Saiba mais sobre balanopostite em cachorro

Compartilhar:


balanopostite em cachorro

Para os tutores apaixonados pelos seus animais, falar da importância da saúde dos pets é quase um clichê, não é mesmo? Entretanto, vira e mexe aparece o nome de uma doença que nunca ouvimos falar, como por exemplo: balanopostite em cachorro. E é sobre isso que vamos conversar hoje.

O nome pode até ser estranho, mas é uma condição que requer alguns cuidados especiais. A balanopostite canina não é tão conhecida, até por isso, nós do Blog da Cobasi vamos tirar todas as dúvidas sobre a enfermidade, o que é, sintomas e como tratá-la. Confira!

O que é balanopostite canina?

Balanopostite em cães é o nome dado a uma condição inflamatória na parte do pênis dos animais. Essa doença afeta o revestimento do prepúcio (prega cutânea que recobre a glande do pênis).

Essa enfermidade no órgão reprodutivo do animal de estimação pode apresentar variados graus de morbidade, como também pode acontecer em qualquer fase da vida dos cachorros, apesar de que as chances são muito mais significativas em animais que não foram castrados

Balanopostite em cachorro: causas

A condição pode causar muita dor e desconforto nos pets. As lesões podem se apresentar de forma moderada, como também ser uma inflamação mais grave, causando necrose de tecido. Algumas situações mais comuns que podem acometer os pets, são: 

  • traumatismo;
  • lambedura constante;
  • picada de insetos;
  • presença de corpos estranhos (pedaços de madeira, grama);
  • bactérias;
  • tumores, alergia (animal se coça em excesso);
  • alguns vírus;
  • fimose canina. 

Entre os motivos, um dos principais vilões na proliferação da doença estão as bactérias como Escherichia coli ou E.coli, responsáveis por causar diversos problemas de infecções no sistema reprodutor dos animais. 

Balanopostite em cachorro: sintomas

balanopostite em cachorro

Em relação aos sintomas da balanopostite em cachorro, depois de desenvolver a doença, o pet logo apresentará sinais de desconforto, como:

  1. Pênis do cachorro inchado
  2. Lambedura frequente e excessiva
  3. Secreção de pus
  4. Dificuldade para urinar
  5. Mudança no comportamento
  6. Fluido de textura pegajosa amarelo ou verde
  7. Área sensível e inflamadas
  8. Lesões ulcerativas ou folículos
  9. Odor forte e fétido
  10. Perda de apetite  

Portanto, ao notar que o cachorro está apresentando alguns dos sintomas mencionados, ligue o sinal de alerta e busque o atendimento veterinário.

Sendo assim, o diagnóstico é realizado pelo médico-veterinário e pode ser através do exame físico e observação do órgão genital. Além disso, exames de confirmação vão analisar se existem microrganismos ou agentes bacterianos envolvidos na inflamação.

Balanopostite em cachorro: tratamento

Primeiramente, a balanopostite em cães tem cura. O processo de tratamento é planejado para remover a causa primária da doença, bem como a inflamação e infecção que são tratadas clinicamente.

Provavelmente será recomendado a utilização de antibiótico para balanopostite em cachorro, anti-inflamatórios e pomadas específicas. Como também, a limpeza diária da região com acessórios de higienização.

Durante todo o tratamento, provavelmente o colar elizabetano será muito utilizado para evitar que o pet fique encostando ou lambendo a região infeccionada. Além disso, a gravidade da doença vai estabelecer quais os melhores cuidados para a balanopostite canina. 

balanopostite em cachorro

Por isso, leve o seu cão a um veterinário de confiança, faça os exames necessários para aí sim começar o tratamento com as orientações e remédio para balanopostite em cachorro. 

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre o universo dos pets? Continue acompanhando o Blog da Cobasi e não perca nenhuma novidade sobre cachorro, gato, peixe e muito mais. Até a próxima!

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário