Cachorro com dor de barriga: prevenção e cuidados

8 de fevereiro de 2021

Cachorros, Saúde e Cuidados

Um cachorro com dor de barriga dá diversos sinais, além das fezes diferentes do normal. Além da diarreia, é possível que o cachorro apresente vômito, falta de apetite e letargia.

É muito importante entender que a dor de barriga no cachorro não é a doença em si, mas um dos sintomas. Por isso, é fundamental que ele receba o acompanhamento de um médico veterinário. Apenas um profissional poderá fazer uma avaliação clínica e até pedir exames complementares antes de ter um diagnóstico e, assim, indicar o melhor tratamento.

O abdômen, ou a barriga, fica localizado entre o tórax e a pelve. As dores nessa região podem indicar desde um assalto à geladeira, até sérios problemas de saúde que demandam atenção especial.

O que devo fazer com o cachorro com dor de barriga?

Como falamos anteriormente, é importante que o pet sempre esteja acompanhado por um veterinário. Assim, qualquer mudança de comportamento e indícios de que o animal tenha algum incômodo será percebido pelo profissional.

Além disso, os exames periódicos são fundamentais para garantir que o animal esteja sempre saudável. 

Quando o cachorro vai ao veterinário com algum incômodo, o profissional irá descobrir o local exato da dor e quais outros sintomas, mesmo que pequenos, estão associados. 

Essa investigação é necessária pelo fato do estômago compreender vários outros órgãos, do sistema digestivo e também urinário, além do baço e sistema reprodutor. Isso quer dizer que um cachorro com dor de barriga pode ter desde uma simples constipação ou até doenças graves.

É comum que o tutor não perceba o cachorro com dor de barriga e apenas associe o comportamento diferente a outros sintomas, sendo eles:

  • Abdômen dilatado;
  • Vômitos;
  • Diarreia, podendo ou não conter sangue;
  • Falta de apetite ou recusa de água;
  • Dificuldade para defecar e/ou urinar;
  • Respiração ofegante;
  • Excesso de gases.

Outro sintoma muito recorrente é o cachorro com dor de barriga sentir também muita cólica ou queimação no canal digestivo. Esses são sintomas muito mais difíceis do tutor perceber. Tudo dependerá das alterações no comportamento do animal.

Em caso de dúvidas referente ao comportamento, visite o veterinário de confiança e conte sobre os sintomas que o pet está apresentando. 

Motivos do cachorro com dor de barriga

Cachorro tomando sorvete

Quando o cachorro apresenta dores estomacais ou de barriga, as causas devem ser investigadas, pois existem diferentes doenças que provocam esse sintoma.

A gravidade varia de acordo com a doença, por isso, a grande necessidade de um diagnóstico do veterinário.

As principais doenças que causam esse mal estar no pequeno são essas:

  • Obstruções gástricas;
  • Gastrite;
  • Retardo no esvaziamento do estômago;
  • Dilatação gástrica;
  • Possíveis infecções na região;
  • Excesso de gases no estômago ou trato intestinal.

Comer grama ajuda o cachorro com dor de barriga?

Não é mito que o cachorro, quando está com problemas gástricos, procura aliviar o incômodo comendo grama. A grama realmente pode ajudar!

Esse hábito facilita o trânsito intestinal, porque a grama é rica em fibras. Inteligentes que são, os animais se alimentam de grama para ajuda no processo.

Embora seja um método natural de diminuir possíveis queimações, não é recomendado permitir que o animal coma grama de locais públicos, como parques e praças. Acontece que esses locais estão infectados por parasitas que podem agravar ainda mais o estado de saúde do seu companheiro.

Caso o cachorro tenha o hábito de comer as plantas de casa, lembre-se de não permitir o consumo de plantas tóxicas, pois também são prejudiciais. 

Faça um visita a uma das nossas lojas físicas e encontre grama para cachorro em vasos. Muito prático e seguro!

Tratamento para dor de barriga

Assim que a dor de barriga for percebida pelo tutor e diagnosticada pelo veterinário, será iniciado o tratamento adequado. 

Antes do diagnóstico final, é possível que o veterinário solicite alguns exames como de hemograma, ultrassom e de exame de fezes.

Dependendo do resultado, pode ser que o seu pet precise passar por algum procedimento cirúrgico e embora o susto, os procedimentos garantem que o seu pet estará saudável e longe de riscos mais graves. Outros casos o animal terá que receber medicação via oral em casa.

Caso seja uma verminose, o tratamento deve ser feito com vermífugo para cachorro na dosagem e frequência indicada pelo veterinários. Alguns vermes ainda exigem a utilização de antibióticos.

Prevenção da dor de barriga

dexametasona para pets

Existem diferentes formas de prevenir o cachorro de ter problemas de saúde, como as dores estomacais. 

Mesmo que ainda não seja possível descobrir uma causa específica, as dores de barriga são reações de algum problema no funcionamento do organismo do pet. 

Veja alguns passos que podem garantir a saúde do seu animal:

  • Garanta que o animal esteja com a vermifugação em dia;
  • Respeite o calendário anual de vacinação;
  • Leve regularmente o pet a consultas com veterinário;
  • Estimule e ofereça brinquedos que garantam o exercício físico do dia;
  • Não ofereça alimentos humanos ao pet;
  • Mantenha o ambiente de convivência do animal sempre higienizado.

Esses pequenos detalhes na rotina do animal podem diminuir as chances de desenvolver doenças e garantir que todas as necessidades físicas e psicológicas serão atendidas.

Agora que você já sabe como prevenir e tratar de um cachorro com dor de barriga, que tal conhecer um pouco mais sobre os principais cuidados com cães?