Você sabe reconhecer os sintomas de envenenamento em cachorros?

Compartilhar:


sintomas de envenenamento em cachorro

Muitas vezes, o nosso pet, principalmente quando filhote, sai lambendo tudo o que vê pelo chão e não temos controle sobre isso. Por isso, todo tutor deve saber quais são os sintomas de envenenamento em cachorro e como tratá-los.

Já que essas substâncias tóxicas, se não tratadas o quanto antes, podem ser fatais para o seu amiguinho. 

A intoxicação em cachorros pode acontecer por vários motivos, inclusive pela mania canina de lamber tudo que vê. Desse modo, em um dos seus passeios o seu pet pode ter contato com algo muito tóxico ou perigoso.

Se você tem um cão em casa e se preocupa com esse possível problema, este artigo foi feito para você! Portanto, continue conosco e saiba tudo sobre os sintomas da intoxicação em cachorros!

Quais sintomas indicam que o cachorro está envenenado?

Os sintomas de envenenamento em cachorro são variados, por isso o tutor deve ter bastante atenção a qualquer comportamento diferente do seu animal. Veja, a seguir, alguns desses sinais:

  • salivação excessiva (pode ser também espuma branca);
  • ataques de convulsão;
  • vômito com sangue;
  • boca muito avermelhada;
  • tremores estranhos;
  • dificuldade em andar;
  • muita sonolência;
  • taquicardia;
  • comportamento estranho (desorientação);
  • apatia;
  • sangue nas fezes;
  • secreções bucais.

Ao notar alguns desses sintomas de envenenamento em cães, leve-o imediatamente ao veterinário. Assim, o cachorro intoxicado terá mais possibilidades de se recuperar e ficar saudável.

Como agir e ajudar quando perceber os sintomas de envenenamento em cachorro?

Afaste-se da ideia de dar algum remédio ou alimento para “ajudá-lo”, pois isso poderá agravar ainda mais os sintomas de envenenamento de cachorro

Desse modo, o mais recomendado é levá-lo ao veterinário, que irá fazer todo procedimento adequado para salvar o pet. 

No entanto, durante a espera para ser atendido, o tutor pode tomar algumas medidas para confortar o animal e evitar um quadro pior. Veja as instruções a seguir.

Tente identificar a causa do envenenamento

Como se trata de um “socorro”, é interessante que você procure vestígios do que causou a intoxicação. 

Assim, deixará mais breve os procedimentos de cura. Só que isso não significa que o veterinário irá diagnosticar o pet pelo o que você disse, contudo, irá facilitar o seu trabalho.

Já que, ao averiguar as informações da suposta causa, facilitará o processo de identificação, examinando o animal de maneira certeira e mais rápida.

Para fazer isso, o tutor deverá procurar indícios tóxicos nos lugares que o cachorro andou ultimamente, como: casinha, caminha e locais de recreação do animal. 

Mantenha o jejum do animal até a chegada ao veterinário

Apesar de existir boatos de que dar leite ao pet ajuda a reduzir os danos da intoxicação, há casos em que essa ação piora o envenenamento.

Portanto, não administre alimentos, medicação ou líquidos ao animal. Estimular o vômito também é um erro. 

A atitude adequada nessa situação é levá-lo ao especialista em jejum, após o surgimento dos sintomas. Assim você estará preservando a segurança do seu animal. 

Higienize a boca do animal com água corrente

Esse ato facilita a remoção parcial do envenenamento. Em casos de intoxicação alimentar em cachorro, pode parecer uma ação ineficaz, no entanto, isso ameniza os sintomas que se manifestam na parte externa da boca. 

Contudo, lembre-se de utilizar luvas ao lavar a boca do animal, pois a causa da intoxicação ainda é oculta e pode prejudicar até você. 

Dispense as receitas caseiras

Pode aparentar um método mais barato e rápido, mas isso parte de um grande equívoco.

Se você realmente se importa com a vida do seu animal, procure o aval de um profissional que tenha o conhecimento real do que deve ser feito, prescrevendo o remédio mais adequado para cachorro intoxicado.  

Como evitar que o envenenamento em cachorro ocorra?

Para evitar que ocorra um envenenamento, o primeiro passo é manter os produtos tóxicos longe do alcance do pet.

As pessoas acreditam que o envenenamento ocorre apenas por produtos altamente perigosos, como veneno para ratos, baratas, escorpiões etc.

Ainda assim, existem muitos tipos de intoxicação. Afinal, quem nunca ouviu falar de cachorro com intoxicação alimentar, não é mesmo? Dito isso, especificaremos alguns cuidados que podem ser tomados. Confira!

  • Coloque certos alimentos e produtos químicos em lugares altos e de difícil acesso.
  • Se você possui plantas tóxicas, planeje um tipo de jardim vertical para evitar o contato com o cachorro.
  • Verifique sempre as áreas que o cachorro costuma brincar e lave os brinquedos frequentemente. Assim, diminui-se o risco de estar sujo com alguma substância tóxica.

Fazer essa renovação deixará o seu amiguinho mais seguro. Agora você já sabe identificar quais são os sintomas de envenenamento em cachorro e que medidas tomar nessa situação. 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. Marco Antônio Jeffert Sanacato disse:

    Minha cachorrinha morreu envenenada teve sangramento nas fezes e no vômito tentei salvar mais morreu de parada cardíaca infelizmente.

Deixe o seu comentário