Calcário dolomítico: para que serve?

Compartilhar:


Mudas de plantas

No Brasil cerca de 70% do solo é ácido, assim utilizar um corretor de acidez como o calcário dolomítico é quase uma obrigação, pois à terra ácida costuma ter baixo teor de cálcio e magnésio o que prejudica saúde das plantas.

O nível de acidez causa tanta influência nas plantas que a cor das hortênsias muda. Em solos menos ácidos as flores são em tons rosados, já em solos ácidos as cores são azuladas.

Por isso é fundamental para todo amante das plantas conhecer o calcário dolomítico.

O que é calcário dolomítico?

O calcário dolomítico é um insumo agrícola usado para elevar o pH (potencial hidrogeniônico) do solo, o que diminui a acidez.

Além disso, ele fornece magnésio e cálcio que são fundamentais para a nutrição das plantas e diminui a ação dos elementos tóxicos como alumínio e o manganês.

Como consequência, o solo se torna mais produtivo, o que também diminui os custos com adubos.

Qual a diferença entre calcário dolomítico, calcítico e magnesiano?

O processo de calagem (aplicar do calcário no solo) pode usar diferentes tipos de calcário: dolomítico, calcítico e magnesiano são os mais comuns.

Embora os três sejam ótimos corretores de acidez, eles possuem uma diferença no teor de dióxido de magnésio de cada um.

Dolomítico: teor de dióxido de magnésio acima de 12%

Calcítico: teor de dióxido de magnésio abaixo de 5%

Magnesiano: teor de dióxido de magnésio entre 5% e 12%

A escolha do calcário vai depender das necessidades do solo e das plantas que você vai cultivar.

Por exemplo, se as plantas estão com clorose (folhas amareladas); as folhas estão morrendo facilmente e as flores não estão brotando, pode ser um indicativo de falta de magnésio.

Quando usar o calcário dolomítico?

Muda de planta sobre a mão de um homem e mulher ao fundo

Antes de aplicar o calcário dolomítico, você deve confirmar se o solo precisa mesmo do corretor de acidez e existe uma forma simples de verificar se à terra está ácida, alcalina ou neutra.

Para isso você irá precisar de:

  • 1 folha de repolho roxo
  • 1 litro de água mineral ou filtrada
  • 1 liquidificador
  • 1peneira
  • 1 recipiente transparente
  • 1 colher de sopa da amostra do solo

Passo a passo:

  • Pegue a folha do repolho roxo e bata no liquidificador com a água
  • Coe o suco com uma peneira
  • Coloque a amostra do solo no recipiente transparente e acrescente o suco de repolho
  • Misture bem, para que não fiquem bolinhas de terra no recipiente
  • Espere a água separar-se da terra

Se o suco ficar na cor  azulada ou amarelada ela está alcalina. Já se ficar rosada ela está ácida, se manter a cor próxima ao roxo original ela está neutra.

Este teste funciona porque repolho roxo tem uma substância chamada antocianina, responsável pela tonalidade roxa, muda conforme a acidez.

Então se a água adquirir um tom rosado é porque o solo está ácido e precisa de uma correção de acidez.

Como usar o calcário dolomítico?

As doses recomendadas de calcário dolomítico para vasos e de 1 a 2 colheres para cada 8 litros de terra. Já para jardins ou hortas o aconselhável é 100 gramas por m².

Separamos mais conteúdos sobre plantas para você, confira! 

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário