Castração de cachorro: saiba tudo sobre o tema

29 de julho de 2020

Cachorros, Saúde e Cuidados
cachorro no computador

A castração de cachorro ainda é um tema que levanta muitas discussões. Tanto de veterinários sobre a idade ideal para realizar o procedimento, quanto de tutores sobre a real importância da cirurgia.

Todos queremos nossos pets saudáveis e vivendo por anos e anos ao nosso lado, não é mesmo?! Continue a leitura e confira quais são as vantagens e os riscos da castração de cachorro.

Quais benefícios de castrar um cachorro?

patas e mãos
A castração gera benefícios para o pet e ainda colabora para a redução do abandono

Castrar o cachorro promove mais qualidade de vida para ele e também é bom para você. O procedimento impede que fêmeas entrem no cio, sujem a casa e corram o risco de uma gestação indesejada. Já para nos machos, a castração reduz a marcação de território e mantém o comportamento mais dócil.

Você aumenta o tempo do seu bichinho ao seu lado, pois a expectativa de vida dele será maior. Isso está diretamente ligado ao fato da castração colaborar para a prevenção de doenças graves, como câncer de testículos nos machos e câncer nas mamas, ovários ou útero nas fêmeas.

No âmbito comportamental, você previne que fêmeas tenham gravidez psicológica e que machos se tornem cães agressivos. Como o procedimento é uma previne algumas doenças, você ainda gasta menos com veterinário.

Veja as vantagens na castração de cachorro:

Aumento na expectativa de vida

Evita câncer de testículos

Reduz a incidência de câncer de mama

Evita câncer de ovários e útero

Evita a gravidez psicológica

Melhora a agressividade

Evita a marcação de território

Mantém o comportamento brincalhão de filhote quando realizada antes de 1 ano

Evita gastos com tratamento de doenças

Evita a gestação indesejada

Reduz o abandono de animais

A castrar cachorro ainda possui uma função social importante, reduzindo o número de gestações indesejadas e bebês abandonados nas ruas.

Cachorros precisam ter filhotes?

Os cães não precisam cruzar e nem ter filhotes para seguir uma vida plena e saudável. Essa ideia vem da humanização dos animais, ou seja, de transferirmos atos comuns aos seres humanos para nossos pets. A dica é conversar sobre isso com seu veterinário para compreender quais as necessidades do seu pet.

Qual a idade para castração de cachorro?

Os protocolos veterinários variam muito. Enquanto alguns estudos defendem que a castração pediátrica reduz a chance do desenvolvimento de diversas doenças e não acarreta em riscos ao filhote, outras pesquisas apontam para 5, 6 e até 7 meses de vida. Toda a discussão ainda aborda o desenvolvimento dos órgãos do animalzinho e sua maturidade.

A dica é encontrar um veterinário de confiança e seguir seu protocolo. A escolha dos profissionais é baseada em muitos estudos para oferecer o melhor para seu pet.

Como é a cirurgia de castração de cachorro?

veterinário com cachorro

Existem vários tipos de cirurgias de castração, como ovariohisterectomia, orquiectomia e vasectomia, por exemplo. Elas variam de acordo com o procedimento adotado e, mais uma vez, são frutos de muitos estudos. A escolha do procedimento ideal varia de acordo com o médico veterinário. A cirurgia é realizada por um médico veterinário e um anestesista. A anestesia pode ser injetável ou inalatória.

Os tutores têm papel fundamental na preparação para a cirurgia de castração de cachorro e nos cuidados pós-operatórios. O primeiro passo é consultar um veterinário para avaliar a saúde do seu pet. Além da consulta clínica, ainda serão necessários exames laboratoriais. Antes da cirurgia, ainda é necessário o jejum de acordo com a orientação do profissional.

Após a cirurgia, o animal precisa de cuidados e muito carinho do tutor. Utilize uma roupa cirúrgica para proteger a cicatriz e faça a administração correta dos medicamentos pós-castração.

Quais os riscos da castração?

cachorro com colar elizabetano

Uma das principais preocupações dos tutores é o risco que envolve a castração de cachorro. Não existe nenhuma contraindicação acerca do procedimento. Pelo contrário, castrar o animal gera muitos benefícios.

No entanto, toda cirurgia que necessita de anestesia envolve um certo risco. Animais saudáveis e jovens têm menos riscos, sendo um dos motivos pelos quais é indicado castrar seu cachorro ainda filhote. O risco aumenta para animais idosos ou com doenças.

Porém, isso não é um impeditivo. Ao realizar os exames indicados pelo médico veterinário, é possível avaliar se a realização da cirurgia eletiva é indicada e segura. A orientação é ter um veterinário de confiança e seguir todos os procedimentos.

Você ainda tem dúvidas sobre a castração? Envie suas dúvidas nos comentários.

Quer saber mais dicas para seu pet viver mais e melhor? Confira nossos posts sobre saúde: