Como cuidar de crisântemo?

Compartilhar:


Como cuidar de crisântemo?

A humanidade tem desenvolvido conhecimento sobre como cuidar de crisântemo há, pelo menos, 3500 anos. Mas não se preocupe, esse texto vai compilar as dicas e informações mais importantes sobre essa flor que já foi relacionada até ao trono dos imperadores japoneses.

A origem da flor

O crisântemo vem das palavras gregas chrysos, que significa ouro, e anthemon, flor. Ou seja, a palavra foi inventada para se referir às “flores de ouro”. Porém, quem inventou a palavra não foram os gregos antigos, mas sim o famoso botânico sueco do século XVIII Carlos Lineu.

Embora a longa história de cultivo por diferentes culturas houvesse selecionado diferentes cores e formatos das flores, a referência de Lineu para o nome era o amarelo vivo da maioria dos crisântemos que chegaram à Europa com o início da era moderna.

De fato, a flor já era cultivada por chineses desde, pelo menos, 1500 AC. No geral, a flor é relacionada à alegria e boa sorte. Isso porque a floração dos crisântemos são mais vistosas durante o outono, o que era assimilado como um sinal de esperança diante do inverno que viria.

Tipos de crisântemo

Esta é uma flor que sempre conquistou por sua beleza e vigor. Onde quer que tenha chegado, o crisântemo se instalou na cultura com suas diversas cores e formas. Estima-se que hoje existam, pelo menos, 800 variedades de crisântemo no mundo.

As cores variam entre amarelo, vermelho, branco, azul e roxo. A mesma variedade aparece no formato das pétalas. Alguns crisântemos têm as flores como as margaridas, outras em forma de pompom ou de botões. 

Mas afinal, como cuidar de crisântemo?

Crisântemo, flor de ouro

Agora que você já conhece um pouco da história e da cultura por trás dessas flores, está na hora de aprender a como cuidar de crisântemo. Estamos falando de uma flor robusta, mas que precisa de alguns cuidados.

Para plantar crisântemos qualquer lugar serve, desde jardins e canteiros a vasos em apartamentos. Porém, quando for plantar, certifique-se de que o lugar onde a planta ficará recebe cerca de 6 horas de sol. Além disso, o crisântemo precisa ficar protegido de condições agressivas como grande variação de temperatura e correntes de vento. 

O solo deve ser bem drenado e rico em matéria orgânica. Se for plantar em vasos, faça uma camada de drenagem com pedras, cascalho ou argila expandida e misture um pouco de areia no substrato.

Mantenha o solo úmido, mas nunca encharcado! Duas ou três regas por semana devem ser o bastante, mas podem variar de acordo com as condições do lugar onde você mora.

Dica extra especial

Uma dica extra de cultivo é remover as flores quando elas começarem a secar. Sim, parece uma dica estranha, mas talvez seja a mais importante para ter um crisântemo sempre florido. Esta é uma planta que floresce o ano inteiro, mas quando as flores começam a morrer o crisântemo não tem forças para lançar novos botões. Retirar as flores que estão secando ajuda nesse processo.

Gostou de conhecer como cuidar de crisântemo? Veja mais dicas de jardinagem e flores em nosso blog:

Por Cobasi

Compartilhar:

Você pode gostar de ver também…

Deixe o seu comentário