Cachorro chorando com frequência? Veja o que pode ser

Compartilhar:


Cachorro chorando
O choro frequente do cachorro é um sinal importante.

É muito ruim perceber que nosso cachorro está chorando com frequência, né? Até porque, por vezes, não conseguimos identificar qual é o motivo. Pense que o choro é a materialização de algum sentimento. Quando nós, humanos, choramos, geralmente conseguimos distinguir o que está acontecendo. Mas, e no caso dos pets?

O choro pode ser de extrema alegria ou ainda para dores, alertas e entre outras situações. Vamos ver como podemos lidar com isso?

O que fazer quando o cachorro está chorando muito?

O principal ponto nessas situações é compreender o que está motivando o choro do cão. Os tutores conhecem muito bem o seu amigão e, por isso, é importante conseguir compreender se aconteceu alguma situação pontual que pode ter influenciado a emoção no animal. Veja o que pode motivar o choro do seu pet:

  • Machucados;
  • Dores físicas;
  • Frio;
  • Fome;
  • Alegria;
  • Euforia;
  • Saudade; 
  • Vontade de passear;
  • Querer brincar.

Vale identificar também se, esse não é um apelo emocional adotado pelo pet para te convencer a fazer alguma de suas vontades. Alguns cães começam a chorar sempre que o tutor se movimentar para sair de casa.

Esse é um choro pontual para convencer a levá-lo junto. Ou seja, não é uma situação grave, mas sim, um apelo para conseguir o que quer.

O grande problema, portanto, não está nos choros pontuais ou justificados por alguma ação momentânea. O problema está no choro frequente, que não tem um intervalo. Afinal, ele pode ser um sinal de alerta para questões mais graves, como dores agudas ou doenças. 

Como acalmar o pet?

Cachorro chorando

Quando adotamos um cão ainda filhote, por exemplo, é comum que ele chore nos primeiros dias de adaptação. Ou seja, sabemos a causa. Quando o motivo do cachorro chorando não é identificado, a primeira coisa a se fazer, é acalmar o pet, acariciando e tentando entender. A medida mais assertiva é encaminhar o cão ao veterinário de sua confiança. 

Lembre-se que só esse profissional tem a capacidade de examinar o cão de maneira completa e, portanto, compreender o que pode estar causando o choro excessivo.

É importante considerar que, caso seja descoberta alguma doença, por exemplo, o veterinário também saberá promover o tratamento adequado.

Caso seja diagnosticado, porém, que o choro do pet não passa de uma “chantagem emocional”, o melhor a ser feito é o adestramento. Assim, ele se tornará mais obediente e atenderá os comandos sem nenhum drama.

Doenças que podem fazer os cães chorarem

Além de dores físicas, é comum que algumas doenças proporcionem um incomodo tão grande aos pets, que provoquem o seu choro constante. Entre elas, infecção de urina, otite canina e erliquiose.

Vale considerar que essas doenças apresentam sintomas que vão além do choro, por exemplo, mudança no comportamento, apatia e perda de apetite. Ou seja, é ainda mais fácil identificá-las. Nesses casos, também a medida mais certa é encaminhar seu amigão a um médico veterinário de confiança.

Gostou desse post? Leia mais sobre em nosso blog:

Floral para ansiedade
Ansiedade por separação: causas e soluções
Gatificação: o que é e porque seu gato merece
Cachorro ciumento: como melhorar esse comportamento

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Elisabete de Mattos Andrade disse:

    Boa tarde minha cachorrinha e já velha mais sempre fica choramingando eu acredito que quer sempre ficar perto mais não dá pra ficar dentro de casa e porte médio e solta muito pelo oque posso fazer para acalmar ela

Deixe o seu comentário