Você sabe o que é enriquecimento ambiental?

5 de maio de 2020

Adestramento de Animais, Cachorros, Comportamento Animal
Cachorro brincando
Brinquedos e atividades para o enriquecimento ambiental do seu cãozinho.

O enriquecimento ambiental é uma forma de estimular o pet, proporcionando novas experiências e aprendizagem. Esta técnica é fundamental para garantir mais alegria e bem estar aos animais de estimação. 

Todo mundo sabe que os cachorros são uma evolução dos lobos, sem contar que em algumas regiões, ainda existem os “cães selvagens”, ou seja, raças de cachorro que não foram domesticadas. 

Na natureza, todos esses animais vivem uma série de atividades cotidianas em busca de abrigo, comida, fogem de outros animais predadores e até disputam parceiros nas épocas de reprodução. 

Já os cães que foram domesticados não precisam passar por essas aventuras e perrengues, afinal, eles tem um tutor para fazer tudo isso por eles. 

O grande problema, é que com isso, esses animais ficam mais parados e as chances de desenvolver problemas aumentam. Os cães domésticos são constantemente atingidos por ansiedades, depressões, obesidade, problemas nas articulações, etc. 

E justamente aí que devem acontecer as famosas interações, ou o enriquecimento ambiental, a fim de deixar o cãozinho mais ativo!

Quer saber como isso funciona? Continue lendo.

Porque o enriquecimento ambiental é importante?

Com certeza você já ouviu falar em enriquecimento ambiental, mas é comum surgirem dúvidas sobre o que realmente é isso, onde ele surgiu e como ele funciona. Por isso, vamos te ajudar a entender e conhecer mais sobre esta forma de interação. 

O enriquecimento ambiental é uma modalidade de atividades que funciona tanto para gatos quanto para cachorros, e ele nada mais é do que uma forma de deixar o ambiente mais atrativo para os animais. 

Mas como isso é possível? Simples! O enriquecimento ambiental para cães é uma forma de deixar o ambiente mais divertido e desafiador, de forma a promover uma interação maior entre o cão e o ambiente em que ele vive. 

Assim como os cães, os gatos também são animais que vieram da natureza e que ainda possuem muitos instintos de seus ancestrais que necessitam de serem estimulados. 

Por isso, o enriquecimento ambiental para gatos ajuda os felinos a desenvolverem os sentidos e as atividades de caça e exploração

O que é enriquecimento ambiental?

Embora o conceito de enriquecimento ambiental esteja se tornando mais popular agora, ele já existe desde a década de 70, quando começou a ser aplicado. 

A ideia inicial, era promover um ambiente mais próximo da natureza para os animais que vivem em cativeiros, em zoológicos. Para isso, os biólogos e veterinários buscaram maneiras de proporcionar desafios físicos e mentais para os animais. 

A proposta era que essas atividades ajudassem os bichos a melhorar os problemas comportamentais, que muitas vezes eram causados devido à vida que eles levavam fora da liberdade. 

Com o tempo, os benefícios que essas práticas estavam conquistando se tornaram cada vez mais evidentes, e as técnicas passaram a ser melhoradas e aplicadas em animais domésticos. 

Para esses pets, o enriquecimento ambiental é capaz de trazer benefícios ligados à saúde, bem estar e aos comportamentos. 

  • ajuda no gasto de energia física e mental;
  • conexão com os seus instintos e com o tutor;
  • desenvolvimento de habilidades e inteligência;
  • redução da agressividade e hiperatividade;
  • diminuição do medo de situações novas e objetos;
  • melhora na confiança do animal

Além disso, existem diversos tipos de enriquecimento ambiental, cada um deles tem a função de ajudar em algum aspecto, seja alimentação, sensorial, físico, cognitivo ou social. 

Cachorro na janela triste
O enriquecimento ambiental é ótimo para animais que ficam sozinhos.

Enriquecimento ambiental contra maus comportamentos!

A rotina agitada dos tutores faz com que muitos animais fiquem sozinhos durante grande parte do dia. Isso pode colaborar para diversos transtornos, como ansiedade, fobias e até agressividade.

Na prática, esses problemas são vistos com latidos excessivos, itens roídos pela casa, móveis arranhados e até as necessidades em locais errados. Esses são alguns sinais de que a vida do animal está entediante e pouco saudável. 

Agora que você já conhece o enriquecimento ambiental, ficou mais fácil entender como ele funciona e que ele é capaz de oferecer uma rotina mais produtiva para seu pet. Vamos às dicas? Preparamos diversas dicas para você colaborar para o bem-estar físico e mental do seu bichinho. Confira!

Busca por alimentos

Na natureza, não existe um comedouro cheio na hora do almoço. Os animais precisam caçar ou coletar os alimentos. Estimular esse comportamento é fácil do que parece e muito divertido. Ao invés de oferecer a ração seca no pote de comida, coloque em brinquedos com dispenser ou esconda embaixo de almofadas, brinquedos e outros itens. 

Além de oferecer alimentos, você pode colocar obstáculos para dificultar a busca pela comida. Faça isso de forma gradual e observe se o cãozinho está aprendendo. Fizemos um passo a passo para você seguir:

Semana 1

Não ofereça a alimentação no comedouro. Espalhe os grãos de ração seca em cantos da casa. O acesso tem que ser fácil.

Semana 2

Dificulte o acesso aos grãos de ração. Coloque em locais um pouco mais altos e cubra-os com brinquedos e outros itens.

Semana 3

Adicione mais um grau de dificuldade. Coloque os alimentos em brinquedos com dispenser, dentro de caixas de sapato e embaixo de itens um pouco mais pesados.

Semana 4

Mude diariamente o local em que esconde os alimentos. Procure soluções criativas para tornar a busca pela ração mais difícil e divertida para seu pet.

Estimule os sentidos!

Assim como nós, os cães têm cinco sentidos. O enriquecimento ambiental visa utilizar o máximo de cada um deles. Ao procurar alimentos, seu cãozinho utiliza o olfato, o tato, a visão e o paladar. 

A audição fica fora e também deve ser explorada. Ligue a televisão ou seu aparelho de som e deixe música clássica ou relaxante. Você ainda pode montar uma playlist com sons da natureza

Todos esses sons diferentes estimulam a audição, relaxam e entretêm. No entanto, você precisa ter uma atenção especial ao volume. Os cães e gatos possuem a audição muito desenvolvida e sons altos podem ser um transtorno para eles.

Enriquecimento ambiental com responsabilidade

Cachorro tira o enchimento de um pelúcia
O enriquecimento ambiental ajuda na correção de comportamento indesejados.

Tornar o ambiente mais rico para seu cãozinho exige criatividade e muito cuidado. No enriquecimento ambiental é comum utilizar diversos itens da própria casa para transformar a rotina do seu cachorro. No entanto, alguns itens podem oferecer riscos. Fizemos uma lista de itens para você evitar:

  • Sacos plásticos
  • Objetivos de materiais tóxicos
  • Flores e plantas
  • Medicamentos
  • Pedras, folhas e galhos
  • Brinquedos infantis e bichos de pelúcia

Na dúvida, prefira sempre itens desenvolvidos para uso veterinário. Os brinquedos, por exemplo, são feitos com materiais atóxicos e sem partes que podem ser engolidas.

Brinquedos para enriquecimento ambiental

Os jogos e brinquedos interativos são opções práticas para você entreter e estimular o raciocínio lógico e a aprendizagem do seu pet. Os brinquedos com dispenser de alimentos são ótimas opções para apresentar essa variedade de atividade para seu cãozinho. 

Nesses itens existe um espaço vazio que você preenche com ração seca ou patês. O animal deve jogar, bater e morder para conseguir ganhar a recompensa. 

Também existem os brinquedos interativos mais complexos que exigem treinamento e muita atenção do animal. Eles devem ser oferecidos aos poucos de acordo com a aprendizagem do animal. A comida é sempre um estímulo para as atividades.

Trabalho em equipe

Se você pensou que o enriquecimento ambiental só acontece quando você está fora de casa, vamos revisar esse conceito. O enriquecimento ambiental está relacionado com a rotina do cão ou gato, inclusive com o espaço em que ele vive. 

E vocês também podem praticar isso juntos! Pegue a coleira e a guia porque os passeios são excelentes formas de interação e valorização de comportamentos naturais. 

Não se esqueça que os gatos também podem usar guias e coleiras na hora dos passeios! A rua é o ambiente em que eles veem outros animais e pessoas, sentem cheios novos e praticam exercício. 

No caso dos animais mais agitados, podem ser beneficiados com corridas ao lado do dono ou divertidos passeios no parque.

O tutor também tem um papel importante no enriquecimento ambiental.

Oferecer uma rotina divertida e estimulante para seu cachorro é um dever de todo tutor. Você tem dicas para tornar o dia a dia mais rico e proveitoso? Deixe um comentário!

Quer mais dicas sobre comportamento para seu cãozinho? Confira nossa seleção de conteúdo.