Tui Tui: o coleirinho com o canto inconfundível

Compartilhar:


tui tui

Tui Tui é nome dado para as espécies de pequenas aves pertencentes ao gênero Sporophila, também conhecidos como Coleiro ou Coleirinha. A principal característica desses animais é o canto dos machos, que serve para defender o território e atrair as fêmeas no período reprodutivo. O termo Tui tui é referente ao estilo do canto e dependendo da região que é encontrado eles podem vocalizar de formas diferentes. 

Originária da América do Sul, o coleiro Tui Tui é encontrado principalmente em território brasileiro, muito comum na região Sul, Sudeste e Centro Oeste. Por ser parte da fauna nacional, você precisa de autorização do Ibama  para ter um em casa. Conheça aqui tudo que você precisa saber sobre este pássaro.

Como cuidar do coleiro Tui Tui

Os cuidados com essa espécie são relativamente fáceis, principalmente para quem já está acostumado com a criação de aves. Por isso, você vai precisar de uma gaiola espaçosa para abrigar o seu coleiro, já que, apesar de pequeno, o pássaro gosta de espaço e de viver sozinho.

A bandeja da gaiola onde caem as fezes deve ser limpa diariamente. Quanto aos itens que não sujam com tanta frequência, como poleiros e outros acessórios, podem ser higienizados uma ou duas vezes por semana. A higiene do espaço onde o pássaro vive é ideal para evitar doenças e garantir o bem estar do animal. 

 Não se esqueça de limpar a água e o bebedouro diariamente. Além disso, fique atento aos dias mais quentes, onde a troca de água pode ser feita mais vezes ao dia. Não se esqueça que o local que ficará a gaiola deve ser bem iluminado, mas sem corrente de vento. E, por se tratar de uma ave com hábitos diurnos, é importante cobrir a gaiola ao anoitecer.

Alimentação balanceada

Os coleiros Tui Tui são aves granívoras. Por isso, a alimentação é constituída por sementes, principalmente as de gramíneas. Além das sementes elas podem se alimentar de insetos e frutas no ambiente natural. Já em cativeiro, existem misturas de sementes equilibradas para essas aves. Como complemento podemos servir farinhas, verduras, leguminosas e frutas e em alguns casos é possível adaptá-los a ração extrusada.

É importante lembrar que, para oferecer uma dieta equilibrada a pássaros criados em cativeiro, você precisa levá-lo a um médico veterinário especialista em aves. Ele vai te orientar em relação aos melhores grãos, misturas e complementos para o seu pássaro. Os pássaros que não estão em seu habitat natural dependem dos criadores para manter um bom equilíbrio nutricional, portanto essa ajuda profissional será valiosa. 

O Tui tui pode ser criado em cativeiro?

É possível criar o Tui tui em cativeiro, porém, o animal obrigatoriamente precisa ser anilhado e ter origem de um criadouro legalizado.  Caso queira ter um coleiro em casa, é preciso ser autorizado pelo Ibama – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. A caça e a posse ilegal de animais silvestres em cativeiro é proibida em todo território nacional, sob pena de detenção, além de multa administrativa. Infelizmente, por ser uma ave silvestre (nacional), a espécie é alvo constante do mercado ilegal, sendo capturado facilmente em alçapões e armadilhas. Portanto fique atento à isso.

Separamos mais alguns conteúdos sobre pássaros para você:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário