Cachorro pega coronavírus?

16 de fevereiro de 2021

Cachorros
mulher com máscara de proteção contra coronavírus abraçando cachorro
Cachorro pega coronavírus? Não, mas pessoas contaminadas, devem evitar o contato

A chegada da Covid-19 trouxe muitas dúvidas sobre como enfrentar a doença e também suas formas de contaminação.  Logo veio a dúvida: será que cachorro pega coronavírus? A preocupação dos tutores de pet é compreensível, mas até hoje não há evidências científicas concretas que comprovem a infecção ou transmissão da COVID-19 em cães, gatos e outros animais domésticos.  Eles seguem livres da doença!

Apesar dos cachorros não pegarem o coronavírus, neste momento é importante ter atenção quando há alguém com diagnóstico positivo para a doença na casa. Os cachorros são companheiros fiéis para momentos difíceis, mas pacientes confirmados devem evitar beijar e abraçar o animal de estimação. Sempre que entrar em contato com ele, é essencial manter os mesmos cuidados do dia a dia, como a higienização das mãos e o uso da máscara.

Cachorro não pega coronavírus, mas precisa de cuidados

Todo mundo teve uma alteração na rotina por causa da pandemia. Uns mais, outros menos, não há quem passe ileso aos efeitos do isolamento e dos cuidados redobrados. Com os pets não é diferente. Por isso, separamos alguns pontos que merecem atenção dos donos neste momento em que muitos tentam se adaptar à nova realidade.

Passeio seguro com durante o isolamento

Cachorro tomando banho
Lembre-se de realizar a higienização do pet após os passeios durante a pandemia.

Passear na rua com o pet é muito importante para ele praticar atividade física e relaxar. Por causa desses benefícios, não é aconselhável parar de passear com o pet durante a pandemia, mas ter o dobro de cuidado!

Ao sair de casa com seu cachorro, dê preferência aos locais abertos e sem aglomerações. Quando retornar, lave suas mãos com água e sabão e, em seguida, higienize o animal com água e shampoo ou sabonete para cachorro. Nunca álcool em gel, ok?

Separe o lenço umedecido e, em um recipiente, coloque o shampoo diluído em água. Passe a mistura em toda a pelagem do animal.  Atenção às áreas de maior contato com as superfícies, como as patas, unhas e cauda. Outra recomendação é dar banho no cachorro menos uma vez na semana.

Treinamento para a readaptação da rotina

Os cachorros vão precisar se adaptar ao retorno dos donos ao trabalho e, por vezes, às novas configurações de rotina. Muitos deles já estão sentindo essas mudanças e, nessa hora, muito carinho e atenção ao bem-estar do animal vão ajudar.

O treinamento para readaptação pode começar desde já! O objetivo é treinar o animal a ficar sozinho por meio do adestramento positivo. Todos os dias, fique por alguns minutos em um cômodo diferente do animal. Por exemplo ele na sala e você no quarto. Quando encontrá-lo, recompense com petisco e carinho. Aumente o tempo separados gradativamente e comece a fazer pequenas saídas, como ir até a garagem ou a esquina.

Cachorro não pega coronavírus, mas fique em casa!

Agora que você já sabe se o cachorro pega coronavírus ou não, pode ficar mais tranquilo. No entanto, o cuidado deve continuar com a nossa própria saúde.

No site da Cobasi, você encontra tudo o que você precisa para seu pet e sua casa e poucos cliques. Faça as suas compras do conforto da sua casa e receba seus produtos em até 4 horas sem sair do sofá com o Cobasi Já.

Se você precisa sair de casa, as nossas lojas seguem abertas com todos os protocolos de segurança.

Cachorro pega coronavírus? Não! Bem como o pet também não transmite a COVID-19, mas precisa de cuidado tanto quanto os humanos. No geral, as doenças dos cães não são transmissíveis para nós, mas existem as zoonoses, aquelas que podem contrair.

Conheça algumas das doenças mais comuns em cachorros e, principalmente, como preveni-las!