Como acostumar cachorro com gato?

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:
Como acostumar cachorro com gato?

Você quer aumentar a família, mas não sabe como acostumar cachorro com gato? Fique tranquilo! É muito mais fácil do que parece e com as dicas certas a adaptação dos pets será rápida e um sucesso!

Continue a leitura e aprenda como fazer cachorro se acostumar com gato.

Prepare a casa para receber o novo morador

Então finalmente chegou o grande dia e você vai trazer o pet número dois para casa. Mas como fica o seu animal de estimação que antes era único rei? Muita gente acredita que adaptar dois animais, principalmente cães e gatos, é uma tarefa difícil demais. Só que aqui você pode conferir nossas principais dicas para que seus dois bichinhos de estimação se acostumem um com o outro e ainda se tornem amigos!

Antes de mais nada, existem algumas questões a se considerar para trazer um novo pet para sua casa.

O novo animal tende a replicar comportamentos já estabelecidos pelo “irmão mais velho”. Isso vale para fazer as necessidades no local adequado ou pela casa, no hábito de roubar comida ou estragar sapatos e acessórios dos tutores e muito mais. Por isso, é importante corrigir essas inconsistências antes de trazer um novo amiguinho.

Vale também avaliar o comportamento do seu pet. Se ele for dominante, ciumento ou possessivo com alimentos e brinquedos, redobre o cuidado no momento da adoção e até tenha a ajuda de um adestrador para escolher o perfil mais adequado.

Por fim, uma dica importante de como acostumar cachorro com gato é já ter todos os itens do pet separados quando ele chegar. Providencie casinha, acessórios de higiene, brinquedos e ração.

Como acostumar cachorro com gato?

Inegavelmente o clichê do ódio entre cães e gatos pode assustar os tutores, mas ele não passa de um mito! Fazendo a apresentação entre os pets de forma adequada e cuidando da interação entre eles, é possível adaptar cães e gatos à vida juntos como uma família.

A adaptação dos pets deve ser feita em etapas e envolve muito tempo e paciência do tutor. Para começar, deixe os dois pets em espaços separados onde não consigam se ver ou interagir. Confira o passo a passo de como acostumar cachorro e gato:

1.     Odores são um bom convite à amizade

Você já deve ter ouvido falar que os animais têm o olfato muito aguçado. Com cães e gatos isso não é diferente! Por isso, o primeiro passo de como acostumar cachorro e gato é apresentar o cheiro de um para o outro.

Para fazer isso, deixe os dois animais em ambientes separados e leve a caminha, uma roupinha ou cobertor com o cheiro de um para o outro Você perceberá que haverá um grande interesse em conhecer essa novidade. Faça isso repetidas vezes e com itens diferentes até que os dois animais encarem o objeto do outro com mais naturalidade.

Esse processo pode levar alguns dias e varia muito de um animal para o outro. Por isso, tenha paciência e só passe para o próximo passo, quando este estiver concluído.

2.     Contato visual

Os dois já se conhecem pelo cheiro e agora chegou o momento do contato visual. Ainda separado, permite que um consiga observar o outro através de uma janela, um portão de cachorro ou outra barreira física. Qualquer opção tem validade desde que eles não consigam ter contato físico, possam visualizar um ao outro.

Esta fase pode levar um pouco mais de tempo, já que a interação é bastante intensa. Podem acontecer rosnados dos cães e muitos pelos arrepiados dos gatos, e isso tudo é normal e esperado. Mantenha o nível visual de interação até os dois ficarem juntos de forma calma.

3.     Interação supervisionada

Chegou o grande dia! O gato já não tem tanto medo do cachorro e o cão já entendeu que patadas e brincadeiras bruscas podem resultar em arranhões. É a hora de deixar os dois ficarem juntos, mas com supervisão.

Prepare o ambiente para que o gato tenha lugares para escapar caso esteja com medo ou o cachorro tenha alguma atitude agressiva. Mesa, prateleiras, armários e outros lugares altos que o cachorro não alcance devem ficar à disposição do gatinho.

É provável que o gato se esconda, o cachorro lata e até aconteça alguma confusão. Isso tudo é esperado. Repita as interações supervisionadas até que os dois fiquem confortáveis no mesmo ambiente. Isso pode levar semanas e até meses, mas se for feito respeitando os limites de ambos vai dar certo

4.     Interação integral

Por fim, quando os dois já ficarem sem brigas e de forma confortável a interação sem supervisão pode acontecer. Isso quer dizer que eles podem ficar sozinhos em casa sem riscos.

Ainda assim, é importante manter locais altos onde o gato possa se esconder caso seja necessário. Isso também ajudará a manter o felino relaxado.

Seguindo esse passo a passo de como acostumar cachorro com gato, um se adapta com o outro. Separamos mais algumas dicas para você levar em consideração:

  • Se você está adotando um pet mais velho, pergunte para o dono anterior ou abrigo se ele já teve contato com outros animais e como foi. Se está pegando um filhote, apresente outros animais e experiências para o pet desde as primeiras semanas;
  • Pratique exercícios de controle de impulsividade com o seu cão. Eles vão ajudar a evitar que ele queira perseguir o gato e ensinar autocontrole;
  • Dê espaços seguros para os dois. Uma caminha para o cão e um monte de espaço vertical para o gato passear sem nem precisar ir para o chão. De preferência, mantenha a caixinha de areia do gato em um lugar que o cão não consiga acessar;
  • Não deixe de exercitar seus animais (tanto fisicamente quanto mentalmente) em um tempo especial reservado entre vocês dois apenas. Assim, evita que um cão entediado resolva brincar de pular em cima do gato. Ou que um gato que sente falta do estímulo com você se torne agressivo e impaciente com o cachorro, por exemplo.
  • Sempre que for necessário, contrate um treinador ou especialista em comportamento animal profissional. Mesmo antes de apresentar cães e gatos ou dois cães e dois gatos, eles podem fornecer dicas valiosas e te ajudar com os primeiros momentos de interação.

A adaptação pode levar meses

As primeiras 24 horas são cruciais. Por isso, programe as apresentações quando você tiver certeza que vai poder monitorar os dois animais. Preste atenção na linguagem corporal deles. Parecem felizes ou estão rosnando?

Mesmo após fazer o passo a passo é importante entender que brigas podem acontecer e que a adaptação completa leva muitos meses, às vezes mais do que 1 ano. Você pode ajudar a evitar conflitos com as dicas abaixo:

  • Separe os animais na hora da alimentação;
  • Não deixe biscoitos, ossinhos e brinquedos soltos pela casa se você não puder monitorar;
  • Fique de olho durante as brincadeiras deles em busca de qualquer sinal de desconforto.

O mais importante é que os dois animais tenham o máximo possível de boas experiências um com o outro. E, claro, o mínimo de experiências desagradáveis. Vale lembrar que outra questão essencial se você vai ter dois cães ou dois gatos de sexos diferentes, sem dúvida, é castrar os bichinhos para evitar ninhadas indesejadas.

Agora que você já sabe como acostumar cachorro com gato, o principal é garantir que ambos os bichos se sintam confortáveis um com o outro e tenham também seu próprio espaço e tempo com você.

Ficou com alguma dúvida sobre este assunto? Conte para nós nos comentários!

Confira outros posts sobre comportamento pet:

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

2 Comentários

  1. Comunicat disse:

    Muito bom esse texto.
    Vai ajudar muitos tutores e seus pets.
    http://www.comunicat.pet

  2. Petinder disse:

    Olá pessoall! ?
    Participamos do primeiro Startup Weekend Pets do mundo e nossa ideia foi votada a mais promissora entre os mentores! ???
    Através de um mapeamento de características físicas e comportamentos de cada cachorro para achar o mais compatível com o perfil da sua família, seja um dos primeiros a usar nossa plataforma, Petinder!
    http://bit.do/petinder-saiba-mais
    Para contato: petinderoficial@gmail.com
    Obrigado pela AUjuda ???

Deixe o seu comentário