5 dicas de como acabar com pulgões nas plantas

Compartilhar:


Como acabar com pulgões nas plantas

Não há nada mais feliz para um fã de jardinagem do que ver as plantas crescendo a partir de todo trabalho e tempo dedicado. No entanto, pode ser uma grande decepção ver todo seu esforço ser destruído por pragas. Por isso, confira nossas 5 dicas de como acabar com pulgões nas plantas.

Dessa forma, os únicos moradores do seu jardim serão suas plantas e flores.

O que são os pulgões?

Os pulgões são pequenos insetos que se multiplicam rapidamente. Um pulgão pode ter até 3,0 mm de comprimento. Seu corpo é mole e apresenta um par de antenas na cabeça.

No entanto, não subestime esse inseto pelo seu tamanho. Por se alimentar da seiva de plantas utilizando seu aparelho bucal com um pico sugador, o pulgão pode acabar com uma plantação.

Além disso, esse inseto gosta de habitar lugares com temperaturas altas e de pouca chuva. É o caso do seu jardim ou sua casa? Fique atento!

Outro problema presente nesse ser é a sua rápida reprodução. A cada ciclo reprodutivo, a fêmea da espécie pode originar até 50 filhotes. Esse ciclo pode se repetir a cada 3 ou 4 dias.

Por isso, ao notar que sua plantação conta com a presença desse intruso, é importante saber como acabar com o pulgão.

Então, vem conhecer algumas formas práticas e seguras para suas plantas para resolver seu problema com esse inseto.

Dicas para acabar com pulgões nas plantas

Caso perceba que a sua plantação abriga esse morador indesejado, saiba que há jeitos eficientes de acabar com os pulgões. Confira alguns deles:

1 – Predador natural

Como acabar com pulgões nas plantas

A joaninha é um inseto que pode encantar qualquer jardim em que aparece. No entanto, em sua horta, ela pode ter outra função.

Os pulgões fazem parte da dieta alimentar da joaninha. Dessa forma, se esse inseto com bolinhas estiver na sua plantação, ele poderá fazer o controle dessa praga.

Outro benefício da joaninha é que ela também pode se alimentar de ácaros, moscas brancas e até mesmo cochonilhas, outra praga bastante comum.

Por isso, se possível, adicione joaninhas ao seu espaço verde para te ajudar no combate aos pulgões.

2 – Plantas que afastem pulgões

Outra dica é cultivar em seu jardim plantas que afastem os pulgões. Hortelã, alho, camomila, cravo e girassol, por exemplo, são ótimos para isso e repelem esse inseto de forma natural.

Com o aroma liberado por essas plantas, os pulgões irão pensar duas vezes antes de atacar a sua plantação.

Essa é uma ótima forma de afugentar esse inseto de forma natural.

No entanto, se informe se essas plantas não irão afetar o crescimento das demais ao redor. Algumas espécies não costumam se dar bem perto de outras.

3 – Reposição de nutrientes do solo

A presença de pragas pode indicar que há algo de errado com suas plantas. No caso dos pulgões, isso quer dizer que sua plantação apresenta excesso de nitrogênio.

Um desses erros pode ser a falta de nutrientes no solo. Para isso, basta repor os nutrientes com o adubo correto.

Deixar suas plantas em um solo fortificado com matéria orgânica ajuda elas a combater os pulgões.

4 – Deixar o clima desfavorável ao pulgão

Os pulgões costumam se procriar com mas facilidade em locais com altas temperaturas e pouca umidade.

Por isso, fique de olho na sua plantação em períodos mais quentes. 

Uma boa dica é cercar sua horta com telas de proteção nessas épocas.

Também não esqueça de fazer a rega regular em suas plantas. Assim, você cria um ambiente menos confortável a esse inseto.

A limpeza do seu jardim também é importante. Retire entulhos e até mesmo vegetação morta para não servirem de abrigo aos pulgões.

Pratos de vasos também devem ser lavados com frequência.

5 – Uso de inseticidas

No caso de hortas que sofrem frequentemente com o ataque de pulgões e em grande quantidade, uma solução é o uso de inseticidas.

Esses produtos químicos são elaborados para combater pragas de jardim como pulgões e cochonilhas.

No entanto, é necessário saber qual tipo de inseticida é melhor para sua horta. O uso do inseticida errado pode enfraquecer ou até matar toda a plantação.

Também é importante saber como tirar pulgão das plantas manualmente com o inseticida. Com o auxílio de um pano, passe o produto nas folhas e caule, de forma que cubra a superfície da planta.

Se os pulgões ocupam toda a sua plantação, o uso de pulverizador com o inseticida é uma melhor opção.

Por fim, o manuseio desses produtos devem ser feitos de forma segura. Siga as instruções no rótulo da embalagem e utilize luvas e máscaras de proteção.

Agora que você sabe como acabar com pulgões nas plantas, você e seu jardim poderão ficar seguros contra ataques de pulgões.

| Atualizada em

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário