Cachorro no calor: cuidados para seu pet curtir o verão

21 de dezembro de 2020

Cachorros
cachorro no calor


Um cachorro no calor fica ofegante e com a língua de fora. Assim como nós, os animais também são afetados por mudanças no clima. A diferença é a forma com que isso acontece. Para manter a temperatura adequada, eles realizam a troca de calor através da língua, bebendo água e também resfriando o corpo em superfícies geladinhas.

Enquanto colocar a língua para fora, ficar um pouco mais parado e deitar no chão geladinho são alguns fatores normais nos dias mais quentes, existem sintomas que devem servir como alerta! Alguns cachorros podem apresentar casos de hipertermia, ou seja, quando o corpo apresenta aumento acentuado de temperatura.  Entre os principais sintomas estão falta de ar, respiração dificultada e letargia. Isso é mais comum em cães braquicefálicos, aqueles que possuem o focinho curto e, por isso, têm mais dificuldades em realizar a troca de calor e o resfriamento do corpo.

É importante estar sempre atento às necessidades do pet, identificar quando o animal está com calor e procurar a melhor solução para amenizar os seus problemas com a estação.

Continue a leitura e saiba como cuidar do seu cachorro no calor.

Como saber que o cachorro está com calor?

Muita gente ama o calor e passa o ano todo esperando elas estações mais quentes. Dias mais claros, ensolarados, perfeitos para curtir a praia e a piscina! No entanto, as temperaturas mais altas podem trazer alguns problemas tanto para nós humanos quanto para os cachorros. 

Você já reparou que algumas pessoas ficam irritadas e cansadas no calor? Com os animais pode acontecer a mesma coisa! O calor pode trazer mal-estar, dificuldade para se alimentar e inquietação. 

Com os cães isso é ainda mais sério. Os cachorros não possuem as glândulas sudoríparas, por isso eles têm mais dificuldade de regular a sua temperatura corporal. É por isso que eles ficam com a boca aberta a maior parte do tempo. É através do ar mais fresco que entra pela bola e tem contato com a língua, que eles se refrescam e fazem a troca de calor. Além disso, a transpiração dos cachorros também é feita pelo focinho e pelas almofadinhas das patas.

Quais são os sintomas do cachorro no calor?

  • Respiração ofegante
  • Falta de apetite
  • Salivação em excesso
  • Apatia
  • Cansaço
  • Confusão mental
  • Vômitos e diarréias
  • Taquicardia

Sentir calor é algo normal, mas hipertermia é uma condição muito séria que pode até levar o animal à morte. Por isso, conversamos sobre o tema com a Lysandra Barbieri, médica veterinária que faz parte da Educação Corporativa da Cobasi.

“Naturalmente, os animais possuem a temperatura corporal maior do que a dos seres humanos, e por isso, no calor, precisam de cuidados maiores. Percebemos que nosso pet está com calor quando, em repouso, ele está ofegante, com a língua para fora, salivando em excesso, coração acelerado, e até mesmo podendo piorar os sintomas com vômitos e cambalear, por exemplo”, explica a veterinária.

O que fazer quando o cachorro está com muito calor?

cuidados com cachorro no calor

“No calor, é necessário manter a hidratação intensa, evitar passeios em horários mais quentes do dia, mantê-lo na sombra e tomar muito cuidado com as patas ao passear. Imagine você, andar descalço no asfalto ao meio-dia, sem nenhuma árvore fazendo sombra e sem nenhuma garrafa de água para tomar? Parece cruel, não? Por isso devemos redobrar a nossa atenção”, responde Lysandra Barbieri.

Diversos cuidados são necessários para você manter a saúde e o bem-estar do pet mesmo no calor. Mudar o horário do passeio e manter o potinho de água sempre abastecido são alguns deles. Se o calor é intenso, aposte no bebedouro térmico, que resfria e mantém a água em uma temperatura sempre agradável.

Além desses dois cuidados a dra. Lysandra Barbieri divide mais dicas com a gente: “Nem sempre a tosa ajuda a prevenir o calor. Algumas raças possuem pelagem dupla, o que ajuda a manter a temperatura da pele agradável e, por isso, procure um profissional para esclarecer suas dúvidas antes de tosar seu animal inteiro! Caso seu animalzinho apresente sintomas mais intensos ou tenha um comportamento que você nunca presenciou antes, procure seu médico veterinário”.

Além das dicas, existe uma forma de proteger seu pet. Para evitar o calor excessivo, mantenha o animal em local fresco e bem ventilado. Você pode ate ligar um ventilador no ambiente. Só tenha cuidado para que o aparelho fique fora do alcance do pet.

Outra dica importante, caso seu cachorro não se alimente direito nos dias quentes, é oferecer a ração apenas no final do dia. A noite a temperatura costuma cair um pouco e ele pode ficar mais disposto. Você também pode misturar a ração seca com alimentos úmidos gelados ou até congelados. Isso mesmo! É possível fazer um sorvete com latas e sachês.

Tapete gelado

O tapete gelado para cachorro é o queridinho da estação! Esse fantástico produto resfria com o peso do animal, sendo muito prático, seguro e útil.

Você já deve ter percebido que seu cachorros no calor procuram os locais mais fresquinhos da casa para deitar. Chão da cozinha, banheiro, um canto em que não bate sol… O tapete gelado é composto por gel que se mantém mais frio do que o ambiente. Uma delícia para os cães!

Saiba mais sobre o tapete gelado!

Além do bebedouro térmico e do tapete gelado, um outro produto pode ser muito útil para cachorro no calor. Os ossinhos gelados são divertidos e ajudam a refrescar seu pet enquanto ele se diverte.

Gostou deste conteúdo? Leia mais dicas sobre cachorros em nosso blog: