Conheça as principais características da ave ema!

Compartilhar:


ave ema

A ave ema – Rhea americana – também pode ser chamada de nandu, nhandu, guaripé e xuri. Além disso, esse animal é muito popular, já que é a maior espécie de ave existente no Brasil.

No Brasil, essa ave é encontrada principalmente nos estados do Mato Grosso, Tocantins e na Bahia. Isso porque o habitat natural dessa ave são campos naturais, cerrados e áreas agropecuárias, principalmente onde há o cultivo de soja. Mas, além disso, ela também pode ser encontrada em grande parte da América do Sul, como na Bolívia, Paraguai, Uruguai e Argentina.

Saiba mais sobre a ave ema

A ema é uma ave de grande porte, podendo alcançar até 2 metros de comprimento e 1 metro e meio de envergadura. Seu peso varia entre 25 a 35 quilos.

Além disso, essa ave tem três dedos grandes em cada pata, e é isso que sustenta seu corpo. A ema também possui um pescoço e canelas muito compridos. Outra característica dessa ave é que ela não tem cauda e sua plumagem é pardo-acinzentada.

Você também pode distinguir o sexo desses animais. Isso porque os machos se diferenciam das fêmeas por terem a cabeça mais fina, o pescoço mais grosso e ainda pela cor da região anterior do peito e o pescoço, que são pretos.

Apesar das grandes asas, as emas são pássaros que não voam. Contudo, elas utilizam as asas para se equilibrar e mudar de direção enquanto estão correndo.

Conheça a alimentação da ema

Essa é uma ave onívora, ou seja, se alimenta de tudo: desde sementes, folhas, frutos, até mesmo insetos, pequenos roedores, moluscos terrestres, pequenos animais, répteis, lagartos, lagartixas, cobras, peixes e rãs. Além disso, para facilitar a digestão dos alimentos, a ema come muitas pedrinhas, que a ajudam nesse momento.

ave ema

Conheça os detalhes da reprodução desses animais

A ema alcança sua maturidade sexual aos 2 anos de idade. E o início do seu período de acasalamento é em outubro. Esse é o único momento em que a ema vocaliza, ou seja, o macho produz um som potente e que pode ser ouvido de longe, para chamar atenção das fêmeas.

Já as fêmeas botam os ovos em um período de 6 a 7 dias. Cada uma é capaz de botar em média 5 ovos, que são brancos e pesam cerca de 600 gramas. Depois desse processo, o macho choca os ovos. Isso acontece da seguinte maneira: ele se senta sobre eles para mantê-los protegidos e aquecidos até que eles eclodam. Esse processo todo pode demorar em média 40 dias depois que a fêmea os coloca.

Mesmo após o nascimento dos filhotes, o macho continua cuidando deles, defendendo-os de seus predadores, como cachorros-do-mato, lagartos, gaviões e quaisquer outros animais, nas primeiras semanas de vida de seus filhotes. Também é importante comentar que, por volta dos seis meses, os filhotes já têm o tamanho de uma fêmea adulta.

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário