Calopsita pode comer jiló?

Compartilhar:


Calopsitas comendo dentro gaiola

As calopsitas são aves companheiras, divertidas, calmas e fáceis de domesticar. Para que o bichinho viva por muito tempo, é importante manter uma alimentação saudável e balanceada. Contudo, muitos tutores tem dúvidas sobre o que pode e o que não pode ser oferecido aos pets. Você sabe se calopsita pode comer jiló e outros legumes?

A base da dieta da ave, assim como de outros animais, deve ser a ração. Mas, será que é possível oferecer diferentes alimentos para o bichinho, de vez em quando? Descubra agora!

Afinal, calopsita pode comer jiló?

Sim! A calopsita pode comer jiló. O alimento possui uma série de vitaminas importantes para o desenvolvimento do animal, como vitaminas, fibras, cálcio, magnésio, potássio e ferro.

Este legume ajuda a fortalecer o sistema imunológico, melhora a aparência e saúde da pele, plumagem e a visão do pet. Além disso, como tem poucas calorias, o legume nutre bichinho, ao mesmo tempo em que mantém o peso recomendado.

A calopsita come jiló lavado e fresco, de preferência com a casca. Entretanto, o alimento não deve ser oferecido todos os dias. Como dito, a base da alimentação do pet são rações, porque possuem todos os nutrientes necessários para o animal.

Você pode fazer um teste e oferecer jiló para calopsita. Se a ave recusar, não force! Nesse caso, o ideal é ofertar outro alimento, como frutas. Outra opção são petiscos.

Dieta indicada para calopsitas

Calopsita amarela, com bochecha laranja

A calopsita pode comer jiló, mas o alimento não pode substituir rações ou farinhadas. A dieta do pet pode contar com frutas, verduras, legumes e sementes. Geralmente, a maioria é oferecido fresco, bem lavado e cru. Se preferir, é possível picar os alimentos para que a calopsita coma com tranquilidade.

Tutores podem oferecer:

  • Berinjela
  • Maçã (sem sementes)
  • Banana
  • Couve 
  • Cenoura
  • Batata-doce (cozida)
  • Mandioca (cozida)
  • Milho (cozida)
  • Abóbora (cozida)

Mix de sementes são ótimas fontes de nutrientes, contudo é preciso variar de tempos em tempos.

Na verdade, a melhor dieta para calopsita deve ser recomendada por um veterinário. Apenas ele é capaz de indicar a alimentação mais apropriada ao bichinho, de acordo com a fase da vida do animal e outros fatores. A quantidade de comida e quantas vezes na semana a calopsita pode comer jiló e outros alimentos também são definidas por ele.

A dieta certa previne problemas de saúde, como a obesidade, que, por sua vez, desencadeia uma série de doenças, como diabetes, problemas hepáticos e até mesmo depressão.

A água também é indispensável! Ela deve ser estar sempre fresca, num bebedouro ao alcance do animal.

Sinais de intoxicação alimentar

Apesar de ter uma dieta relativamente ampla, alguns alimentos não são recomendados, porque são tóxicos e fazem mal à saúde da ave. Portanto, evite salsinha, tomate, abacate e alimentos industrializados, como chocolate.

Se, por acaso, oferecer algum alimento que faz mal à saúde do pet, sintomas como letargia, ingestão de muita água, diarreia e vômito podem aparecer. Estes são alguns dos sinais de intoxicação alimentar. Não perca tempo. Leve a calopsita ao veterinário quanto antes!

Continue no blog da Cobasi e aprenda a cuidar de aves domésticas:

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário