Cachorro agitado: dicas para acalmar o pet

Compartilhar:


cachorro agitado

Quando filhotes, é comum que o pet seja mais agitado. Mas e quando mesmo depois de adulto, você ainda percebe seu cachorro agitado? Nesses casos, pode ser necessário tomar algumas medidas para ajudar o pet a se acalmar. Excesso de agitação pode significar diversas questões que afetam diretamente a saúde do animal.

Latidos em excesso, correrias pela casa, comportamento agressivo ou destrutivo podem ser alguns sinais de agitação e hiperatividade. O problema é que esse comportamento pode ser desagradável para os tutores. 

Além disso, um comportamento agitado pode gerar estresse e ansiedade no animal, causando outros problemas de saúde, caso o animal não seja tratado. Por isso, separamos algumas dicas para te ajudar a lidar com cachorro agitado.

Como saber se o cachorro é agitado?

Brincar, estar perto dos tutores, passear, latir e correr são comportamentos comuns entre os cachorros. No entanto, quando o cachorro começa a fazer tudo isso em excesso e a latir sem necessidade, é bom ficar atento.

Esses sinais podem significar que o cachorro muito agitado está tendo o comportamento de um cão hiperativo. Afinal, quando o cachorro está agitado ou nervoso, ele demonstra através de gestos. Lembre-se que, independente do que você achar, é importante levá-lo ao veterinário, pois somente esse profissional tem o estudo necessário para avaliá-lo da melhor maneira.

Um cachorro desse jeito pode se mexer freneticamente, correr de um lado para o outro, pular e saltar, mexer o rabo de maneira rápida e violenta, tentar chamar a atenção e até mesmo morder os tutores. 

O grande problema é que o nervosismo causado pela agitação pode se tornar um problema sério e até afetar a saúde do animal. Além disso, esse comportamento pode colaborar com fugas, carência, dependência e até agressividade. E sabemos bem que esses animais merecem todo o cuidado e atenção do mundo, né?

Um cachorro agitado e ofegante também pode desenvolver outros distúrbios, como queda de pelos, além de perder o apetite ou querer comer a qualquer momento. Por isso é fundamental conhecer formas de acalmar um cachorro que está tendo esses sintomas. Em casos extremos, é fundamental levá-lo ao veterinário.

Como acalmar um cachorro agitado?

Os cachorros são como os humanos: têm dias mais agitados e cheios de energia e outros preguiçosos. Mas uma coisa é certa: quando ficam entretidos com alguma coisa, podem se acalmar facilmente. Por isso é importante encontrar o que acalma o animal.

Sendo assim, uma das formas de ajudar seu cachorro a ficar mais calmo é mantê-lo entretido e ajudá-lo a gastar as energias. 

cachorro agitado

Leve o pet para passear

Algumas vezes, se o cachorro fica agitado do nada, pode ser porque ele tem muita energia para gastar. Uma das formas de ajudá-lo nesse caso é colocar a coleira, pegar o cata-caca e levar o pet para um passeio longo e com qualidade. Mas lembre-se de sempre considerar a idade do animal e sua qualidade de vida, por isso, caso ele tenha algum probleminha de saúde ou já esteja idoso, respeite seu ritmo. 

Passear com o cachorro em uma praça ou parque pode ser ótimo para que ele se sinta mais calmo. Um local com árvores e natureza pode ajudar o cachorro a relaxar. Evite brincadeiras que possam gerar ansiedade e lembre-se que o ideal é apenas caminhar com o pet durante um período. Quando resolver caminhar com o pet, atente-se ao horário: dias muito quentes podem fazer com que seu cão queime a pata. Esses cuidados também são fundamentais.

Ofereça brinquedos e jogos interativos

Uma das opções para acalmar o pet é oferecer a ele brinquedos interativos. Esses brinquedos exigem que o animal pense qual é a melhor forma de receber a recompensa. Dessa forma, o cachorro se mantém entretido por mais tempo. Isso evita que o animal fique agitado à noite, horário importante para descanso.

Além disso, também existem jogos interativos de tabuleiro, nos quais você pode brincar junto com o pet. Aposto que ele vai adorar a companhia, e além de se acalmar, vai ficar muito concentrado no brinquedo!

Dê petiscos por bom comportamento

Outra forma de acalmar o cachorro é fazendo ele compreender qual é o comportamento correto. Para isso será necessário bastante paciência e treinamento. É importante que o tutor entenda que o pet precisa de tempo para se adaptar às mudanças no comportamento.

A melhor forma de fazer isso é buscando uma forma de mostrar ao pet que você não está contente com determinado comportamento e que ele não deve repetir. Por exemplo, se o cachorro tem o costume de morder os objetos da casa, repreenda o cão. Nesse cenário, é fundamental que mostre quem está no comando e por que aquilo é errado.

Mas lembre-se de não brigar com ele. Apenas demonstre seu descontentamento e quando o cachorro tiver um comportamento que você aprovar, ofereça um biscoito como recompensa. 

Quando é importante conversar com um veterinário?

Se mesmo com todos os truques o cachorro permanecer agitado, talvez seja importante procurar um profissional. Mas lembre-se de que manter uma rotina de exames e cuidados com o seu animal é importante para zelar pela saúde do pet.

Além do veterinário, também existem adestradores e veterinários holísticos que podem ser indicados para ajudar a tratar a agitação do pet. O adestrador é responsável por educar o animal, buscando uma forma harmoniosa de acalmá-lo.

Já o veterinário holístico é indicado para oferecer aos animais produtos mais naturais e realizar tratamentos através da homeopatia, como calmantes e florais para ajudar o pet a relaxar e se sentir menos agitado.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

1 Comentário

  1. EVA VIEIRA DE SOUZA disse:

    Como ensinar o cachorro fazer tudo no lugar certo

Deixe o seu comentário