes na base da planta permaneçam intactos. Dessa forma ela voltará a produzir belas flores ano após ano.

Gastronomia

rosa-de-saron

Uma curiosidade: as flores da rosa-de-saron são comestíveis e pode-se fazer delas saladas e geleias. Suas folhas também podem ser utilizadas para fazer chá aromático.

De acordo com estudos, as folhagens são utilizadas na área ornamental e gastronômica internacional, e, nos últimos anos, vêm ganhando espaço como flores comestíveis não convencionais na alimentação alternativa graças ao seu requinte. 

As flores comestíveis contêm diversos compostos com propriedades antioxidantes. Eles podem ser mais eficientes e menos custosos que suplementos sintéticos para proteger o corpo contra danos oxidativos decorrentes do acúmulo de radicais livres em nosso organismo. 

Os principais efeitos do estresse oxidativo são danos a diversos componentes celulares, inclusive ao próprio DNA, podendo contribuir para o envelhecimento e o aparecimento de diversas doenças como arteriosclerose, artrite, câncer e catarata. Ou seja, além de linda, a rosa-de-saron possui diversos benefícios.

Curtiu essa publicação? Leia mais em nosso blog!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Cledson B Vitorino disse:

    Exelente artigo com abrangente explicação

Deixe o seu comentário