Cachorro para doação: como adotar um cão de maneira responsável

Por Cobasi

Compartilhar:

Primeiramente, você sabe como encontrar aquele cão que tanto deseja? A decisão pode não ser tão difícil quanto parece, porém exige muitas responsabilidades e cuidados do futuro tutor. Por isso, vale saber o que um cachorro necessita e como deve ser tratado, para garantir o carinho que ele precisa. Caso ainda esteja procurando um cachorro para doação, acompanhe as nossas dicas! 

Cachorro para doação: o que você precisa saber antes de adotar um cão?

A chegada de um cachorro muda a vida de uma família definitivamente. Mas nem sempre o tutor está preparado para recebê-lo da melhor maneira. Por isso, o ideal é entender como funciona a adoção responsável, modo adequado e legalizado de cuidar do pet de estimação. Confira algumas dicas: 

Saiba que tomou a decisão correta de adotar

Esse momento é essencial antes de procurar um cachorro para doação. Sendo assim, para começar faça uma análise das vantagens e desvantagens ao adotar antes de tomar a decisão.

Sabia que um cão vive entre 10 a 13 anos? Ele fará parte da família durante um longo tempo. Por isso, lembre-se que os outros moradores da casa necessitam concordar com a presença do amigo no ambiente. 

Não escolha o cão somente pela beleza

Vale dizer que um cachorro não deve ser escolhido apenas pela questão estética, pois ele é um pet com determinados comportamentos, sujeito à problemas de saúde e que precisa de socialização com outras pessoas. Leve isso em consideração ao tomar a decisão. 

Isso pesa também se estiver na dúvida entre um cão adulto ou filhote, com perfis e históricos de vida muito diferentes. Enquanto os pequenos requerem uma atenção e energia maior do tutor, os adultos são cachorros mais experientes e sossegados. 

Brinquedo? Não enxergue o cachorro desta forma

Ao encontrar um cachorro para doação, esteja certo que ele não é um brinquedo ou bicho de pelúcia. Apesar de parecer óbvio, não se recomenda adotar o animal se estiver com pouco tempo disponível e não conseguir oferecer o amor e carinho que ele merece. O cão tem sentimentos, busca atenção e não quer se sentir abandonado em casa

Além disso, quando surgir aquelas tarefas desagradáveis, como vai ser? Nem tudo é alegria e brincadeira, o cachorro faz sujeira, pode ficar doente e vai precisar de acompanhamento, no caso do tutor viajar ou estiver distante. Não esqueça que ele não é somente um animal à parte no quintal, mas sim um novo integrante da família. 

Tenha consciência de sua situação financeira

Antes de decidir pela adoção, faça uma avaliação de sua situação financeira, pois um cachorro exige muitos custos, como alimentação, medicamentos, banho e tosa, visitas ao veterinário, entre outras necessidades.

Tenha a certeza que pode disponibilizar recursos para garantir todo o bem-estar e saúde que o pet precisa. 

cachorro-para-doação

Cachorro para doação: quais os cuidados ao adotar um pet?

Por fim, quando estiver adotando um cão, o tutor deve saber os cuidados que ele requer ao chegar em casa. Nada de deixar tudo para a última hora, ok? Listamos algumas obrigações para recepcionar e criar o cachorro da melhor forma, acompanhe: 

  • Fazer passeios regularmente, contribuindo no desenvolvimento psicológico e físico do cão, já que é uma atividade física; 
  • Separar um ambiente exclusivo a ele, desde que seja limpo, protegido e coberto; 
  • Ter decidido por uma ração e petiscos de boa qualidade; 
  • Escolher uma casinha/caminha, comedouro, bebedouro, coleira e guia
  • Comprar brinquedos para ajudar na socialização do animal; 
  • Não hesitar em levá-lo ao veterinário para fazer um check-up dentro do período adequado; 
  • Respeitar o calendário de vacinas, não deixe o seu cão exposto a doenças; 
  • Se houver comportamentos incomuns, procure fazer o adestramento do animal
  • Conforme às características do pet, levar ele para o banho e tosa constantemente; 
  • Tenha o coração aberto e paciência para ensinar, treinar e conviver com ele
  • Em hipótese alguma o abandone, pois isso nunca deve ser feito! Os cães são apegados à família, leais e não merecem serem esquecidos.

Quer conhecer outras dicas de adoção de animais? Acesse o nosso blog: 

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário