Água-viva: conheça curiosidades sobre ela

Compartilhar:


aguas vivas no mar
Saiba tudo sobre essa espécie tão exótica

No reino animal, há poucos animais tão enigmáticos quanto a água-viva, com suas variações em cores, tamanhos e formas.

Ela consegue sobreviver em águas com baixo índice de oxigênio, porém, que são ricas em nutrientes. Seu tamanho pode variar entre poucos milímetros e 3 metros. É mesmo misterioso, não?

Essas e outras curiosidades sobre a água viva você vai conhecer em detalhes com o conteúdo a seguir. Boa leitura!

Características da água-viva

Você faz ideia do porque a água-viva recebe esse nome? A bióloga Rayane Henriques, da Educação Corporativa da Cobasi, esclarece: “O nome popular ‘água-viva’ se originou devido ao seu corpo ser formado por 95% de água”.

O corpo da água viva é parecido ao de um guarda-chuva, além de possuir tentáculos. 

Como defesa, o animal marinho libera uma determinada substância urticante capaz de pôr para correr os seus predadores. Além disso, essa mesma substância consegue fazer com que as presas fiquem paralisadas. Ou seja, ela não é nem um pouco inofensiva.

Seu modo de nadar é considerado bem suave, com movimentos que se assemelham muito ao de um guarda-chuva que se abre e fecha pausadamente.

Outras curiosidades

Você já deve ter ouvido dizer que as águas-vivas brilham no escuro, não é mesmo?

Mais uma vez, Rayane Henriques explica: “Uma característica interessante é que algumas espécies são bioluminescentes, ou seja, emitem luz através de estruturas especializadas presentes em seu organismo”.

Fora isso, estudos apontam que as águas-vivas vivem em nosso planeta há 500 milhões de anos, porém não é possível afirmar já que elas não têm ossos, o que dificulta a identificação.

Outro detalhe bastante curioso da água-viva é a sua longevidade. Isto é, o longo período que elas vivem, o que leva algumas pessoas a dizer que ela é imortal. Na verdade, o animal marinho está constantemente se regenerando e é muito raro que morra por causas naturais.

A água viva tem a capacidade de regredir algumas fases da vida. Isso porque ela se mantém reestruturando os seus tecidos.

Alimentação da água-viva

Uma dúvida comum é saber do que a água-viva se alimenta. De modo geral, ela é carnívora. Ou seja, se alimenta de produtos como:

  • Crustáceos;
  • Peixes de porte pequeno;
  • Plâncton.

Mas as águas vivas também se alimentam de outros tipos de seres vivos, como medusas, larvas de peixes e ovas.

Uma curiosidade da alimentação da água viva é que, enquanto ela nada, consegue sugar água. Isso faz com que as presas fiquem mais próximas de seus tentáculos.

três águas-vivas no mar
O corpo da água-viva é formado por 95% de água

Maior água-viva do mundo

O tamanho que esse animal marítimo pode atingir é algo que impressiona. Isso porque três espécies de água viva são consideradas as maiores do mundo.

A mais conhecida delas é a água-viva juba de leão, que alcança até 40 metros de comprimento e possui tentáculos vorazes visíveis a olho nu parecidos com a crina de um leão. Ela conta com tentáculos altamente venenosos que podem levar à morte.

Já a água-viva Nomura alcança o diâmetro de dois metros chegando a pesar cerca de 200 kg.

Por fim, a Stygiomedusa gigantea, embora seja mais rara de ser vista, habita o fundo do mar possivelmente de todo o mundo.

Agora que aprendeu um pouco mais sobre a água viva, que tal dar uma olhadinha nas últimas novidades de produtos marítimos para o seu pet?

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário