Por que cachorro come fezes? Saiba tudo sobre coprofagia

27 de janeiro de 2021

Cachorros
cachorro no colo

Coprofagia, este é o nome dado quando o cachorro come fezes. Embora isso pareça nojento para nós e nenhum tutor goste de ver seu cachorro comendo o próprio cocô, isso é um dos hábitos estranhos que eles tem. 

Mas saiba que embora os cachorros ainda possuam alguns hábitos ancestrais estranhos, comer cocô não é lá tão normal assim. Inclusive pode significar alguns problemas de saúde ou comportamentais. 

Por que o cachorro come fezes?

Apesar de ser um dos hábitos dos cães, é importante ressaltar que nem todo cachorro come fezes. Se seu cachorro está comendo cocô, pode ser um sinal de que alguma coisa não está muito bem. 

O hábito do animal comer o próprio cocô pode acontecer por várias causas. O tédio é uma delas! Cães estressados, que passeiam pouco, ficam muito sozinhos e não têm atividades, podem comer as fezes. Por isso, é importantíssimo fazer o enriquecimento ambiental e ter uma rotina de atividades para o seu pet.

Outro motivo é a falta de nutrientes por conta da alimentação inadequada ou problemas de saúde. Por isso, o bichinho procura repor os nutrientes necessários. Outro motivo é a presença de vermes. Caso seu animal apresente esse comportamento, leve-o ao médico veterinário!

Por isso, é importante analisar o que pode estar acontecendo com o cachorro e tomar a providência necessária para acabar com o problema. 

Falta de nutrientes

A coprofagia pode ser causada devido a falta de nutrientes necessários para os cachorros. Nesses casos é comum que o animal esteja sentindo a falta de fibras alimentares. Além disso, pode ser que a ração fornecida ao animal não tenha muitos nutrientes ou seja de baixa qualidade. 

Outros fatores que podem ocasionar na coprofagia, são a falta das bactérias intestinais que fazem bem para a saúde do animal, como os prebióticos e os probióticos. Uma das formas de solucionar essa questão é oferecer ao animal uma dieta balanceada e rica em nutrientes. 

As rações Premium ou Super Premium possuem mais qualidade em seus nutrientes, além de conter probióticos, prebióticos e fibras fundamentais para o bom funcionamento intestinal do cachorro, promovendo maior absorção dos nutrientes ingeridos. 

Presença de vermes intestinais

A presença de vermes intestinais pode ser um dos motivos pelos quais seu cachorro anda comendo cocô. Verminoses causam problemas na absorção dos nutrientes e podem promover a coprofagia.

Quando o cachorro come fezes, ele está, na verdade, buscando uma forma de resgatar os nutrientes perdidos. Por isso é importante vermifugar o animal a cada 6 meses ou conforme a recomendação do médico veterinário. 

Presença de outro cachorro em casa

Quando se tem mais de um cachorro em casa, é comum que algum deles seja o dominante. Caso eles se alimentem no mesmo local, é importante ficar atento para ver se o cachorro dominante não pode estar ingerindo toda a comida, deixando faltar para o outro. 

Isso pode fazer com que o animal sinta fome ou falta de nutrientes e acabe ingerindo as próprias fezes como forma de repor os nutrientes. 

Ao ter mais de um cachorro dentro de casa, é interessante disponibilizar mais de um comedouro. Uma dica para um cachorro não roubar a comida do outro, é colocando os potes em cômodos separados. 

Além disso, algumas doenças como diabetes, problemas de tireóide e gastrite, podem fazer o animal sentir a necessidade de comer fezes. Isso acontece porque essas doenças podem aumentar o apetite do pet. Na dúvida, procure um veterinário!

Problemas comportamentais que podem fazer o cachorro comer fezes

cachorro comendo
Tenha sempre um pote de comida para cada cachorro da casa.

É importante observar que nem sempre o cachorro pode comer fezes por estar com algum problema de saúde. Em alguns casos, este é apenas um hábito do animal que tem origem comportamental

Estes sintomas podem surgir quando o cachorro se sente sozinho, ansioso ou até mesmo quando ele quer chamar a atenção de seus tutores. É muito comum que os cachorros que passam muito tempo longe de seus tutores se sintam entediados e isso pode acabar promovendo esse comportamento.  

Fora isso, quando os cachorros querem chamar a atenção, eles são capazes de fazer diversas coisas diferentes, como uivar, latir, morder e até a coprofagia.

Por isso é importante evitar deixar o animal sozinho durante longos períodos, mas caso não seja possível, é interessante oferecer brinquedos interativos, que irão ajudar prendendo a atenção do animal de forma com que ele se sinta focado na diversão. 

O que fazer para evitar que o cachorro coma fezes?

O primeiro a se fazer quando o cachorro apresenta coprofagia é agendar uma consulta no médico veterinário. Antes de visitar o médico, observe o comportamento do animal e levante as possíveis causas. Isso ajudará muito no diagnóstico do veterinário.

Fizemos uma lista sobre o que observar e anotar para levar no veterinário em casos de coprofagia:

  • Data da última vermifugação;
  • Observar se existem vermes nas fezes;
  • Verificar se o alimento fornecido ao animal é de qualidade e rico em nutrientes e sais minerais;
  • Observar perda peso recente, prostração ou outras mudanças no animal;
  • Observar se o outro pet não está comendo todo o alimento;
  • Anotar quantas horas o cachorro fica sozinho, quantos passeios faz e se brinca com o tutor.

Com tudo em mãos, o médico saberá indicar a melhor forma para solucionar o problema. Existem medicamentos que auxiliam no tratamento e devem ser indicados por um profissional.

Gostou desta publicação? Veja outros cuidados com a saúde do seu cachorro: